Finanças Pessoais

Como manter a motivação para controlar as finanças pessoais em 2017

Homem subindo uma escada correndo simbolizando o tema motivação para controlar as finanças pessoais
Victor Leitão
Escrito por Victor Leitão

Veja algumas orientações muito interessantes para que você aprenda a turbinar sua motivação.

Como manter a motivação para controlar as finanças pessoais em 2017

Banner convidando para o site do Mobills

Frases como “controlar as finanças pessoais”, “elaborar um orçamento pessoal”, “organizar a vida financeira” e “poupar dinheiro”, quando pronunciadas, costumam causar desconforto em muitas pessoas.

Contudo, com o surgimento de novas tecnologias, tais como aplicativos de educação financeira para celulares, conseguir organizar e controlar as finanças pessoais, bem como juntar dinheiro para realizar um sonho, pode ser mais fácil do que você imagina. Para isso, é necessário aprender a lidar com o cérebro.

O primeiro aprendizado é investir no seu sonho ao invés de pensar exclusivamente em números. Jae Min Lee, professora visitante da Universidade de Ohio, Estados Unidos, realizou uma pesquisa onde concluiu-se que a motivação para a poupança não vem do acúmulo do dinheiro em si, mas da realização pessoal.

Segundo a pesquisa, a vontade em guardar dinheiro para realizar um desejo pessoal pode ser uma motivação maior do que sustentar uma família ou o simples dever de poupar sem um objetivo definido. A escolha reflete basicamente nossas necessidades psicológicas, os diferentes valores de nossas vidas.

Como manter a motivação para controlar as finanças pessoais

 

Como driblar o cérebro para aumentar a motivação?

Há várias pesquisas sobre este tema. Uma delas se transformou em um dos livros mais vendidos no ranking do jornal norte-americano The New York Times. As autoras Ellen Rogin e Lisa Kueng sugerem no livro Picture your prosperity que poupar dinheiro é difícil por dar a sensação de se estar perdendo benefícios como o lazer momentâneo, por exemplo. Sendo assim, é importante fazer uma espécie de “pegadinha com o nosso cérebro.

Em uma pesquisa informal, 50% dos entrevistados declarou que poderia guardar 20% do salário, quando perguntados de forma diferente. O primeiro grupo, quando questionado se poderia poupar esse percentual, respondeu que não. Outro grupo, questionado se poderia viver com 80% do que vive hoje, respondeu que sim.

De acordo com Ellen, a maneira como você questiona traz percepções diferentes para a mente humana. “Quando se fala em guardar, geralmente causa uma sensação de estar perdendo dinheiro. Já viver com menos remete a um reajuste”, afirma.

Aprenda a turbinar sua motivação

– Faça mudanças produtivas em sua casa

Vale lembrar que não se trata de gastos supérfluos, mas de atitudes que representarão uma economia. Qualquer investimento inteligente na sua casa pode gerar poupança.

Um exemplo são as várias famílias que tem optado por plantar verduras ou mesmo pequenas árvores frutíferas em casa. Este investimento, além de ajudar a poupar na conta do supermercado, ajuda a manter a umidade dentro da casa, melhorar o clima em épocas mais quentes e, ainda por cima, melhorar a qualidade do ar.

Um investimento bem feito na sua casa acarreta muitos benefícios, além de motivá-lo com uma melhor qualidade de vida!

– Aproxime-se do seu sonho

Se a sua motivação é uma viagem, coloque fotos do destino desejado na sua casa ou no seu ambiente de trabalho.

Sentindo-se mais perto de concretizar seu desejo, fica mais fácil resistir às tentações de compras desnecessárias.

– Guarde as moedas e trocos

Um passo importante para estimular o controle das finanças pessoais e uma boa poupança é passar a guardar todas as moedas e trocos que você receber, preferencialmente em um lugar visível: pode ser o famoso porquinho, uma jarra, qualquer lugar.

Em algum momento, este cofrinho estará enchendo e você se motivando cada vez mais a poupar. Quando estiver cheio, leve para um banco. Se você não tiver uma conta, abra com o dinheiro desse cofrinho. Se já tiver, automatize depósitos todos os meses para esta poupança, começando aos poucos e aumentando sempre que possível.

– Elabore listas para ajudar na organização

Não apenas listas de compras e presentes, para ajudar a organizar suas finanças. Mas também, listas de metas e objetivos financeiros de curto, médio e longo prazo.

Coloque estes objetivos em lugares que você vai sempre ver, como a área de trabalho de seu computador ou uma agenda de uso diário. Ajuda na motivação saber que aquela poupança tem um objetivo específico e visualizá-lo constantemente te ajudará a manter o foco.

– Pague as contas em dia

É difícil manter a motivação com as contas em atraso, pois os juros pagos todos os meses impedem qualquer tipo de controle e poupança. Se o seu tempo é escasso, há diversas ferramentas que podem ajudar.

O serviço de pagamento de contas automático do seu banco, por exemplo, pode ajudá-lo a obter pagamentos antes da data de vencimento para que você não acumule juros de mora e desencadeie juros mais elevados sobre as contas de cartão de crédito.

O segredo é manter a organização com as dívidas. Para ajudar na motivação, já existem empresas que dão descontos especiais para quem paga com antecedência!

– Automatize sua poupança

Configure a transferência automática da sua conta corrente para a sua poupança. Você pode começar com uma porcentagem do seu salário (5% é um bom começo) ou um valor fixo (R$50-R$100) para ir juntando. Quando você ver aquele valor aumentando, rapidamente vai se motivar a poupar mais e mais.

E assim que tiver um montante de dinheiro maior, busque outras formas de investimento, uma vez que a poupança não é o investimento que melhor remunera o seu dinheiro.

– Diminua as refeições fora de casa!

Além de gastar dinheiro, você deixa de passar tempo de qualidade com sua família em casa, com alimentos mais saudáveis e gastando menos.

Quem é solteiro pode aproveitar o momento de cozinhar em casa para chamar amigos e dividirem as contas das compras, além de ser uma boa oportunidade para colocar o papo em dia.

Para finalizar, lembre-se: a maior parte da motivação em poupar dinheiro vem das melhorias na qualidade de vida. Quem não se preocupa em melhorar as finanças ou está sempre devendo, nunca vai ter dinheiro suficiente para todas as coisas boas que a vida pode proporcionar.

*****

Você sabia que estamos postando 2 textos novos por dia (de segunda a sexta-feira)?  Não perca a oportunidade de ler artigos incríveis, acesse o Portal Mobills diariamente e aprenda cada vez mais sobre todos os temas relacionados às finanças pessoais, empreendedorismo, dicas de produtividade e muito mais!

Leia mais:

Por que você precisa fazer um controle de gastos pessoais

22 dicas essenciais para ajudar você a controlar o orçamento

Como fazer um planejamento financeiro com a ajuda da tecnologia

Você está conseguindo manter a motivação para controlar as finanças pessoais? Tem mais alguma diga para ajudar nesse aspecto? Compartilhe conosco! 

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo Como manter a motivação para controlar as finanças pessoais em 2017? Compartilhe nas redes sociais! A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários

Sobre o autor

Victor Leitão

Victor Leitão

Victor Leitão, coordenador de marketing do Mobills e editor-chefe do Portal Mobills, tem 26 anos, mora em Fortaleza-CE. Formado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Ceará - UFC e técnico em informática pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE. Pesquisador incansável dos temas educação financeira e finanças pessoais. Principais hobbies: assistir filmes/séries, jogar futebol/Dota 2 e viajar.