13 formas de conseguir um preço mais baixo através da pechincha

Banner convidando para o site do Mobills

Muitas pessoas têm vergonha de praticar essa, que é uma das mais efetivas formas de economia: a pechincha. Outras dizem não saber como fazer, por isso, queremos te ajudar com algumas dicas de como transformar a pechincha em uma arma para suas finanças.

Confira as 13 dicas de como pechinchar!

Pechincha de sucesso: 13 maneiras de conseguir um preço mais baixo

 1. Pesquise

pessoa anotando em um caderno enquanto está no notebook

A pesquisa é o primeiro passo para qualquer boa negociação de preço, pesquise na internet e nas lojas físicas. Não esqueça dos sites de usados, às vezes a melhor opção é comprar um seminovo.

Alguns sites podem te ajudar com essa tarefa, como Buscapé, BondFaro, ComparePreços, JáCotei, Shopping UOL, Zoom, OLX e Mercado Livre, para citar apenas alguns.

Também faz parte da etapa de pesquisa conhecer bem o produto que deseja comprar. Sendo assim, saiba a diferença do que te interessa nele e o que são acessórios inúteis.

Não se deixe enganar se o vendedor tentar te empurrar uma venda casada ou outro produto alegando que este é melhor do que o que você deseja comprar. Se o produto pretendido vai atender suas demandas, não há necessidade de gastar mais para obter um “produto superior”.

2. Peça desconto

mulher comprando batatas em uma feira

Em geral, os lojistas cobram um valor acima do lucro embutido no valor da mercadoria para ter uma “gordurinha para queimar”, porém, as lojas não oferecem esses descontos logo de cara, é preciso pedir ou perguntar se tem desconto ou brinde.

Portanto, não seja tímido! Se não perguntar, não vão te dizer ou te oferecer de livre e espontânea vontade nenhuma vantagem. Lembre-se: é do seu suado dinheirinho que estamos falando, proteja-o da melhor maneira que puder.

COMO ECONOMIZAR DINHEIRO A PARTIR DE HOJE: 10 DICAS FUNDAMENTAIS

3. Negocie o preço

pessoas apertando as mãos

Pergunte o preço a prazo e, então, lance a pergunta “Qual o desconto se eu pagar à vista?”. Na hora da negociação, a pesquisa inicial também te ajudará, já que você pode mostrar para o vendedor que conhece o produto e sabe que ele pode ser vendido por um preço menor.

Leve impressa a melhor proposta online que encontrar, isso te dará ainda mais poder na negociação.

4. Pague em dinheiro

pessoa segurando dinheiro nas mãos

Leve sempre dinheiro consigo na hora das compras. Já era prática de mercado dar descontos nos produtos à vista, mas com a recente lei 13.455/2017, esse costume se tornou ainda mais comum, uma vez que a referida lei permite que os preços no cartão de crédito e no dinheiro sejam diferentes, além de permitir tal diferenciação também quanto ao prazo de pagamento.

Outra tática interessante é jogar com o poder do dinheiro. Quando for às compras, tenha em mente um valor para o que deseja comprar e separe esse dinheiro. No momento da negociação, mostre o valor e diga: “só tenho isso, dá para fazer por este valor?”.

Caso o vendedor esteja irredutível e você já tenha chegado a um bom valor, pode fingir que achou mais dinheiro perdido no outro bolso ou, ainda, levar consigo alguém que fará o papel de “te emprestar” o valor restante.

5. Tenha em mente quanto quer pagar

mulher pensando

Algo que pode ajudar com a tática citada no tópico anterior é a de ter em mente quanto quer pagar naquele produto, isso te dará uma margem de negociação e te alertará para o ponto que o negócio deve ser fechado. Por exemplo, imagine os preços:

Na internet: R$ 800,00 o menor preço.

Na loja física: R$ 820,00 o menor preço.

Você deseja pagar: 750,00 no máximo.

Melhor valor: 730,00

Nesse caso, se você conseguir um valor entre R$ 730,00 e R$ 750,00 estará na sua margem de parada da negociação. Isso ajuda bastante, pois ao pedir por descontos indefinidamente ou sem base para negociação, sua estratégia de obter a melhor compra pode não funcionar.

5 DICAS PARA ADMINISTRAR IMPULSOS IRRACIONAIS NO MOMENTO DA COMPRA

6. Não tenha pressa

pessoas fazendo compras

Fazer compras com calma é crucial, já que você vai analisar produtos similares, barganhar com vários vendedores e escolher cores e modelos, dependendo do produto.

Ou seja, vá sem pressa, caso contrário você tenderá a comprar o primeiro produto que lhe for oferecido sem comparar e sem ao menos pedir um desconto.

Além do mais, vendedores são espertos, eles sabem quando você está querendo facilidade e rapidez e se aproveitam para fechar o melhor negócio para as comissões deles.

7. Desconto é desconto

pessoa comprando mangas em uma feira

Não despreze o valor do desconto obtido, por menor que ele seja é um valor que você está poupando. Se você acha que só por custar R$ 15,00 não deve negociar ou pedir um desconto, você está enganado! Qualquer valor de desconto é válido e te ajudará nas suas finanças.

8. Procure locais especializados

loja de sapatos e bolsas

Geralmente, nos centros comerciais as lojas de um determinado gênero estão localizadas em um mesmo espaço. Isso facilita a pesquisa, estimula a concorrência e aumenta suas chances de conseguir um bom desconto!

