O que é e como investir em Letra de Câmbio?
Por favor, avalie esse Post

O que é e como investir em Letra de Câmbio?

Banner convidando para o site do Mobills

Entre as diversas opções do mercado, existem possibilidades que muitos investidores iniciantes não conhecem direito.

Na busca por investimentos mais rentáveis que a poupança, é importante estar aberto para descobrir novas oportunidades.

Você vai ver neste artigo uma alternativa de investimento que muita gente ainda não conhece, mas pode ser uma boa pedida para quem deseja valorizar o próprio dinheiro. 

O tema do artigo de hoje é a Letra de Câmbio. Já ouviu falar sobre o assunto? Não? Continue lendo para entender melhor esse tipo de investimento disponível no mercado e compreenda quais são suas vantagens.

O que é Letra de Câmbio?

Também conhecido como LC, esse investimento é um título de renda fixa. Seu funcionamento é bem parecido com o do Certificado de Depósito Bancário (CDB). Só que, em vez de emprestar dinheiro para um banco, você estaria emprestando para uma financeira.

São chamadas de financeiras as sociedades de crédito, investimento e financiamento. Quer exemplos do que são consideradas financeiras? São empresas como Fininvest e Crefisa.

Dessa forma, se você investir em Letra de Câmbio você vai emprestar seu dinheiro a uma financeira e receberá o valor de volta, após o prazo delimitado, com acréscimo de juros.

Uma das grandes dúvidas de quem pretende investir nessa modalidade é quanto ao valor mínimo exigido. Nesse caso, a quantia é um pouco maior do que se comparada a outros tipos de investimento.

Para aplicar em LC e ter bons rendimentos, o valor mínimo costuma girar em torno de R$ 30.000. Se você puder investir um valor maior, a partir de R$ 50.000, será melhor ainda. Isso porque as taxas costumam ser melhores para investimentos a partir deste patamar.

No que se refere ao prazo de investimento, a Letra de Câmbio não possui prazo mínimo e, portanto, pode ser uma aplicação tanto de curto quanto de longo prazo. No entanto, quanto mais tempo você investir, maior será seu rendimento e menor será a alíquota a ser paga ao Imposto de Renda.

Um detalhe importante que você deve ter atenção é quanto à carência. Esse prazo indica o tempo em que você tem obrigação de manter seu investimento, ou seja, o período em que você não poderá solicitar o resgate do valor.

Caso ocorra alguma emergência e você precise resgatar o dinheiro antes da hora, você deverá vender seu título para outro investidor. Apesar de ser uma solução para o problema, esse caminho pode não ser interessante porque a rentabilidade do investimento poderá ser comprometida.

Se você não abre mão de poder acessar seu dinheiro sempre que necessário, você pode procurar por títulos que oferecem liquidez diária. Nesses casos, você pode ganhar menos em rentabilidade, mas terá a chance de resgatar o dinheiro quando quiser.

Como funciona o rendimento da Letra de Câmbio?

O investimento em LC pode ter três tipos de rendimento. Cabe a você definir qual deles é o mais interessante para atingir seus objetivos.

LC prefixada

Neste caso, você sabe o retorno que vai receber com o fim do contrato já no momento da aplicação. É preciso ficar atento na hora de definir a taxa, pois você corre o risco da remuneração combinada não ser tão interessante no futuro.

Por exemplo, se você contratar uma LC prefixada de acordo com a taxa Selic em 10%, você precisa analisar se o mercado apresenta chances de a taxa subir no futuro próximo. Se não, você pode acabar com um título de rentabilidade abaixo do esperado.

LC pós fixada

Esta é a modalidade considerada mais segura para o investimento em Letra de Câmbio. Este tipo não te permite saber exatamente a rentabilidade ao final do investimento, mas você consegue ter um valor aproximado.

Isso é possível porque a LC pós fixada tem remuneração atrelada a uma porcentagem do CDI (uma taxa que ocorre entre bancos) e, portanto, oscila de acordo com o Mercado Financeiro.

LC híbrida

O próprio nome já indica: a LC com rendimento híbrido tem uma parte de seus retornos vinculados aos juros e outra parte atrelada a um indicador econômico, que costuma ser o CDI ou a inflação. Por causa dessa característica, a rentabilidade nesse caso também pode variar de acordo com a movimentação do mercado.

Independentemente do rendimento escolhido, se você busca melhores taxas de retornos uma boa dica é pesquisar entre instituições menores. Isso porque, para conquistar os investidores, essas financeiras de menor porte costumam oferecer taxas mais atrativas.

Por causa disso, você pode ficar com um pé atrás de aplicar seu dinheiro em uma instituição menos renomada. Mas fique tranquilo, vamos te explicar quais os riscos reais de investir em Letra de Câmbio.

VOCÊ SÓ PRECISA DE UM POUCO DE ATITUDE PARA COMEÇAR A INVESTIR

Quais os riscos de investir em LC?

Vou direto ao ponto: o risco do investimento nessa modalidade é praticamente nulo. E digo isso com convicção porque a Letra de Câmbio é assegurada pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

O FGC é uma organização que protege seu capital em até R$ 250.000 por CPF e instituição. Isso quer dizer que, mesmo se a financeira que você investiu quebrar, o FGC garante que você vai receber seu valor de volta de acordo com as condições acima.

A boa notícia é que a proteção do FGC pode cobrir também a rentabilidade do seu investimento até o momento em que a financeira declarou falência. Ou seja, além do aporte inicial, você também pode receber o rendimento do investimento.

Outro medo recorrente entre os investidores é sobre o risco de não receber o pagamento. Isso porque uma financeira empresta dinheiro a outras pessoas e, caso elas não paguem os valores devidos na hora certa, você entende que não conseguirá receber seu dinheiro, certo? Errado.

Se uma pessoa que pega dinheiro emprestado com a financeira não conseguir honrar o compromisso, seu investimento não é comprometido. O prejuízo, nesse caso, deve ser absorvido inteiramente pela financeira, sem trazer dor de cabeça para você.

Assim sendo, o medo que você tinha de investir em uma instituição menor já não faz mais sentido. Afinal, tanto as financeiras grandes quanto as pequenas estão seguradas. De toda forma, sempre vale a pena verificar se a instituição do seu interesse está devidamente registrada nos órgãos competentes.

Letra de Câmbio: prós e contras

Agora que você conheceu a LC e já entendeu como ela funciona, que tal fazer uma retrospectiva de tudo que falei? Veja a seguir os pontos positivos e negativos do investimento em Letra de Câmbio:

Pontos positivos

  • Rende mais que a caderneta de poupança
  • Tem proteção do FGC para até R$ 250 mil
  • Pode ter liquidez diária
  • Oferece diferentes tipos de rendimento
  • Instituições menores podem oferecer taxas melhores

Pontos negativos

  • Demanda aporte inicial mais alto do que LCI e outros investimentos
  • Pode exigir prazo de carência
  • Tem incidência de Imposto de Renda

 

Gostou de aprender mais sobre a Letra de Câmbio? Esta é apenas uma das diversas oportunidades que o Mercado Financeiro tem disponível para você.

Pesquise as possibilidades que essa modalidade pode te oferecer e quem sabe ela passa a fazer parte do seu plano de investimentos?

*****

LEIA MAIS:

Será que vale a pena investir por conta própria?

LCA: como investir na Letra de Crédito do Agronegócio?

Onde investir 10 mil reais e aumentar seu patrimônio

Veja onde investir 5 mil reais e ter uma boa rentabilidade

Boas opções para você que quer saber onde investir 1.000 reais

*****

Curtiu entender o que é e como funciona a LC? Investe nesta modalidade? Vai começar a investir? Compartilhe conosco!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo O que é e como investir em Letra de Câmbio? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários