A gestão financeira e os investimentos no mercado de capitais para multiplicar a fortuna foram estratégias utilizadas por grande parte desses bilionários.

Saiba quem são os 10 homens mais ricos do mundo em 2020 e o valor de suas fortunas

Segundo o ranking da Bloomberg, atualizado diariamente e consultado dia 07 de fevereiro de 2020, as maiores fortunas do mundo pertencem a:

  1. Jeff Bezos (Amazon)
  2. Bill Gates (Microsoft)
  3. Mark Zuckerberg (Facebook)
  4. Bernard Arnault (LVMH)
  5. Warren Buffett (Berkshire Hathaway)
  6. Steve Ballmer (Microsoft)
  7. Larry Page (Alphabet)
  8. Sergey Brin (Alphabet)
  9. Amancio Ortega (Zara)
  10. Carlos Slim (América Móvil)

Neste artigo, vamos explorar aspectos da biografia de cada um deles, bem como sua jornada para o sucesso.

Dessa maneira, sugiro que você continue lendo e descubra como esse bilionários chegaram onde estão.

Homens mais ricos do mundo em 2020

1. