Victor Leitão: Coordenador de Marketing do Mobills
Por favor, avalie esse Post

Victor Leitão: Coordenador de Marketing do Mobills

Banner convidando para o site do Mobills

Que tal conhecer melhor a equipe do Mobills? Toda semana faremos um perfil de um dos nossos colaboradores (MBs) que vão contar sobre como é trabalhar no Mobills, o que mais gostam na startup e muito mais.

O nosso último entrevistado foi o nosso fundador Carlos Terceiro, não esqueça de conferir a entrevista dele.

Na entrevista de hoje teremos Victor Leitão, meu chefe, coordenador de marketing e editor-chefe do Portal Mobills.

Ele é formado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Ceará – UFC, tem 27 anos e conta como sua paixão pela Língua Portuguesa influenciou sua carreira de uma maneira que não esperava.

Perfil dos MBs: Victor Leitão: Coordenador de Marketing do Mobills

 

Como surgiu a oportunidade de você ingressar no Mobills?

Minha história com o Mobills, na verdade, surgiu há bastante tempo, porque eu estudei com o Carlos no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará – IFCE, na época ainda era CEFET-CE na verdade (risos).

A gente era da mesma turma do Curso Técnico Integrado de Informática, que era a junção do ensino médio com o curso técnico. E ele sempre soube que eu gostava dessa parte de português, porque de certo modo eu me destacava nessa disciplina lá na escola técnica…

Quando foi em 2013, o Carlos acabou criando o Mobills e vinha caminhando bem já em 2014, só que eles não tinham tanta força na parte de conteúdo, a qual no meu ponto de vista é fundamental em uma ferramenta de controle e educação financeira.

Então, criaram o blog Mobills em outubro de 2014, e em março de 2015 me convidaram para fazer textos para o blog, justamente porque o Carlos sabia que eu tinha essa facilidade com português e estava cursando Ciências Contábeis que, de certa forma, tem um pouco a ver com a área de finanças pessoais.

Inicialmente, era um trabalho freelancer (até porque eu estava fazendo o trabalho de conclusão de curso na faculdade, estagiava e o tempo tava meio apertado). Eu fazia os artigos e eles me pagavam um valor X por cada texto entregue.

Em meados de agosto de 2015, eu terminei a faculdade e comecei a trabalhar aqui no Mobills. Ainda não era carteira assinada, estava num período de adaptação e comecei fazendo 6 horas por dia.

Mas já em janeiro de 2016, eu passei a trabalhar full time e com carteira assinada, realmente sendo o produtor de todos os conteúdos do blog.

Depois de um tempo criando conteúdos, o blog Mobills foi crescendo, sendo mais acessado e a área de marketing da empresa também foi se desenvolvendo.

Então, os sócios fizeram a proposta para eu assumir a área de marketing da empresa.

Passei a ser o coordenador de marketing do Mobills e o editor-chefe do Portal Mobills também (risos), porque agora tem você e a Cecília trabalhando comigo pra levar o melhor conteúdo possível a todos os brasileiros e especialmente aos MBs.

Como o Mobills te ajudou, tanto profissionalmente, como pessoalmente?

É a minha primeira experiência realmente profissional, porque antes eu tinha apenas estagiado no Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará – TCM-CE e eu vi como era a realidade dos órgãos públicos, muita gente compromissada e exercendo bem suas funções, outros nem tanto.

E eu tinha em mente ser funcionário público, principalmente pra ajudar de alguma forma a melhorar os serviços públicos, mas obviamente também por causa da estabilidade e porque teria a chance de, dependendo do concurso em que eu passasse, iniciar minha vida profissional ganhando um pouco melhor do que na iniciativa privada.

Só que surgiu essa oportunidade de trabalhar no Mobills, na área privada, e em algo que eu sinto que realmente consigo impactar a vida de muitos brasileiros, com certeza bem mais do que eu poderia impactar no serviço público e eu estou gostando bastante disso.

Enfim, me desenvolvi bastante tanto profissionalmente como pessoalmente. Eu nem esperava ingressar nessa área de marketing, era um negócio totalmente novo para mim. Como eu me formei em Ciências Contábeis, não tinha tanta ligação.

Mas quando comecei a trabalhar voltado para a área de marketing, estudei muito conteúdo e me preparei bastante.

Adquiri conhecimento sobre a área de SEO (Search Engine Optimization, em português Otimização para mecanismos de busca), sobre produção de conteúdo mesmo, porque eu sempre gostei de português, de escrever, da parte gramatical, porém, nunca tinha produzido conteúdo para valer, focado em ensinar outras pessoas. Então, era bem diferente para mim.

E todos os outros aspectos de marketing também: redes sociais, e-mail marketing, automação de marketing… Eram coisas que eu não tinha muito conhecimento e tive que estudar muito para me capacitar. Isso foi bem importante.

Agora nessa nova fase da empresa, onde me tornei gestor da área do marketing, estou procurando aprimorar a questão da liderança, outra coisa bem bacana. Passei a estudar ainda mais e estou fazendo cursos sobre isso.

Pelo fato do Mobills ser uma startup é tudo muito dinâmico, estamos em constante crescimento e temos que aprender novas habilidades e tudo contribui para um ótimo desenvolvimento profissional.

No começo, a minha única função era produzir artigos. Hoje, eu faço muitas outras coisas que eu nem imaginava fazer algum dia (risos).

Então, eu acho que a melhor parte de trabalhar em uma startup é que a cabeça do pessoal é muito diferente de empresas tradicionais. Até pelo fato de ter pouca gente – principalmente no início –  a gente tem várias atribuições, o que nos motiva a evoluir mais e mais.

Em termos pessoais, eu vejo o Carlos realmente como um líder, um cara que quer transformar as coisas e acho isso muito legal. Inspira a gente a estar sempre melhorando também.

Apesar dele ser muito novo, eu já via nele desde cedo a vontade de empreender. Como ele disse na outra entrevista, ele começou a trajetória de empreendimento lá no CEFET, vendendo bombons junto com o David (irmão dele e co-fundador do Mobills).

E eu, por ser amigo pessoal dele já antes de entrar aqui no Mobills, acabei me inspirando também, porque quando você está cercado por pessoas boas, acaba se desenvolvendo mais.

E aqui no Mobills, todo mundo que entra é muito bacana. São criados laços de amizade e isso ajuda a criar um ambiente muito bom. Acredito que isso aconteça também porque o processo seletivo é bem feito e todos que entram estão alinhados com a cultura da empresa.

Então, a gente acaba formando uma família mesmo, todo mundo se gosta, é amigo (pelo menos essa é a impressão que eu tenho)… o que ajuda a desenvolver as nossas capacidades no lado pessoal.

Não somos uma empresa onde está todo mundo só se matando para cumprir as metas e ninguém olha nem para o lado.

Sinto orgulho de trabalhar em uma empresa assim. Eu nunca imaginei trabalhar no setor privado, porque eu tinha uma visão meio diferente. Acho que as startups ajudaram a mudar isso um pouco.

Qual foi o seu maior desafio, até agora, trabalhando no Mobills?

Essa pergunta é difícil, mas eu acho que o meu maior desafio até o momento foi me tornar gestor do marketing, porque é um área muito ampla que exige que você tenha muito conhecimento.

Mas tiveram outros desafios também. No blog, quando eu cheguei, ele tinha um número muito baixo de acessos. Então, tive que trabalhar arduamente, por pelo menos uns dois anos, para o blog começar a pegar tração.

Hoje, temos um número de acessos muito bom e já impactamos a vida de muitas pessoas, o que me deixa muito feliz, porque me sinto quase que como um pai do blog (risos).

Quando eu entrei aqui, não era o Mobills que produzia os textos, era outra empresa. E os textos infelizmente não vinham com uma qualidade que a gente tenta trazer hoje. Tenho certeza que todos os textos que são publicados atualmente no portal são muito bons.

Então, essa parte do blog também foi um desafio muito grande, porque era algo que existia, mas não tinha qualidade semelhante ao nosso aplicativo.

Hoje, eu já vejo que o portal tem um nível que se equipara ao do Mobills, o que é muito importante, porque uma ferramenta de controle e educação financeira tem que ser muito boa também na parte de conteúdo, e a gente conseguiu isso.

Esse tinha sido o meu maior desafio até assumir a área de marketing. Porém, hoje é melhorar nosso marketing mesmo, pois temos muito a desenvolver, e queremos sempre trazer o melhor conteúdo, de várias maneiras, para os clientes do Mobills .

Tanto que a gente está investindo forte agora no canal no YouTube, onde já trabalhamos desde o ano passado, mas esperamos crescer muito mais em 2018.

Porque hoje em dia as pessoas querem conteúdo bem mais rápido, então vídeo é uma forma muito boa de você ter acesso a esses conteúdos.

