Investimentos

O que são dividendos?

Pilha de moedas simbolizando o tema Dividendos
Ana Cláudia Inez
Escrito por Ana Cláudia Inez

Entenda como são calculados, como as empresas distribuem e a relação existente entre eles, a bolsa de valores e ações.

O que são dividendos?

Banner convidando para o site do Mobills

Se você tem interesse no mundo das finanças e deseja conhecer modalidades de investimento para além da poupança, provavelmente já se deparou com a palavra dividendos.

Quem já investe na Bolsa de Valores, sabe bastante sobre esse termo. Ele é muito frequente na fala de quem conhece o Mercado Financeiro e alguns investidores são realmente fascinados por esta modalidade.

Se você ainda não sabe o que é dividendo. Sem problemas. Neste artigo, além de entender como funciona este tipo de investimento, você também vai compreender como ele é calculado. Quer aprender mais sobre o tema? Continue lendo e tire suas dúvidas!

O que é dividendo?

Você deve ouvir constantemente no noticiário que a empresa X registrou lucros de vários milhões em um determinado período. Já pensou em receber uma parte destes lucros? É dessa forma que os dividendos funcionam.

Quando uma empresa decide compartilhar parte dos lucros de um período com seus acionistas, ela o faz a partir do pagamento de dividendos. Esse pagamento pode ser trimestral ou anual, por exemplo.

A distribuição dos lucros, ou seja, o pagamento de dividendos, pode ser feita de diversas formas: em dinheiro, em ações e até em propriedade (mas isso é mais raro de ocorrer).

Você pode estar se perguntando agora: por que uma empresa compartilha parte de seus lucros com investidores? Veja bem, algumas empresas possuem ações mais estáveis, isto é, o preço delas não muda muito. Assim sendo, para atrair mais investidores, a empresa oferece dividendos.

Essa atração é feita de forma constante, tanto é que muitas companhias tendem a aumentar os valores pagos em dividendos com certa frequência para deixar seus acionistas contentes e evitar reclamações.

Por outro lado, os investidores acabam se interessando por dividendos pois pode ser uma alternativa interessante de investimento no longo prazo. É por isso que muitas pessoas se interessam em aplicar em dividendos.

Antes de se deslumbrar, já aviso: cada decisão sua deve estar de acordo com seu plano de investimento e precisa ser muito bem pensada antes de ser colocada em prática.

O PASSO A PASSO PARA CONSTRUIR SEU PLANO DE INVESTIMENTOS

Tipos de dividendos

Como eu disse agora pouco, o pagamento pode ser feito de formas diferentes. Veja só como funcionam as possibilidades mais comuns:

Dividendos em dinheiro

Nesse caso, é estipulado um valor em dinheiro ou um percentual por ação em carteira. Ou seja, se você tem 100 ações da empresa, vai receber um valor referente à quantidade de ações que possui.

Uma boa notícia é que os valores pagos desta maneira podem ser reinvestidos para adquirir mais ações daquela empresa.

Dividendos em ações

O próprio nome já indica o funcionamento: nesses casos, os dividendos são pagos por meio de ações adicionais. Assim sendo, em vez de dinheiro, você receberá mais ações para adicionar à sua carteira.

Quer um exemplo? A Vale decide emitir dividendos em ações, sendo que seriam pagas 7 ações para cada 100 que você possuir. Desse modo, se você tem 300 ações da empresa, receberia 21 ações adicionais como pagamento.

Dividendo especial

Essa situação pode ocorrer quando, por exemplo, a empresa vivencia um aumento drástico em seu caixa (digamos, após uma venda bem-sucedida de parte de seu negócio) ou valores ganhos a partir de processos jurídicos.

Por estar ligado a situações atípicas, normalmente isso acontece para além do pagamento dos dividendos regulares.

Como os dividendos são calculados?

Se sua dúvida é sobre o cálculo desse pagamento, eu já dei spoiler ali em cima. Os dividendos costumam ser definidos a partir de um valor por ação. Ou seja, o valor do dividendos pago a você dependerá de quantas ações você possui.

Veja só: se a Petrobras define que pagará R$7 reais por ação como dividendo, um investidor que tem 200 ações da Petrobras receberá um total de R$1400 (200 ações x R$7 por ação).

Outra maneira de calcular dividendos é de acordo com uma porcentagem do preço atual da ação. Por exemplo, se a empresa decide pagar 2% de dividendo por ação e cada uma está valendo R$40, isso significa que um investidor que possui 300 ações receberá no final R$240.

Mais uma forma de fazer esse cálculo é a partir do Dividend Yield. Esse termo se refere ao dividendo anual estimado para uma ação dividido pelo preço daquela ação no momento. Veja como funciona na prática:

Uma empresa possui ações que atualmente estão sendo negociadas a R$60 e oferece pagamento de dividendo anual de R$6 por ação. O dividend yield, nesse caso, seria de 10% (R$6 dividido pelo preço da ação: R$60).

Vale lembrar que os exemplos que dou aqui são fictícios, ok? São apenas para ilustrar e deixar o assunto ainda mais fácil de ser compreendido. Por isso mesmo, não utilize esse valores como base para buscar bons investimentos no mercado.

O melhor a se fazer é estudar o mercado e, se preciso for, conversar com quem possui anos de experiência no assunto. Até porque empresas que oferecem pagamentos com valores altos nem sempre indicam um bom negócio.

COMO INVESTIR EM AÇÕES EM 8 ETAPAS SIMPLES

Imposto de renda sobre dividendos

Uma dúvida que está sempre rondando a mente dos investidores é sobre o Imposto de Renda. Alguns investimentos sofrem incidência do tributo, enquanto outros são isentos. Sabe a boa notícia? Esse é o caso do investimento em dividendos. Eles são isentos para o investidor já que a empresa recolhe o IR antes de repassar o valor aos acionistas.

Apesar de isenção, você deve estar atento pois suas aplicações devem ser declaradas junto à Receita Federal. O caminho é simples: na declaração anual de Imposto de Renda, informe seus dividendos na seção “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”.

Na hora de preencher os dados, coloque o nome da empresa da qual você é acionista e os valores recebidos durante o período.

Se você tiver dúvidas sobre o preenchimento, não tenha vergonha de pedir ajuda. Afinal, é melhor solicitar auxílio agora do que cair na malha fina e acabar pagando multa, não acha?

Vale a pena investir em dividendos?

Essa pergunta é outra que está sempre na ponta língua. A resposta você já deve imaginar: depende. Depende do seus objetivos, depende da empresa que você quer investir, depende das condições vinculadas ao dividendo…

Enfim, já deu para perceber que bater o martelo sobre essa questão depende de diversos fatores, não é? Por isso mesmo, meu conselho é que antes de investir você analise bastante os prós e contras do investimento.

No caso do assunto central deste artigo, muitos investidores gostam de investir em ações que pagam bons dividendos para poder adquirir mais ações daquela empresa. Dessa forma, ele aproveita os valores recebidos dos lucros para aumentar sua carteira de investimentos.

Esse interesse em adquirir mais ações se justifica porque, em muitos casos, os papéis das empresas que pagam bons dividendos podem se valorizar com o tempo. Além disso, as companhias que mantém um negócio sólido costumam aumentar periodicamente a parcela dos lucros distribuída aos seus acionistas.

Preciso avisar que o aumento regular no pagamento de dividendos não é uma garantia. No entanto, esta é uma prática bastante frequente no mercado, já que as empresas querem atrair e reter seus investidores.

Agora que você já sabe o que é dividendo, sugiro que você mantenha essa modalidade no seu radar. Caso surja uma boa oportunidade, você poderá aproveitá-la e ter bons resultados.

De todo modo, preciso dizer mais uma vez: toda e qualquer decisão de investimento deve estar baseada em dados concretos. Nada de achismo! O Mercado Financeiro é um ambiente muito fascinante, mas também oferece risco para aqueles que não são cuidadosos.

Se você está em dúvida sobre quais investimentos fazer, que tal dar uma olhada no artigo onde investir 100 mil reais? Boa leitura!

*****

LEIA TAMBÉM:

Você só precisa de um pouco de atitude para começar a investir

CDB: o que é e como investir?

LCI: Tudo que você precisa saber sobre Letras de Crédito Imobiliário

*****

Curtiu entender o que são dividendos? Pensa em investir em ações? Compartilhe conosco!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo O que são dividendos? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários