O impacto das redes sociais em suas finanças e como resolver esse problema

Banner convidando pra conhecer o Mobills Web

Facebook, Twitter, Instagram, você usa mídias sociais todos os dias. Essas plataformas aumentaram astronomicamente em popularidade na última década em comparação com outros serviços de entretenimento e também causaram um impacto considerável (embora você possa não perceber) nos nossos hábitos de consumo.

Não é nenhum segredo que as mídias sociais tiveram um tremendo impacto em nossas vidas pessoais e relacionamentos profissionais. O Facebook, que já está no ramo a mais de dez anos, festeja com um patrimônio estimado em mais de três bilhões de dólares, graças ao impacto das redes sociais em suas finanças e em sua vida.

Quer alcançar suas metas financeiras? Use o Mobills!

A ascensão das mídias sociais

Embora tenham começado como aplicativos baseados nos interesses do usuário, muitos serviços de mídia social evoluíram para poderosas ferramentas de publicidade.

As empresas consideraram as mídias sociais particularmente eficazes para ajudá-las a se envolver com seus clientes e aumentar a notoriedade da marca em relação aos consumidores. Como resultado, os gastos com mídia social aumentaram drasticamente ao longo dos anos, à medida que as empresas gastam mais dinheiro para alcançar os usuários.

Saiba mais sobre o impacto das redes sociais em suas finanças:

O impacto da publicidade das redes sociais na sua vida

Os consumidores costumam dizer que não são afetados pelas mídias sociais ou outros esforços de campanhas de marketing, mas os dados provam o contrário.

Você já parou para pensar em como estamos gastando nosso tempo e dinheiro? estamos cada vez mais expostos aos anúncios, aqui estão alguns impactos que as mídias sociais podem ter sobre seus gastos.

Anúncios segmentados

A publicidade direcionada permite que as empresas exponham usuários a seus produtos ou serviços antes de serem intencionalmente procuradas.

O Facebook, por exemplo, permite que os anunciantes segmentem as postagens patrocinadas com base em sua demografia geral, como idade e sexo, além de características mais detalhadas, como se você é pai ou proprietário de uma casa.

Esse nível de detalhe significa que você pode não reconhecer imediatamente que o anúncio é um anúncio e pode ser mais receptivo à mensagem do post e mais propenso a se envolver mais com a marca ou gastar dinheiro com o produto da empresa no futuro.

Aprenda como desenvolver a inteligência emocional nas finanças

Prova social

A prova social é um fenômeno psicológico no qual as pessoas olham para o comportamento dos outros em busca de pistas quando não têm certeza de como agir, sob o pressuposto de que o comportamento do grupo reflete uma posição mais privilegiada do que a deles.

Nas mídias sociais, métricas como curtidas no Facebook, seguidores no Twitter e comentários no Instagram tendem a aumentar sua percepção da confiabilidade da empresa e do valor de seu produto ou serviço.

Por exemplo, se você perceber que a mais nova empresa de vestuário tem uma postagem com 10.000 curtidas, talvez você esteja mais inclinado a comprar algo em seu site sem mesmo fazer mais pesquisas sobre a marca.

Dá mesma forma, você procura comprar coisas que nem precisa de lojas que estão em alta nas mídias, pois se todo mundo está usando é porque deve ser bom, se todo mundo está comprando, você tem que provar que faz parte do mesmo ciclo comprando também.

Mas esse tipo de comportamento pode fazer mal suas finanças.

Consumismo: como evitar o excesso de compras por impulso

Comparar e acompanhar

A ideia de ter que acompanhar o que seu vizinho está comprando para evitar se sentir financeiramente fracassado existe há um século, mas é particularmente palpável nessa era de mídias sociais.

Ver as postagens de mídia social de seus amigos o expõe a pessoas que priorizam os gastos, porque são as que têm maior probabilidade de postar sobre compras e férias invejáveis.

Como as pessoas não tendem a postar sobre seus planos de aposentadoria, os usuários ficam com a impressão equivocada de que muitos de seu ciclo social são capazes de pagar compras caras, quando, na realidade, elas não são.

Isso pode levar as pessoas a fazer compras que não podem pagar de verdade e direcionar os gastos para longe de objetivos mais importantes, mas menos interessantes quando se trata de um post no Instagram.

O efeito “mera exposição”

Um conceito psicológico há muito conhecido é chamado de efeito “mera exposição”, em que quanto mais você estiver exposto a algo, seja uma imagem, pessoa ou marca, mais você vai gostar.

Muitos anúncios de mídia social são projetados para criar impressões positivas de uma marca em vez de vender imediatamente um produto e, no longo prazo, o mero efeito de exposição pode levar a uma maior probabilidade de comprar um produto ou serviço dos anunciantes mais expostos, ao invés do que tem o melhor produto.

Como manter o foco, fazer o que é necessário e ter sucesso

Como evitar cair nas armadilhas e ser menos influenciado pelas redes sociais?

celular com aplicativos instalados
Pode ser difícil lidar com o impacto das redes sociais em suas finanças, mas é possível, veja nossas dicas!

A mídia social tem uma influência poderosa e às vezes inconsciente sobre onde você gasta seu dinheiro.

Ele permite que você se torne um comprador mais inteligente, expondo você a mais produtos e serviços que podem melhorar sua vida, mas essa mesma exposição também pode ter impactos prejudiciais em seus hábitos se você não for cuidadoso.

Como um usuário de mídia social inteligente, você deve estar ciente da tentação de fazer compras por impulso e, em vez disso, reservar um tempo para planejar suas compras para garantir que realmente precisa do produto.

Além disso, não assuma que mais seguidores de mídias sociais querem dizer que o produto é melhor, ou que todos ao seu redor têm um estilo de vida mais gratificante do que você. Se você está financeiramente bem preparado, as mídias sociais podem ser divertidas, gratificantes e informativas.

Cada plataforma tem seus efeitos

Embora o Facebook faça você gastar muito dinheiro e por isso você o tenha desativado, todas as outras redes sociais tem o mesmo potencial.

O que você pode fazer?

Então, como você pode ter certeza de que o Facebook não alcança mais fundo em sua carteira e o Pinterest não faz você começar um projeto que você nem precisa?

Defina metas de economia concretas: isso mantém você em alerta e ajuda a resistir mais fortemente ao impulso.

Use mídia social por períodos mais longos, com menos frequência: em vez de fazer login por dois minutos a cada 15 minutos, você pode alocar três blocos de 15 minutos durante o dia para fazer login. Com o passo do tempo, seu uso total gasto nas mídias sociais baixa.

O ciclo emocional de tomada de decisão

Vamos falar sobre o ciclo emocional que muitas pessoas enfrentam quando tomam uma decisão. O conjunto de gatilhos emocionais em torno das decisões de compra e venda pode nos levar a cometer erros dispendiosos.

Por exemplo, você ouve que um amigo seu está se dando bem e acabou de comprar um carro novo, então você começa a se comparar ao seu amigo e tenta seguir os mesmos passos que ele e tomar as mesmas decisões de compra.

Você tenta alcançar a curto prazo, algo que uma pessoa talvez tenha levado meses para conquistar e anos de planejamento, tudo porque você viu um post no Instagram do seu amigo.

Se você repetir esse processo, provavelmente não estará se colocando em uma posição financeira frutífera de longo prazo. Muito pelo contrário. Você provavelmente está reduzindo sua riqueza operando neste ciclo emocional.

Por que isso acontece? Este é um resultado natural das emoções que impulsionam as decisões. Uma das partes mais difíceis de gerenciar seu próprio processo de decisões financeiras é fazer isso sem emoção.

Então, como seu amigo conquistou tudo aquilo que você almeja? Você não tem ideia? As pessoas podem falar sobre alguns pontos de sua vida financeira, mas geralmente não fornecem informações detalhadas. Seu amigo pode ter tido uma experiência muito diferente da que relatou, então não adianta querer seguir o mesmo caminho.

17 hábitos imprescindíveis para uma carreira de sucesso

Conclusão

De itens domésticos comuns a compras divertidas, quase todas as lojas que você compra terá uma página de mídia social. Seguir essas páginas de mídia social pode ser uma ótima maneira de se manter informado sobre as novidades, mas você sabia que elas também podem afetar suas finanças?

Embora as mídias sociais possam ajudar você a economizar dinheiro, elas também podem ajudar você a gastar dinheiro se não tiver cuidado, fique de olho no impacto das redes sociais em suas finanças.

Para diminuir o impacto das redes sociais em suas finanças e tirar esse problema da sua vida, você pode utilizar um aplicativo de controle financeira. O Mobills é um sistema de controle financeiro pessoal online que te ajuda a organizar seu orçamento.

Você pode registrar despesas e receitas e, assim, saberá exatamente para onde o seu dinheiro está indo.

Desse jeito, você nunca vai gastar mais do que deveria e nem olhar para a fatura do seu cartão de crédito e se perguntar como você gastou tudo aquilo.

Inicialmente desenvolvido apenas para smartphones Android, o aplicativo cresceu para a Web e agora também pode ser usado nos dispositivos iOS.

Ainda não é um usuário? Se cadastre agora grátis!

Banner convidando pra conhecer o Mobills Web

Gostou do nosso texto sobre o impacto das redes sociais em suas finanças? É interessante ficar ciente desse tipo de problema para evitar dificuldades futuras, tem alguma experiência com o assunto? Não esqueça de deixar seu comentário!

Comentários