Planejamento Financeiro

5 regras simples para organizar seu orçamento

Várias pilhas de moedas simbolizando o tema Organizar seu orçamento
Ariane Lopes
Escrito por Ariane Lopes

Organizar seu orçamento é um passo fundamental no seu planejamento financeiro e te ajudará a ter muito mais sucesso.

5 regras simples para organizar seu orçamento *

*Texto adaptado do conteúdo produzido originalmente por Paula Pant no site The Balance

Banner convidando para o site do Mobills

Não sabe como começar a organizar seu orçamento? Esse guia te ajudará a simplificar o processo.

Quando a maioria das pessoas pensa em orçamento, automaticamente imaginam planilhas complicadas e com linhas intermináveis. E, a não ser que você seja uma pessoa que ama planilhas, a ideia de criar e manter um orçamento não soa muito divertida.

Se você está interessando em construir um orçamento, temos boas notícias, ele não precisa ser altamente detalhado, nem ter intermináveis categorias. Também não deve ser baseado em privações. Você pode se permitir um pouco de diversão, contanto que não extrapole o limite que estimar para seus gastos.

Na verdade, caso você prefira, pode pensar no ato de orçar como um plano ou uma rota de como gastar seu dinheiro ao longo do mês.

Por exemplo, não se pode dirigir de São Paulo até Curitiba sem um mapa ou algum tipo de orientação, nem que seja por meio das placas das rodovias, não é mesmo? Logo, como seria possível gerenciar as finanças sem o mesmo tipo de guia?

Você quer desenhar o mapa de suas finanças agora? Então, aqui estão cinco regras gerais para quem quer criar seu primeiro orçamento:

5 regras para organizar seu orçamento

1. Menos é mais

Um dos erros mais comuns é superlotar seu orçamento com várias categorias. No entanto, detalhar demais acaba dificultando o controle de suas finanças. Assim, o segredo é diminuir ao máximo a segmentação das despesas de modo a facilitar sua tarefa.

O mínimo de detalhamento que seu orçamento pode ter é trabalhar apenas com duas ou três categorias. Modos de orçar como 50/30/20 (onde 50% da sua renda seria para os gastos essenciais, 30% para as prioridades financeiras e 20% para gastos focados em qualidade de vida) funcionam melhor com esse estilo mais enxuto de dividir as despesas.

No Mobills, é possível trabalhar com as tags, o que une o melhor dos dois mundos, já que você pode visualizar os gastos gerais de uma categoria e, caso queira mais detalhes, pode colocar tags para gastos específicos e saber, por exemplo, quanto está gastando com supérfluos. Controlando, dessa forma, os aspectos macro e micro do seu orçamento de maneira fácil.

COMO CORTAR GASTOS SUPÉRFLUOS QUE PODEM ATRAPALHAR O SEU PLANEJAMENTO 

2. Seja realista

Se você costuma gastar R$ 500,00 com alimentação, não coloque como meta gastar apenas R$ 100,00 no próximo mês, a não ser que realmente seja possível tal economia.

Ao invés disso, faça um plano de diminuição de gastos gradual, assim, se esse mês você gastou R$ 500,00 em uma determinada categoria, pode tentar diminuir de 5 a 10% o gasto desta para o próximo mês. Isso resultaria em um gasto de R$ 450,00 a R$ 475,00.

Faça isso por um mês ou dois e vá ajustando a partir daí. Quando perceber que chegou no mínimo possível, mantenha-se nele e vá reavaliando se as condições de mercado não mudaram.

Lembre-se: mudanças graduais são mais sustentáveis ao longo do tempo. 

3. Não se force um tipo de ferramenta específico

Muitas pessoas fracassam na hora de orçar, pois procuram usar aquilo que os outros apontam como “ferramenta ideal”. Existe uma infinidade de modos de construir seu orçamento, se o que você usa não está funcionando mude e encontre um que seja adequado para o seu caso.

Monte seu orçamento da maneira que melhor se adequar a sua necessidade, seja por meio de um aplicativo, de planilhas ou até dos velhos papel e caneta. Não há um jeito certo, o jeito certo é um que seja efetivo no seu controle financeiro.

Vale ressaltar, entretanto, que aplicativos de controle financeiro têm uma grande vantagem em relação às outras formas de orçar, visto que estão presentes no seu celular e podem ser acessados a qualquer momento, o que previne contra esquecimentos, agiliza e simplifica a gestão financeira.

4. Faça reuniões de família semanais

Provavelmente você não é o único que gasta e economiza na sua casa, por isso, é importante que todos participem do orçamento e tenham real dimensão das finanças da família. Dessa forma, a alocação de gastos pode ser mais eficiente, além de contar com a compreensão e ajuda de todos os envolvidos.

Repasse com seus familiares seus principais objetivos, como a construção de um fundo de emergência ou o aumento da sua conta de aposentadoria. Fale sobre os “porquês” por trás de cada decisão de gastos também.

Sua família talvez não goste do fato de que você está comprando um carro usado barato, em vez do modelo mais recente. No entanto, eles entenderão essa decisão quando lhes for explicado os motivos pelos quais tais sacrifícios têm de ser feitos.

VEJA 10 DICAS ESSENCIAIS PARA CONTROLAR MELHOR AS FINANÇAS FAMILIARES

5. Ajuste seu orçamento mensalmente

Na verdade, orçamentos têm duas colunas: o quanto você pretende gastar no mês e quanto você realmente gastou.

À medida que você avalia seu orçamento todos os meses, você notará como a realidade diverge até dos planos mais bem arquitetados. Quando analisar os resultados de seus gastos, você saberá onde estão suas áreas problemáticas. Revise essas áreas e faça ajustes adequadamente.

Tornar-se consciente de seus pontos fracos te ajudará a trabalhar esses pontos na sua vida financeira, deixando-a mais saudável!

Além disso, você também deve manter uma atitude otimista. Mesmo se fizer apenas uma pequena melhora a cada mês, essas melhoras se somarão ao longo do tempo, trazendo os tão sonhados resultados.

*****

LEIA TAMBÉM:

Estabeleça um plano financeiro em vez de metas financeiras

Saiba como elaborar seu orçamento corretamente em 4 passos

Como um plano financeiro pode ajudar você?

*****

Curtiu estas regras simples para organizar seu orçamento? Conhece alguma outra? Compartilhe conosco!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo 5 regras simples para organizar seu orçamento? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários

Sobre o autor

Ariane Lopes

Ariane Lopes

Ariane Lopes, redatora do Portal Mobills. Formada em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Ceará - UFC e Pós-graduanda em Gestão Pública pela Universidade Católica Dom Bosco - UCDB. Pesquisadora incansável dos temas educação financeira e finanças pessoais. Principais hobbies: assistir documentários, ler, organizar eventos e viajar.