5% da receita bruta do Pride Bank são revertidos em investimentos na Cultura, Esportes de Comunidade e Entretenimento.

Cansado de ler? Então ouça este artigo:

Pride Bank, o primeiro banco digital LGBTI+, lança cartões de crédito, inclusive para negativados

Na última quarta (13), o Pride Bank, primeiro banco digital focado no público LGBTI+ completou 6 meses, e trouxe boas notícias para seus usuários.

De acordo com o que foi anunciado, as primeiras unidades dos cartões de crédito já estão prontas, e serão entregues nas casas dos “Priders” durante os próximos dias.

Por ser conta digital, os usuários do Pride Bank terão a possibilidade de criar cartões virtuais, que podem ser utilizados para realizar compras online de forma segura.

O que o Pride Bank tem de diferente?

Como já foi citado, o Pride Bank possui seus serviços voltados para o público LGBT, o que significa que seus grandes diferenciais são voltados para esse grupo de pessoas.

Diante disso, um dos diferenciais do Pride Bank é a possibilidade de registrar seu nome social no cartão, o que evita constrangimento para transexuais e travestis, por exemplo.

Além disso, o cartão Pride Bank terá desenhos com temáticas LGBT+. Até o momento são 4 modelos, que poderão ser escolhidos pelos próprios clientes.

De acordo com a empresa, em breve, novos modelos serão lançados e estarão disponíveis para os seus clientes.

A história do Pride Bank

O Pride Bank nasceu com o objetivo de devolver parde da sua renda para a comunidade LGBTI+.

Desse modo, o banco busca reverter em torno de 5% de sua receita bruta total em doações para ONGs voltadas para esse grupo.

Além disso, outros 5% da receita bruta são revertidos em investimentos na Cultura, Esportes de Comunidade e Entretenimento.

Isso tudo é possível graças à parceria com a Welight, uma empresa de tecnologia voltada para atividades sociais.

A Welight é responsável por administrar o Instituto Pride, que oferece visibilidade completa a todos de como o dinheiro da instituição vem sendo aplicado.

A iniciativa surgiu em 2019, enquanto a fase beta era direcionada somente para convidados.

Nesse período, o Banco Digital oferecia serviços de transferências, boletos, pagamento de impostos e contas.

Os usuários que não conseguiram ter acesso ao convite, ficaram na fila de espera e terão suas contas liberadas antes do banco atuar de forma definitiva, o que acontecerá em breve.

Para conhecer melhor o banco, acesse o site: www.pridebank.com.br.

-> O que achou da notícia sobre o Pride Bank? Se gostou, então, compartilhe com seus amigos e familiares que possam se interessar!

Quer acompanhar nosso conteúdo também no Instagram? Clique aqui e siga o @mobillsedu!

A sua opinião é muito importante para nós! Sendo assim, sugira novos temas, deixe seu comentário.

Banner convidando para pedir o cartão Méliuz

SAIBA MAIS:

Postado em: Notícias


Escrito por Hícaro Sindeaux

Hícaro Sindeaux, graduando em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará. Apaixonado por finanças pessoais, investimentos e empreendedorismo.


Hey, o que você achou desse conteúdo?

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar de

Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

logo-mobills-app

Baixe agora para o seu dispositivo

logo-mobills-app
logo-mobills-app
logo-mobills-app