Por isso, para simplificar sua pesquisa e negociação, procure ir a locais que possuam essas características, pois você poupará tempo, energia e dinheiro.

Eu, por exemplo, quando fui pesquisar preços para comprar os itens para o chá de bebê do meu filho, fui ao centro da cidade e pesquisei em 3 quarteirões de lojas de artigos para festas, comparei mais de 15 lojas, levei os produtos que desejava já previamente anotados e saí perguntando as formas de pagamento e sobre descontos. Demorei uma manhã toda, mas fez a diferença no orçamento da minha festa.

Você pode não acreditar, mas mesmo em locais como esse, onde várias lojas concorrentes se aglomeram, os preços podem variar muito. A título de exemplo, o balão estava na média de R$ 5,50 em quase todas as lojas, mas achei de R$ 6,50 na loja mais cara e de R$ 5,00 na mais barata, eu comprei 7 pacotes e economizei R$ 10,50 em relação ao maior preço.

Vale ressaltar que era exatamente o mesmo balão da mesma marca e nas mesmas cores. Mais uma vez reitero, não existe descontinho, desconto é desconto. Economia é economia, por que pagar mais caro se você pode ter o mesmo produto por um valor menor?

Uso, ainda, outra estratégia, quando não quero sair para “bater perna”. Utilizo o serviço “Street View” do Google Maps e vou até o local onde eu iria presencialmente, pego os número de telefone nas placas e faço a pesquisa de casa mesmo.

Esse método é muito bom e poupa trabalho, mas esse tipo de pesquisa só é válido quando o produto é bem especifico, pois ela tira a liberdade de analisar os produtos similares, uma vez que é difícil escolher algo sem ao menos ver suas características.

9. Busque não comprar lançamentos

pessoa procurando livros em uma loja

Na maioria das vezes, produtos recém-lançados possuem preços bem maiores, que chegam até a ser abusivos, como os preços de alguns celulares no Brasil. A dica é esperar a “onda passar” ou optar pelo modelo anterior.

Comprar produtos que não sejam lançamentos aumentam suas chances de sucesso ao pedir um desconto. Procure também por produtos em liquidação, fim de estoque ou mostruário, até as lojas maiores têm politica de descontos para esses produtos.

10. Seja simpático

mulher sorrindo e fazendo com as mãos o sinal de o.k.

A empatia ajuda na hora da pechincha. Dessa maneira, seja sempre cordial e amigável com o vendedor, isso fará com que ele se sinta à vontade com você e mais propenso a ceder as suas investidas de baixar o preço do produto.

11. Não demonstre muita empolgação

mulher olhando produtos em uma prateleira

Nesse momento, você terá de usar seus dotes artísticos e fingir desinteresse pelos produtos. Faça perguntas sobre formas de pagamento e condições, mostre-se indeciso e sem muitas expectativas.

Mais uma vez, ao se mostrar muito propenso a fazer a compra ou muito entusiasmado o vendedor usará isso contra você e pode ir dando adeus ao seu desconto.

Você pode levar outra pessoa com você que fique colocando dúvidas sobre se você deve comprar ou não, tudo previamente arquitetado para que o vendedor tente te convencer e vá cedendo aos poucos aos seus termos de negociação.

Ou pode fazer uma ligação fictícia e dizer “meu cônjuge não está achando que farei um bom negócio”, “ele(a) acha melhor esperar mais um pouco, pesquisar mais…”. Use o silêncio e expressões de reflexão para demonstrar que ainda não está satisfeito com o negócio proposto.

12. Use frases de efeito

mulher conversando com o vendedor

Bons pechinchadores precisam conhecer algumas frases de impacto para uma pechincha de sucesso, tais como:

– Na outra loja é mais barato.

– Na internet é mais barato.

– O que você pode fazer pra baixar esse preço?

– Até quanto você pode chegar?

– Desconto só com o gerente? Posso falar com ele?

– Eu só tenho X…

– À vista tem desconto? (A mais clássica de todas)

10 PERGUNTAS SOBRE DINHEIRO QUE TODOS DEVERIAM FAZER A SI MESMOS

13. Cuidado com a insegurança

mulher insegura

Uma pesquisa do SPC Brasil mostra que 85% dos brasileiros compram por impulso e o motivo é a insatisfação pessoal motivada pelo descontentamento com a aparência.

Dessa forma, antes de sair, principalmente para comprar itens pessoais como roupas, perfumes, maquiagem, calçados, arrume-se e faça um exercício de autoestima em frente ao espelho. Se não estiver se sentindo arrasador(a), não vá às compras nesse dia.

Quais dessas dicas você já utiliza? Tem outras que funcionem para você? Compartilha com a gente sua experiência, deixe seu comentário! E não se esqueça de enviar esses textos para aqueles amigos que também adoram uma pechincha!

*****

LEIA TAMBÉM:

5 respostas essenciais para quem quer saber como se tornar rico

Por que pagar com dinheiro “dói” mais do que passar o cartão

Você não precisa de tudo – aprenda a diferença entre desejo e necessidade

*****

Curtiu as dicas para uma pechincha de sucesso? Você costuma pechinchar muito? Compartilhe conosco!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo 13 formas de conseguir um preço mais baixo através da pechincha? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários