Planejamento Financeiro

Planejamento financeiro para viagens: Confira 8 dicas fundamentais!

Cofrinho em forma de porco com óculos escuros - Planejamento financeiro para viagens
Victor Leitão
Escrito por Victor Leitão

Veja algumas orientações para que você saiba exatamente quanto dinheiro deve economizar, quanto levar para gastar no local e o que fazer para não voltar para casa no vermelho.

Planejamento financeiro para viagens: Confira 8 dicas fundamentais!

Banner convidando para o site do Mobills

Viajar é o sonho de muita gente, e também o principal motivo para começar a economizar dinheiro. Conhecer novos lugares, fazer compras… Quem não quer que isso deixe de ser apenas um sonho e vire realidade?

No entanto, planejar o “antes, o durante e o depois” de uma viagem, não é exatamente a coisa mais simples de se fazer.

Como saber quanto dinheiro devo economizar? E quanto levar para gastar no local? O que fazer para não voltar para casa no vermelho? Essas são algumas das perguntas mais recorrentes sobre o assunto.

Se você tem interesse em saber como fazer um bom planejamento financeiro para viagens, confira a seguir algumas dicas para não acabar com o seu orçamento!

8 dicas fundamentais sobre planejamento financeiro para viagens

 

1. Comece a economizar

pessoa botando moedas dentro de um cofrinho

O primeiro passo é economizar! Assim, a sua viagem fica cada vez mais possível.

O primeiro passo para viajar é, obviamente, ter algum dinheiro guardado! Isso quer dizer que vale muito a pena montar um bom planejamento financeiro desde muito tempo antes da data em que vai viajar.

Comece anotando toda a renda mensal da casa, bem como os seus gastos mais habituais. Por menores que sejam, anote, pois podem fazer a diferença no final do mês.

O segredo para um bom planejamento financeiro para viagens está na reunião precisa de dados. Assim sendo, não subestime o preço daquele “cafezinho da firma” todo dia de manhã, certo?

A partir daí, faça uma análise do que pode ser cortado ou diminuído, a fim de poupar algum dinheiro mensalmente. O ideal é que essas economias girem em torno dos 10% da renda total da família.

2. Faça uma análise dos custos da viagem

uma calculadora ao lado de uma planilha de contas

Faça uma planilha com todos os gastos que terá com a viagem para analisar direitinho o seu orçamento.

A primeira coisa a se fazer (ao se falar da viagem propriamente dita) é uma análise detalhada dos dispêndios envolvidos na empreitada.

Comece pelos custos mais básicos: passagem, hospedagem e alimentação. Entendendo os gastos que essa parte lhe traz, você já terá boa ideia sobre o montante que gastará com o seu sonho.

E vale a pena decidir logo o perfil da sua viagem: ela será luxuosa ou mais simples? Você vai focar em compras ou no entretenimento?

Tome essa decisão como diretriz na hora de criar seu orçamento.

É importante, no entanto, não dar um passo maior do que a perna: planeje uma viagem realista para o seu padrão de vida.

Caso, no momento, você não possa se dar a ostentações, não tem problema! Com um bom planejamento financeiro para viagens, essa não será a única viagem da sua vida.

3. Utilize suas milhas

passagens aéreas em cima de um notebook

Se você possui milhas aéreas disponíveis, então a hora de usar é agora!

Para quem utiliza muito o cartão de crédito na sua rotina, vale a pena também fazer uso dos programas de fidelidade.

Com eles, é possível trocar seus pontos acumulados por milhas aéreas, entre outros prêmios. Isso ajudará a bancar parte das despesas da viagem, como é o caso das passagens aéreas ou aluguel de veículos, por exemplo.

Para ter certeza sobre como proceder, faça um levantamento dos seus pontos em cada cartão. Não se esqueça de que os pontos têm uma data para expirar. Pesquise também quais benefícios pode receber de cada um deles.

5 PROGRAMAS DE MILHAS PARA VOCÊ VIAJAR GASTANDO POUCO

4. Use a tecnologia a seu favor

pessoa olhando atenta para seu notebook

Procure em sites, aplicativos etc (confiáveis, claro) preços de passagens e hotéis. Faça um comparativo até achar o preço ideal para o seu bolso.

Para montar sua viagem, a tecnologia pode ser uma grande aliada.

Faça simulações dos preços de passagens, e um levantamento do orçamento dos hotéis em que gostaria de se hospedar.

Há ótimos mecanismos online e aplicativos que podem te ajudar nessa hora — um exemplo é o nosso aplicativo de controle financeiro, o Mobills, que permite que você cadastre suas despesas e receitas, podendo ser acessado pelo computador, tablet ou smartphone.

Na internet, procure também por blogs de pessoas que já tenham viajado para o local, e descubra qual o preço, em média, que eles gastaram com refeições.

A partir dessas dicas, você pode montar um roteiro detalhado daquilo que pretende fazer no destino, o que facilita na hora de montar um orçamento certeiro.

Não se esqueça de descobrir os preços de passeios e ingressos de onde pretende visitar.

5. Leve algum dinheiro extra

homem tirando dinheiro da carteira

É essencial que você leve dinheiro extra para uma suposta emergência.

Todos nós sabemos que não é só de alimentação e lazer que se faz uma viagem, certo? Por isso, deixe sempre disponível um dinheiro extra para emergências. Mesmo com seguro saúde e com tudo planejado, imprevistos acontecem.

Ainda mais se sua viagem for para o exterior, não se esqueça que lidar com um problema fora do Brasil é completamente diferente do que quando está aqui: muitas vezes, lá, você não terá a quem recorrer na hora do sufoco.

Se você está viajando com seus filhos, o controle desse dinheiro extra deve ser redobrado!

É muito fácil gastar dinheiro com as crianças nessas situações, mas encare a experiência como uma oportunidade de ensinar educação financeira para sua família!

Diga a eles, antes da viagem, como e quando gastar aquela verba, e não tenha medo de seguir a orientação à risca.

Impor limites nos gastos é importante e uma lição valiosa que os filhos levarão para a vida. Veja também como ensinar educação financeira para crianças.

6. Imponha limites para as suas compras

mulher segurando várias sacolas de compras

Se controle! Eu sei que estar em um lugar diferente dá vontade de sair comprando tudo, mas lembre-se do seu orçamento!

Na dica anterior, falamos sobre a importância de ter recursos extras para gastar na viagem. Porém, cuidado para não entrar no descontrole: leve uma quantia exata que possa gastar com compras e coisas do gênero, e se mantenha fiel a esse orçamento.

O ideal é que esse valor esteja disponível em dinheiro vivo, pois assim as chances de se perder nas compras diminuem.

Faça uma boa análise de quanto pretende gastar com roupas, compras em geral, presentes e lembranças, e se atenha a cada um desses valores.

Claro que você pode manejar esse dinheiro: se não comprou muito chocolate, por exemplo, tudo bem gastar o restante do orçamento com roupas. O importante é não utilizar dinheiro que não tem, para fazer compras.

CONSUMISMO: COMO EVITAR O EXCESSO DE COMPRAS POR IMPULSO

7. Tenha cuidado ao usar o cartão de crédito

pessoa passando o cartão de crédito na maquineta

Cartão de crédito não é brinquedo e você irá pagar a fatura depois, então não use-o descontroladamente.

Muitas pessoas levam cartões e cartões para usar no exterior, esquecendo que, uma hora, irão voltar das suas viagens e terão que arcar com os custos das faturas.

Esse é um erro fatal para quem pretende chegar ao Brasil com tranquilidade, e sem ter arruinado sua vida financeira.

Ter cartões internacionais é ótimo, e pode, efetivamente, ajudar muito na viagem. Só não deixe de usá-los com parcimônia, certo?

8. Anote seus gastos

pessoa anotando em um caderno

Anote todos os seus gastos para depois analisar como anda indo seu orçamento. Assim, fica mais difícil você comprar compulsivamente.

Por fim, mas não menos importante, é conveniente montar uma planilha com todos os seus gastos. Todos eles, por mais insignificantes que lhe pareçam.

Com os valores anotados, as chances de compras impulsivas e desnecessárias diminuem. E você ainda terá um controle eficaz de tudo aquilo que gastou — e pelo qual será cobrado quando chegar em casa.

Viu como é fácil viajar sem enrolar a sua vida financeira? Deixe um comentário no post contando como você realiza o planejamento financeiro para viagens, e compartilhe outras dicas que você tem sobre este tema!

*****

LEIA MAIS:

36 sites e aplicativos primordiais para quem quer viajar barato

Tiago de Castro – Realizou uma viagem em família graças ao seu planejamento com o Mobills

5 dicas para viajar gastando pouco

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo Planejamento financeiro para viagens: confira 8 dicas fundamentais!? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários