Rodrigo Matihara: CTO do Mobills

Banner convidando para o site do Mobills

Na entrevista de hoje, teremos o Rodrigo Matihara, CTO (sigla em inglês para o termo Chief Technology Officer. Na prática, esta é a função do diretor técnico, que é o profissional responsável por cuidar de todas as ações que dizem respeito à infraestrutura tecnológica da empresa) do Mobills, que a convite do Carlos Terceiro se uniu ao time de sócios do Mobills.

Rodrigo é formado em Ciências da Computação pela Universidade de Fortaleza – UNIFOR, tem 33 anos, além de CTO é o principal responsável pela plataforma do Mobills para iOS e vem ajudando o Mobills a alcançar novos horizontes.

Perfil dos MBs: Rodrigo Matihara – CTO do Mobills

CTO (Diretor de Tecnologia), Rodrigo cuida de gerenciar as funções da equipe de desenvolvimento do Mobills, de analisar as novas tecnologias do mercado visando manter o Mobills sempre na vanguarda em termos de inovação e trazer as melhores soluções para o aplicativo.

Confira a sua entrevista completa:

Você sempre gostou de finanças, economia e afins?

Sim, sempre gostei, sempre foi uma área que me interessei bastante. Antes de participar do Mobills, eu já tinha investimentos, então já gostava dessa parte e buscava conhecimentos sobre essa temática.

Porém, depois que eu entrei no Mobills, o fato de trabalhar na empresa também me ajudou bastante.

Eu já tinha esse feeling de investir, mas ainda não tinha um controle financeiro tão bom.

No entanto, quando o Carlos me convidou para o Mobills, eu comecei a ver mais dessa área de controle financeiro também.

Qual foi o seu maior desafio, até agora, envolvendo o Mobills?

No Mobills, a gente tem desafios a todo momento, estamos sempre buscando por algo novo, fazer algo interessante e legal para os nossos clientes. Mas acredito que o maior desafio mesmo, foi na minha entrada no Mobills.

O desafio foi mais voltado para minha vida pessoal e profissional mesmo. Eu trabalhava em uma empresa e já estava bem estabelecido quando o Carlos me fez esse convite para empreender.

Era tudo muito novo para mim, mas acredito que foi um passo correto na minha vida profissional.

Mobills iOS

Rodrigo entrou no Mobills para trazer o aplicativo para uma nova plataforma (iOS). Na época, o Mobills estava rodando no Android e dava seus primeiros passos também na plataforma web.

Como foi criar o Mobills para o iOS?

O Carlos me convidou para esse desafio de trazer o Mobills para uma nova plataforma e a gente conseguiu fazer o lançamento da versão até bem rápido, foi desafiador e bem legal!

Quais conquistas ainda espera alcançar com o Mobills?

Acredito eu que uma conquista que talvez não vá demorar tanto a acontecer é que o Mobills se torne uma solução financeira para a maioria dos brasileiros, entendo que essa será nossa próxima grande conquista.

Uma solução não só de controle financeiro, mas também educacional, com nossos conteúdos de finanças, investimento e que as ferramentas que nós desenvolvemos aqui também se tornem algo que todos os brasileiros conheçam.

Qual o diferencial do Mobills?

Acredito que seja nosso contato com os clientes. Desde o início, a gente sempre teve o costume de ouvir nossos usuários.

Lembro da época que eu tava entrando na empresa, lembro disso claramente, a gente tinha muito feedback dos clientes e a gente começou a responder a isso.

Começamos a desenvolver ferramentas e funcionalidades conforme o que a gente ia ouvindo de necessidade dos clientes.

Para mim, nosso maior diferencial é realmente trazer soluções que nossos clientes precisam.

Como é sua relação com os outros membros do Mobills?

Super agradável, eu tenho uma relação muito tranquila com todos os MBs, a gente se dar bem e aqui temos um contato muito direto.

Acredito que isso vem da própria política da empresa, não temos isso de hierarquia rígida.

Não tem isso de porque o cara é sócio que não pode falar com ele, é tudo muito horizontal e o contato é muito aberto, seja com pessoas de dentro da empresa ou com clientes, esse contato é muito importante.

O que você diria a um cliente do Mobills?

Primeiramente, eu diria obrigado, obrigado por confiar na gente, confiar nas soluções que a gente busca trazer e também diria para eles continuarem ajudando o Mobills, dando feedback, falando pra gente das necessidades do aplicativo, como a ferramenta melhor se adapta a eles.

Claro que não dá para atender a todo mundo, mas a gente tenta trazer as melhores soluções de uma maneira que seja genérica e agrade a maioria dos nossos clientes, então é isso, obrigado a todos e continuem acreditando no nosso trabalho.

Conte uma história (real) que tenha relação com o Mobills.

A gente fez uma viagem no começo do ano passado que foi sensacional, foi uma viagem para os Estados Unidos pela Google. Trouxemos muitas coisas boas de lá, muito conhecimento, foi pelo projeto do Google Launchpad Acellerator.

Nessa viagem, a gente conseguiu ter visões muito interessantes e também percebemos que estávamos usando tecnologias bem avançadas que a Google tem trabalhado para melhorar e de certa forma a gente já tava “brincando” com essas tecnologias, então deu para perceber que estamos indo pelo caminho certo.

Esse foi um momento bem marcante do Mobills, depois disso a gente trouxe muita coisa nova para empresa.

Quais dicas você daria para quem quer começar a empreender?

Não existe um passo a passo, nem um manual para empreender, acho que o ponto principal é fazer aquilo que você gosta. Se você busca empreender, comece com aquilo que você sabe e gosta de fazer, por que de certa forma acaba que não vira um “trabalho”.

Empreender realmente é algo que necessita de muita dedicação e se você está fazendo algo que gosta, acaba que o cansaço é superado pela satisfação de ver as coisas funcionando.

O que você queria ser quando era criança?

Eu queria ser Samurai (risos), mas quando eu fui crescendo também vi a vontade de empreender despertar.

Quando mais novo, abri uma locadora de videogame com alguns amigos. Então, sempre tive esse tino para o empreendedorismo.

Tem uma frase que diz “errar tem a mesma importância que acertar, pois um é consequência do outro.” Concorda?

Concordo em partes, eu errei algumas vezes ao longo da vida com empreendimentos anteriores e aprendi com esses erros, mas acredito que também é importante aprender com os erros dos outros, assim você evita cometer os mesmos.

DESCUBRA QUAIS SÃO OS 13 ERROS FINANCEIROS QUE VOCÊ COMETE SEM PERCEBER

O que você diria para o Rodrigo Matihara de 10 anos atrás?

Continue estudando, você está indo em um bom caminho.

Quando eu olho para trás, vejo que deu certo, que foi bom ter investido meu tempo em conhecimento, ter aprendido o máximo que pude.

Então, o que eu diria para o meu eu de 10 anos atrás é que seu esforço será recompensado, continue assim.

*****

LEIA TAMBÉM:

Yago Sampaio: Líder do time de Customer Success do Mobills

Géssica Passos: Designer do Mobills

A história do melhor aplicativo de finanças pessoais do Brasil: Mobills

Victor Leitão: Coordenador de Marketing do Mobills

10 fatos curiosos sobre o Mobills

*****

Banner convidando para o site do Mobills