A educação financeira proporciona uma série de benefícios a quem está disposto a trilhar o caminho do aperfeiçoamento pessoal no trato com o dinheiro.

5 benefícios de manter a motivação no controle das finanças pessoais

Alcançar uma vida financeira saudável é como construir hábitos saudáveis em qualquer outra esfera da vida: dá trabalho, sem dúvidas, mas deve ser feito com dedicação e disciplina.

A natureza do ser humano é essencialmente imediatista, o que deixa ainda mais improvável que as nossas decisões sejam racionais e focadas no futuro, porém, devemos tentar.

Sabe por qual motivo é difícil controlar as finanças pessoais no dia a dia? Pela mesma razão que construir um castelo de cartas é mais complicado que derrubar.

O estado natural das coisas é o caos e na vida financeira também é assim.

Nesse sentido, para ajudar você a manter a motivação no controle das finanças pessoais e ter sucesso financeiro, é necessário lembrar que a educação financeira proporciona uma série de benefícios a quem está disposto a trilhar o caminho do aperfeiçoamento pessoal no trato com o dinheiro.

Em outras palavras, mudar a mentalidade na forma como você lida com o dinheiro é uma atitude essencial para que você possa viver mais e melhor.

Priorizando os valores que lhe são mais importantes, sem descuidar da construção de um patrimônio que lhe dê conforto e segurança.

Dentre os inúmeros benefícios gerados a partir do controle de suas finanças, iremos destacar 5. Veja quais são:

Os 5 benefícios de manter a motivação no controle das finanças pessoais

Família reunida para uma viagem de férias

1. Melhoria da qualidade do consumo

Quem controla as finanças pessoais e educa-se financeiramente, com certeza analisa melhor os gastos, além de fazer melhores investimentos.

Ou seja, essas pessoas fazem seu dinheiro render mais, tendo em vista seus planos de vida.

A combinação do aumento de renda com diminuição das despesas faz com que sobre mais dinheiro para você, ampliando seu orçamento para compras.

Itens sem valor ou com valor supérfluo tendem a ser eliminados de seu orçamento.

Você passa a ser mais seletivo na hora de fazer compras e a consumir com mais qualidade.


Os 15 melhores apps para controle financeiro pessoal


2. Melhor planejamento do seu futuro

Casal de idosos simbolizando planejamento da aposentadoria

Ter sonhos, planos e metas faz parte da natureza do ser humano.

Contudo, nem todas as pessoas têm essa visão muito clara, infelizmente.

Na maioria das vezes, isso se dá por falta de informação, ou mesmo de educação financeira.

O processo de controle das finanças pessoais e do desenvolvimento da educação financeira funciona como um verdadeiro incentivo para que a pessoa busque concretizar os objetivos que tem para o futuro, para que ela invista na realização de seus sonhos pessoais.

E isso acaba sendo uma decorrência natural de suas próprias atitudes, a partir do momento em que ela põe em prática aquilo que lê, estuda e observa.

Banner convidando para pedir o cartão Méliuz

Como dito anteriormente, quem tem controle das finanças investe e consome melhor.

Como resultado, sobra mais dinheiro e também mais tempo para se preparar para o futuro.

Sua vida passa a ter uma direção definida e você tem a certeza de que está no comando.


Como elaborar um planejamento financeiro pessoal incrível em 13 passos simples


3. Vida mais equilibrada

Mulher se exercitando ao ar livre

Um dos principais sintomas de quem não é educado financeiramente é o descontrole nos gastos.

Parcelamento exagerado no cartão de crédito, consumismo, várias tarifas no extrato bancário, trocas desnecessárias de veículos etc.

Outro sintoma se localiza nos investimentos.

Aquisição de ativos que não condizem com seus objetivos financeiros, compra de ações de empresas ruins, más escolhas em compra de imóveis, para citar apenas alguns exemplos.

A educação financeira e o efetivo controle do orçamento pessoal colaboram para que as pessoas possam ter uma vida mais equilibrada.