Sendo assim, quem já acompanha o canal pode ficar tranquilo, porque ele vai melhorar com certeza. Assim como o Mobills e o portal já evoluíram, acredito que o canal no YouTube vai chegar em um nível muito bom também.

Qual o diferencial do Mobills?

Difícil citar só um diferencial, tem muita coisa que vale a pena destacar aqui.

A primeira é que os três sócios têm a cabeça muito aberta e são muito antenadas com as melhores práticas, então eles estão sempre buscando fazer melhorias. Quando tem alguma coisa que não está funcionando, a gente consegue alterar muito rápido.

O modo como eles se preocupam com todos os colaboradores do Mobills também é algo que deve ser ressaltado.

Os gestores são responsáveis por guiar a empresa e tomar as principais decisões em cada área, mas todo mundo tem condições de dar sua opinião, dizer o que acha que está certo, o que não concorda e, o melhor, vai ser ouvido.

Não é só aquela falsa democracia, onde você dá a opinião, mas sabe que não vai acontecer nada. A empresa já passou por várias adaptações por causa disso.

Outro coisa muito relevante é a preocupação com o desenvolvimento pessoal e profissional de todos os colaboradores, inclusive é possível fazer cursos que são pagos pela empresa.

Mas por enquanto eu falei apenas dos diferenciais internos, não é? Para mim, algo fundamental para o sucesso do Mobills e a principal diferença para outras empresas é a preocupação primordial com os feedbacks dos clientes.

Eu acho que se a gente não tivesse focado em atender da melhor maneira possível os clientes, desde o início, com certeza o Mobills não estaria onde está hoje e não iria evoluir como a gente espera que evolua.

Como é o ambiente de trabalho no Mobills?

Eu não tive acesso a muitos outros ambientes empresariais, porque como já mencionei é a minha primeira experiência profissional mesmo.

Mas pelo o que escuto falar, o que amigos comentam e pelas notícias que saem na impressa de vez em quando, o ambiente de trabalho do Mobills com certeza é bem diferente de outros, principalmente aqui no Ceará.

Eu acho que outras empresas do Sul-Sudeste já estão conseguindo implantar mais essa cultura de Google, Facebook e outras empresas inovadoras e muito grandes mundialmente. Mas aqui no Ceará, acredito que sejamos pioneiros. O ambiente de trabalho é muito bom.

Evoluímos bastante, o nosso primeiro escritório era minúsculo (a Géssica inclusive mencionou na entrevista dela).

O ambiente atual é muito bom, muito grande. Talvez até o final do ano fique pequeno, porque está entrando cada vez mais gente. Mas, no momento, é o ambiente ideal.

Os meninos conseguiram fazer toda essa área de integração, a parte da cozinha, que ajuda a gente a almoçar junto, bater mais papo.

Tem a área do video game que é muito acessada, inclusive por mim, gosto muito de jogar (risos).

Tem a área dos pufs que é boa tanto para trabalhar como para quem utiliza na hora do almoço para assistir algum seriado ou para ler algum livro.

A área de trabalho em si, a parte ali dos computadores é ótima também. Computadores de última geração, cadeiras muito boas, isso também é algo que poucas pessoas citam, mas com certeza é um diferencial, pois você trabalhar confortavelmente ajuda na sua produtividade.

Ambiente climatizado… O fato de não ter divisões entre as áreas, que ajuda bastante, porque quando surge qualquer dúvida, você já trata diretamente com a pessoa.

Tem a sala de reunião que é outro ponto muito positivo. Antigamente, a gente não tinha sala de reunião. Agora conseguimos nos reunir de maneira mais reservada e tratar de um assunto específico.

E não posso me esquecer do estúdio, onde podemos gravar os vídeos para o Youtube.

Portanto, está bem bacana o ambiente de trabalho e eu tenho certeza que só vai melhorar, porque os meninos se preocupam muito com as nossas dicas, então com certeza vai melhorar muito mais nos próximos anos.

Fale um pouco sobre a biblioteca que está sendo criada, aqui, no Mobills.

Outra coisa bem lembrada, importantíssima para aumentar o nosso conhecimento e que contribui para nossa evolução.

A partir desse mês, foi implementada uma nova cultura onde cada colaborador pode indicar um livro por trimestre, os quais serão comprados pela empresa e formarão a biblioteca do Mobills.

A pessoa pode escolher o livro de acordo com a sua área primordialmente ou um que seja de desenvolvimento pessoal, servindo para a coletividade.

Inclusive, o meu livro já chegou e eu estou bem animado para esses próximos trimestres.

19 LIVROS QUE VOCÊ DEVE LER SE QUISER SE TORNAR RICO

Como é sua relação com os colegas de trabalho?

A minha relação até onde eu sei é muito boa, né? Eu gosto de todo mundo, tenho contato fácil com a maior parte das pessoas. É claro que não dá para gente conversar com todos sempre, mas considero meus amigos.

E eu me sinto muito bem quando venho para cá. Como eu já disse, a gente vem para um escritório de trabalho, mas é como se fosse uma extensão da minha casa.

E essa relação muito boa com todo mundo ajuda também nesse quesito, quando a relação entre as pessoas não é das melhores, o ambiente de trabalho acaba ficando chato, massante.

Acho que é por isso que em muitas empresas as pessoas querem sair, tem uma rotatividade muito grande, porque a empresa não valoriza seus colaboradores, funcionários.

Aqui não acontece isso, todo mundo é valorizado. Temos uma reunião semanal todas as quintas-feiras, onde discutimos o que aconteceu durante a semana, e depois tem um lanche com salgadinhos e refrigerante. Esses momentos são outras ótimas oportunidades para confraternizar.

A maioria das pessoas têm gostos parecidos aqui e isso também ajuda. Muitos gostam de série, de esporte, futebol, videogame. Então, isso contribui para estreitar os laços e fortalecer as amizades.

O que você espera do futuro em relação ao Mobills?

Espero que o Mobills dê um salto e se torne referência não só na área de aplicativos de controle financeiro. Acho até que nós já somos referência nisso.

Somos o aplicativo de controle financeiro mais bem avaliado do Brasil, o que não é pouca coisa, tendo em vista que há centenas de aplicativos disponíveis no mercado.

Mas espero que o Mobills alcance o nível de um Google mesmo, de um Facebook, essas empresas que são gigantes mundialmente, conhecidas em todos os cantos do mundo.

E principalmente aqui no Brasil, que você fale do Mobills e outras pessoas já conheçam, já tenham tido pelo menos a experiência de tentar usar.

Também espero que a gente consiga mudar essa mentalidade do brasileiro de que o controle financeiro é algo chato. Que as pessoas entendam que controle financeiro é algo essencial, que deve ser feito, e que quando se fale nesse assunto, o Mobills seja o primeiro a ser lembrado.

Como você sabe, nós já estamos presentes em mais de 138 países, é muita coisa. Porém, ainda não temos essa força de Google e Facebook, de escala global, mas temos potencial de chegar nesse patamar.

E eu e os outros colaboradores trabalhamos para isso, e é o que a gente espera no futuro.

O que você diria a um cliente do Mobills?

Boa pergunta, porque eu já falo muito com alguns clientes. Eles me mandam muito e-mail e eu sempre tento responder a todos na medida do possível.

Contudo, a primeira coisa que eu diria a um cliente é muito obrigado! Sem o apoio e a confiança de cada um dos nossos clientes, o Mobills não seria o que é hoje.

Depois disso, eu diria para os clientes realmente aproveitarem todos os recursos que procuramos oferecer, nossa missão é proporcionar os meios para os clientes atingirem a tranquilidade financeira e buscamos fazer isso.

Nós oferecemos conteúdo de muita qualidade aqui no Portal Mobills diariamente, então acesse todo dia e melhore seu conhecimento financeiro, veja as principais notícias da economia ou reforce o conteúdo de algum artigo que já leu.

Somos bombardeados de informações todos os dias, logo, é fundamental ler sempre sobre finanças, porque você acaba esquecendo de algumas coisas.

Temos o canal no Youtube também com ótimos conteúdos em formato de vídeo. Há ainda a Central de Ajuda que é essencial para o sucesso no Mobills e que muitas pessoas pagam a assinatura e não exploram.

Como o Yago disse na entrevista dele, a equipe de Sucesso do Cliente está bastante empenhada em resolver qualquer problema que possa surgir, então, aproveitem isso para ter uma ótima experiência com o Mobills.

Além disso, também queria dizer que se o cliente tiver um pouquinho de paciência, com certeza vamos oferecer uma solução para controle financeiro do jeito que ele quer, a equipe de desenvolvimento é excelente e está trabalhando muito para trazer novidades constantemente.

E principalmente, não só falando da ferramenta, eu diria para um cliente que entenda a importância do controle financeiro. Porque muitas pessoas começam e não têm aquela disciplina de fazer o primeiro passo que é o mais difícil, que é controlar bem direitinho no começo.

Depois que você consegue fazer isso no começo, fazer nos outros meses é apenas uma consequência. O mais difícil é pegar aquele hábito, assim como qualquer outro hábito.

E o controle financeiro é uma das atividades mais importantes que qualquer pessoa deve fazer, porque se você não tiver controle financeiro, vai se endividar, não vai conseguir realizar seus sonhos, ficará frustrado e sua vida tende a não ir bem.

6 BENEFÍCIOS DE MANTER A MOTIVAÇÃO NO CONTROLE DAS FINANÇAS PESSOAIS

Como nosso chefe, o que você diria a mim e a Cecília?

Eu diria para vocês que o caminho é árduo. No começo tudo é muito difícil. Eu sei que vocês são estagiárias e eu já passei por esse ponto, então sei que estagiária sofre um pouco mesmo no começo, mas tudo vale a pena.

Porém, a lição mais importante que posso passar é que estudem bastante, invistam em conhecimento, porque é fundamental.

Assim como o hábito do controle financeiro, o hábito do estudo não é fácil de adquirir, mas quando você adquire, sua evolução é exponencial. Você consegue fazer o seu trabalho muito melhor e vai ser reconhecida por isso, com toda a certeza. Da mesma maneira que funcionou pra mim, acredito que funcionará pra vocês.

Eu acredito muito em vocês. Isso é importante.

A Cecília, no momento que ela entrou aqui, eu não participei do processo seletivo dela, mas do seu eu participei, e eu sei que você é muito capacitada, por isso foi escolhida. Eram muitos candidatos, mas se vocês estão aqui é porque vocês fizeram por merecer e devem permanecer se tiverem esse objetivo.

Se não tiverem, se quiserem sair e adquirir mais conhecimento, fazer outras coisas também, eu acho super válido, porque o importante é a gente está feliz onde a gente queira estar.

Conte uma história (real) que tenha relação com o Mobills.

Em todo aniversário da empresa, costumamos ir para o Outback para comemorar.

E os meninos sempre gostavam de fazer uma brincadeira que era fingir que cada um ia ter que pagar a sua parte da conta. Quando, na verdade, a empresa que custeia.

A gente fez isso uma vez com o Elano, que até saiu recentemente da empresa (muito gente boa, meu amigo). No momento eu não me lembro se ele era estagiário ou já tinha entrado efetivamente para a equipe de Sucesso do Cliente.

Só sei que a divisão da cota deu um valor relativamente alto e começamos com a história de que cada um teria que pagar o seu e começamos a tirar o dinheiro ou cartões do bolso. Só que a maioria do pessoal já sabia.

Acho que só o Elano era o novato nesse dia, porque já tinham feito outra vez com o Lucas, que era estagiário e também foi engraçado, mas com o Elano foi mais (risos).

Ele era o responsável pelos jovens da igreja dele no momento e ia levá-los para comer pizza à noite.

Acho que era uma sexta-feira. Aí, ele pegou o dinheiro para pagar a conta com tanta tristeza! Na hora, quase todo mundo morreu de rir (risos). Só vendo a cena realmente, mas foi muito engraçado no dia.

Mas já teve muita coisa engraçada no Mobills. Quando o Carlos foi casar, a gente fez um corujão aqui, viramos a noite jogando Dota 2.

Esse dia foi muito bacana, acho que era uma sexta-feira também, de sexta pra sábado. A gente saiu umas 5 horas da manhã do sábado. Tinha gente levantando para trabalhar e nós saindo daqui, porque tínhamos passado a noite virados jogando.

Acho que jogamos umas 10 partidas seguidas nesse dia. Na época, era um vício aqui, jogávamos muito. Então, foi muito legal também.

Foi a despedida de solteiro dele, pois como ele é da igreja, não tem uma despedida de solteiro como fazem tradicionalmente. Só foi liberado para jogar com os amigos (risos).

*****

LEIA TAMBÉM:

A história do melhor aplicativo de finanças pessoais do Brasil: Mobills

Yago Sampaio: Líder do time de Customer Success do Mobills

Mobills é considerado Excelência Android pela Google (único app brasileiro da lista)!

*****

Banner convidando para o site do Mobills

Comentários