As 7 melhores lições de Stranger Things para sua vida profissional
Por favor, avalie esse Post

As 7 melhores lições de Stranger Things para sua vida profissional

Banner convidando para o site do Mobills

Você já pensou que alguns filmes, até mesmo de ficção, podem trazer boas lições sobre como lidar com a vida, inclusive financeira? E eu não estou falando apenas sobre aprender inglês, viu? Isso porque, para realizar objetivos com sucesso, a receita é a mesma, e inclui ingredientes como: força de vontade, clareza de objetivos, empenho, disciplina, e capacidade de adaptação a situações adversas.

E entrando no clima de Halloween e da estreia da segunda temporada dessa série, o post de hoje são sobre as lições que aprendemos com “Stranger Things”! Um seriado que fez um sucesso estrondoso na Netflix e está de volta para sua segunda temporada no dia 27 de outubro (amanhã)!

Contextualizando…

Para quem não conhece, a história “Stranger Things” se passa na cidade de Hawkins, no estado de Indiana – Estados Unidos, no ano de 1983. Um menino chamado Will Buyers desaparece e seus melhores amigos saem à procura de Will, mas sem querer acabam encontrando Eleven (ou somente El), uma outra criança perdida, e a escondem.

El não fala muito, não diz de onde vem, apenas conta que está fugindo de pessoas más. De quem ela foge, na verdade, é de uma empresa que após fazer experimentos com energia, acaba abrindo um portal para um submundo onde existe um monstro – Demogorgon – que se alimenta de humanos e animais.

A empresa usava Eleven, que tem poderes sobrenaturais, para entrar em universos paralelos e fazer contato com outros seres. Os meninos, El e a mãe de Will não acreditam que Will tenha fugido ou sido morto. Então, durante os oito episódios da temporada, eles investigam o que pode ter acontecido e tentam encontrá-lo.

Com elementos dos anos 1980 e uma história fantástica, “Stranger Things” agrada tanto o público mais velho que vivenciou essa época, trazendo a nostalgia, como o público mais jovem, que com os excelentes personagens interpretados por crianças, fazem qualquer um ficar vidrado.

Mesmo que você ainda não tenha assistido – o que eu sinceramente recomendo – com certeza você já deve ter visto todo o alvoroço em torno da série original da Netflix. E claro que uma trama repleta de um bom suspense, ficção científica e referências ao que há de melhor de Steven Spielberg, Stephen King e até Arquivo X, justificam esse hype todo.

Mas eu estou aqui falando sobre como o seriado é bom e você com certeza deve estar se perguntando: ok, mas qual a relação entre essa série e a minha vida profissional? Por mais incrível que pareça, muita coisa! Além dos emblemáticos e extravagantes personagens, sua estética e tensão narrativa, “Stranger Things” está repleta de lições que podem te ajudar a melhorar sua vida profissional.

Acompanha esse texto até o final porque eu selecionei algumas coisas que podem abrir a sua mente, nesse Halloween.

As melhores lições de Stranger Things para sua vida profissional

 

Nunca desista

Foto dos criadores da série Stranger Things - Matt e Ross Duffer
Matt e Ross Duffer, criadores da série Stranger Things

Nunca desista! Matt e Ross Duffer, criadores da série que hoje faz tanto sucesso, receberam entre 15 e 20 belos “nãos” de grandes emissoras antes da Netflix topar produzir o seriado.

Eles chegaram a pensar em desistir, já que tinham sido rejeitados tantas vezes e não tinham uma grande reputação para se apresentarem perante os produtores da gigante dos streamings, diferente dos outros seriados já produzidos que contavam com nomes de prestígio em sua equipe de produção.

Claro que a história de “Stranger Things” também está cheia de exemplos para esse tópico, mas não podemos simplesmente deixar de lado a história de luta e persistência dos irmãos Duffer, afinal, quem ia imaginar que a Netflix, justo a Netflix, iria produzir uma série com diretores desconhecidos?

Bom, “para chegar onde a maioria não chega, você tem que fazer o que a maioria não faz”. Pode ser difícil, mas se você tem um objetivo, trace uma estratégia e vá até o fim por ele, afinal, quem nunca recebeu um ou 20 nãos na vida, não é mesmo?

De olho no futuro

personagens de stranger things

Sabe aquelas histórias que têm um personagem chato que serve para atrapalhar o andamento do enredo e continuar o seriado? Pois bem, “Stranger Things” não tem isso. Podemos perceber de cara que os personagens são gente como a gente, nada de arquétipos heroicos que exalam coragem, pelo contrário.

Os personagens são complexos e apresentam características, medos, que eu e você também temos, sua principal característica é a disposição de experimentar ideias novas, algumas que parecem até meio estranhas para resolver algum problema, e por isso todos os personagens se desenvolvem bem e de forma rápida.

E você pode fazer o mesmo! Evite executar ações de forma impulsiva, o melhor é fazer um planejamento, analise sua situação e faça um plano de ação, isso não vale somente para sua vida financeira, planejamento pode sim ajudar você a resolver qualquer problema.

Muitas vezes estamos tão focados na resolução de nossos problemas que nos rendemos a resistência, seja na hora de escutar outras opiniões ou execução do seu planejamento.

Trabalho em equipe

personagens de stranger things

“Stranger Things” não se preocupa em dar sustos desnecessários e enganar o espectador. A ideia é que quem está assistindo ao seriado saiba o mesmo que os personagens. E por isso podemos identificar falhas de comunicação entre os personagens, várias pessoas seguem pistas diferentes sem se comunicar umas com as outras, e a trama só se desenrola quando todos começam a se ajudar para solucionar o problema.

O tão sonhado trabalho em equipe nem sempre é fácil de se pôr em prática nas empresas, ter a equipe dos seus sonhos pode depender de inúmeros fatores, temperamento, talentos e compatibilidade dos integrantes por exemplo, nem sempre são fáceis de prever.

Por isso, adotar uma postura de transparência pode ser muito interessante pra você, além de mostrar que está preocupado com o bem-estar das pessoas ao seu redor, vai ajudá-lo a garantir que está tomando a decisão certa. Afinal, todos os membros da equipe podem contribuir com algo importante, mas a soma continua sendo infalível.

Conhecimento é tudo!

barb de stranger things

O conhecimento prévio, a teoria, se combinados com a coragem de arriscar tem grande chance de êxito. Na série, os personagens apesar de muito jovens, são nerds, não no sentido negativo da coisa, eles estão sempre ligados no universo geek, leem muito, investigam e logo colocam em prática o que foi aprendido, isso faz que seus planos tenham uma margem de erro pequena. O chamado risco calculado.

E há quem diga por aí que uma boa estratégia é um misto de conhecimento, inspiração e risco. Afinal, eu e você sabemos que nem sempre as coisas saem do jeito que esperamos.

E quanto a isso não há muito o que fazer, a não ser buscar o máximo de informações, conhecimento e arriscar-se: se as coisas saírem de acordo com o planejado, teremos provado e capitalizado nosso ponto, caso contrário teremos uma lição inestimável. Lembre-se que nem sempre o vencedor é quem leva o melhor prêmio.

Capitalize

personagens de stranger things

O seriado do Netflix tem uma inspiração nostálgica, mas utiliza uma tendência da atualidade, que são os mundos ficcionais. Nos dias de hoje, as séries que mais fazem sucesso são aquelas com detalhes no mundo fantástico, como The Walking Dead e Game of Thrones. E você pode fazer o mesmo: utilizar tendências ao seu favor, dessa forma você consegue potencializar suas chances de sucesso.

Mas já que estamos falando em capitalizar, é fato comprovado, que quando trabalhamos em algo que nos apaixona, o rendimento tende a ser melhor e isso reflete nos resultados finais. Quando algo nos entusiasma, vamos além do dever e o pagamento se converte em uma consequência, não em um objetivo.

Em “Stranger Things”, nossos protagonistas são nerds apaixonados por ciências e RPG´s. Não sabe o que é isso? Calma que eu vou explicar rapidinho. Role-playing game, é um tipo de jogo em que os jogadores assumem papéis de personagens e criam narrativas colaborativamente, no desenrolar dos episódios volta e meia assuntos relacionados a isso aparecem na trama.

E é na hora de enfrentar conflitos mais sérios que Will e seus amigos usam essas paixões como suas grandes aliadas para avançar e não se deixarem vencer pelo desconhecido (diga-se de passagem, bem desconhecido), servindo inclusive como base para sair de algumas enrascadas durante o desenrolar da história. E o que isso tem haver com você? Simples!

Combine conhecimento técnico e paixão pelo que faz para ser um profissional melhor, afinal deve ter algum motivo que te fez escolher o caminho que está trilhando agora, não é?

Confie no seu taco

Joyce Byers e as luzes de stranger things

Pode até soar um tanto repetitivo, mas não se engane, trata-se de uma lição certeira: se há alguém que deve crer no seu trabalho e no que faz antes de todos, é você mesmo. E isso é extremamente importante em “Stranger Things”, pois nossos personagens acreditam nessa voz interior, nesse instinto, que lhes sussurra que não se entreguem, e que muitas vezes guia suas ações por mais inimaginável que seja a situação.

Claro que ninguém é de ferro, e há sim momentos em que o pessimismo toma conta do mercado, da equipe; seus projetos começam a ir por água abaixo e você passa a achar que Murphy resolveu pegar no seu pé, e nessas horas só nos resta acreditar na intuição de que tudo vai dar certo, mesmo que essa intuição esteja muito bem escondida.

Você com certeza já deve ter visto algum meme ou referência às luzinhas piscantes penduradas na parede de Stranger Things, certo? Sem cair em spoilers, podemos afirmar que a personagem de Winona Ryder (Joyce Byers, mãe do garoto desaparecido) teve de ter muita coragem para acreditar em sua intuição e transformar as luzinhas em uma placa de Ouija gigante na sua parede para se comunicar com o outro mundo, mesmo sob o risco de parecer maluca.

Claro que não estou dizendo para começar a desembrulhar suas luzinhas de Natal, mas convenhamos que os loucos são capazes de mudar o mundo.

Derrote o Demogorgon

eleven de stranger things

Como eu já falei inúmeras vezes e se me deixarem vou falar ainda mais, os personagens de “Stranger Things” são super cativantes, desajeitados, e assim como nós tem muito mais dúvidas do que certezas na vida.

A personagem Eleven, por exemplo, é o que se pode chamar de uma super heroína, mas não é do tipo carismática, pelo contrário, ela é tímida e tem dificuldade em confiar nas pessoas, mas sempre faz tudo o que pode pelos amigos. Toda a dedicação não só dela, mas de todos os outros personagens em procurar o Will, é um exemplo de perseverança e motivação de que temos de lutar pelo o que queremos.

Mas se vamos falar de enfrentar seus medos, temos que falar sobre o Mundo Invertido e seus monstros. Até onde sabemos, o mundo que vemos é uma ilusão, é um efeito e não uma causa, é apenas uma parcela da realidade, uma perspectiva. E nisso podemos fazer um pequeno paralelo com a negatividade.

Nós sabemos que o monstro Demogorgon era capaz de encontrar suas vítimas através do sangue, mas o que atraímos para nós quando estamos em uma vibração negativa? Tudo o que corresponde com a mesma vibração, ou seja, todo tipo de monstro, e eles podem ser espirituais ou físicos, pessoas que se atraem por sua fragilidade, sua tristeza e aproveitam para sugar sua energia naquele momento de vulnerabilidade.

Além disso, a negatividade pode virar dor física, o que já envolve sua saúde e com certeza prejudica seu desempenho não só no meio profissional.

Sabe aquela certificação que você tanto almeja? Ou aquele tão sonhado cargo na empresa? Então, assim como em um jogo de RPG, buscar a excelência pessoal, profissional, superar o máximo de limitações e barreiras, tanto de ordem interna como externa, é o segredo para subir de nível e alcançar nossos objetivos.

Superar seus medos não só nos dá tranquilidade, como também nos abre outro panorama que antes para nós era inimaginável.

Jogue seus dados

personagens de stranger things

As crianças de “Stranger Things” possuem um humor constante, uma certa dose de alegria, mesmo nas situações mais graves. Talvez o seu trabalho não seja o mais divertido do mundo, no entanto, já que é nele que você passa a maior parte do seu tempo, porquê não passar bem?

Cada dia é único e valioso e se você é um profissional que tem de lidar com pessoas, por exemplo, todas elas absorvem o melhor e o pior de você, de forma consciente ou não, e o mesmo vale para si mesmo.

E se você é um empreendedor, também vale o recado, fatores como gestão, clima entre a equipe e qualidade de vida, impactam no desempenho dos seus colaboradores tanto quanto o salário.

A humanização do ambiente de trabalho precisa ser uma realidade se você quer ter uma equipe que realmente vista a camisa da empresa, por isso vale a pena se debruçar um pouco sobre o assunto.

E aí, você já assistiu a série “Stranger Things”? Tá preparado para a segunda temporada? O que mais podemos aprender com essa obra de arte das telinhas? Conta pra gente aqui nos comentários!

Vídeo do Canal Mobills no Youtube sobre as lições de Stranger Things

*****

LEIA TAMBÉM:

Descubra quais são as 10 atitudes comuns em pessoas bem-sucedidas

9 atitudes diferentes utilizadas por pessoas bem-sucedidas no dia a dia

Como manter o foco, fazer o que é necessário e ter sucesso

*****

Curtiu as referências e lições de Stranger Things para você alcançar o sucesso profissional? Tirou mais alguma lição da série? Compartilhe sua visão conosco!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo As 7 melhores lições de Stranger Things para sua vida profissional? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

 

Comentários