Na medida em que as decisões de investimentos passam a levar em conta a realização de sonhos e objetivos não-financeiros (compra da casa própria, viagem de férias em família…).

E também mediante a constatação de que os gastos são realizados de uma forma mais consciente, uma vez que é comprado apenas aquilo que é importante para a pessoa e/ou para a família.


10 dicas para usar melhor seu cartão de crédito


4. Maior valor a bens imateriais

Mulheres confraternizando e o sol ao fundo

Quando há um controle das finanças pessoais e uma maior educação financeira, as pessoas passam a perceber que o dinheiro tem um valor limitado.

Com menos preocupações em relação ao endividamento, cartões, aplicações financeiras etc., o educado financeiramente tem mais disposição para curtir aquilo que não tem preço:

  • Um passeio com o filho, uma noite de sono bem dormida, uma conversa com amigos, uma caminhada no parque com a família, dentre outras coisas.

5. Diminuição do estresse

Dedos pintados com carinhas felizes simbolizando menos estresse

As pessoas que possuem um controle do orçamento e das finanças pessoais consequentemente têm um menor nível de estresse.

Isso se deve principalmente ao fato de que com o planejamento adequado elas se preparam de forma antecipada para os problemas que venham a surgir no dia a dia e também para realizar os objetivos familiares.

Por exemplo, situações enfrentadas por todos como doenças, acidentes, pagamento de mensalidades, compra de um imóvel ou carro, viagem em família, entre outras, que tem um grande impacto financeiro na vida de qualquer pessoa, geram estresse elevado quando ocorre o endividamento, por não ter condição de realizar os pagamentos devidos.

Já as pessoas que controlam o orçamento pessoal e se educam financeiramente, absorvem essas situações de uma forma bem mais tranquila.

Isso porque costumam separar uma reserva para emergências ou para realizar seus sonhos, sempre cumprindo os seus compromissos financeiros da melhor maneira possível.

Portanto, pessoas preparadas e controladas financeiramente se estressam menos e automaticamente vivem com menos preocupações.

Logo, elas têm mais saúde nos planos mental, emocional e físico.


Aprenda a montar sua reserva de emergência e proteja-se de imprevistos financeiros


BÔNUS: Melhor conhecimento sobre si

Mulher negra se olhando no espelho

O controle das finanças pessoais é um processo que envolve muitas e variadas reflexões, e que tem como alvo principal a pessoa que está buscando o conhecimento, ou seja, você.

Aquele que se educa financeiramente passa a refletir melhor não só sobre sua relação com o dinheiro, mas também sobre sua relação com as coisas e com as pessoas.

Nesse processo de autoconhecimento, você muitas vezes percebe que está gastando tempo – e dinheiro – demais com coisas, e deixando de lado a convivência com a família e amigos.

A pessoa educada financeiramente passa a desenvolver atitudes e hábitos que, além de fazer bem aos outros, farão bem a ela própria, antes de tudo.

Conclusão

Para finalizar, vale ressaltar que o controle e a educação financeira, evidentemente, não resolvem todos os problemas.

Até porque, nem tudo é resolvido apenas com uma vida financeira saudável.

No entanto, certamente ajudam em muitos e muitos casos, principalmente naqueles em que a raiz do problema está no mau uso do dinheiro.

Esperamos que você se mantenha motivado no controle das finanças pessoais, porque os esforços dessa sua iniciativa de melhorar seus hábitos financeiros logo serão recompensados!

Além disso, caso ainda não tenha começado o seu gerenciamento financeiro, sugiro fortemente que utilize o Mobills para isso.

O aplicativo de controle financeiro mais bem avaliado do Brasil conta com todos os recursos necessários para você fazer um gerenciamento eficiente e completo.

Portanto, se você economizar muito mais todos os meses e começar a realizar os seus objetivos financeiros, não deixe de conhecer o Mobills.

P.s.: Como está sua motivação para o controle financeiro neste momento? Deixe seu comentário, ele é muito relevante, pois ajudará outras pessoas que podem estar em situação parecida.

Além disso, compartilhar experiências e ouvir opiniões sobre elas é sempre muito efetivo para o nosso crescimento!


APRENDA MAIS:

Como manter o foco, fazer o que é necessário e ter sucesso


View this post on Instagram

VOCÊ JÁ DEVE TER COMETIDO ALGUM(NS) ERRO DESSES! ⠀ Não é incomum que tenhamos que superar dificuldades e tomar decisões importantes sobre os mais variados assuntos no dia a dia. Isso nos leva a cometer erros e a nem sempre conseguir tomar a melhor decisão possível. ⠀ Vamos te mostrar os 5 erros financeiros mais comuns e como superá-los! ⠀ 1. Não assumir que está endividado: Boa parte das pessoas só trabalha para pagar dívidas, infelizmente. Pior ainda é que outra grande parte nem consegue pagar as dívidas. Na realidade, essas pessoas veem no consumismo uma “saída” para todas as dificuldades da vida. ⠀ 2. Não controlar os gastos e não poupar uma parte da renda: A dica é óbvia, você deve gastar menos do que ganha e investir pelo menos 10% da sua renda líquida. O primeiro passo para superar esse desafio, é elaborar um bom orçamento. ⠀ 3. Usar o cartão de crédito como extensão da renda: O cartão de crédito é uma ótima ferramenta, mas precisa ser bem administrada. É essencial que se respeite os limites de crédito determinados pelo orçamento pessoal, ao invés do limite oferecido pelo banco. ⠀ 4. Gastar mais sempre que a renda aumenta: O fato de você estar alegre por ter recebido um aumento de salário não pode ser desculpa para que você gaste mais. ⠀ 5. Não aproveitar as oportunidades de investimento disponíveis: Várias pessoas acham que investimento é algo possível apenas para quem tem muito dinheiro. Isso não é verdade e se você pensa assim está sendo seu próprio adversário. ⠀ Embora não seja legal errar, faz parte da vida e temos que aprender a lidar com os erros. ⠀ Curtiu conhecer os erros financeiros comuns? Comete ou já cometeu algum deles? Compartilhe conosco! 😉 ⠀ Siga @mobillsedu e @mobillsapp ⠀ 📲 Ative as notificações! 💙 Deixa seu like. 📌 Se não tem tempo para ler agora, salve este post para ler depois. ⠀ #mobillsedu #aprendizmb #educacaofinanceira #erros #erroscomuns #dicasfinanceiras #financaspessoais #planejamento #controledegastos #viverderenda #orcamento

A post shared by Mobills Educação Financeira (@mobillsedu) on

Postado em: Finanças Pessoais


Escrito por Victor Leitão

Victor Leitão, Líder de Conteúdo e SEO na Mobills. Consultor financeiro pessoal. Pesquisador incansável dos temas educação financeira e finanças pessoais. Formado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Ceará.


Hey, o que você achou desse conteúdo?

2
Deixe um comentário

avatar
2 Tópicos de comentários
0 Respostas do tópico
0 Seguidores
 
Comentários mais recentes
Tópico de comentários mais quente
1 Comentários do autor
A importância de aprender sobre finanças pessoais | Blog de Valor - Finanças e InvestimentosAlex Diel Comentários recentes do autor
  Inscreva-se  
mais novos mais antigos mais votados
Notificar de
Alex Diel
Visitante
Alex Diel

Excelente artigo. Realmente o que acontece na pratica, se levado a sério o orçamento familiar.

trackback
A importância de aprender sobre finanças pessoais | Blog de Valor - Finanças e Investimentos

[…] são pessoas que não têm ideia de como as finanças pessoais funcionam e, por isso, mesmo que acabem tomando as decisões certas, elas estão fazendo isso por […]

Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

logo-mobills-app

Baixe agora para o seu dispositivo

logo-mobills-app
logo-mobills-app
logo-mobills-app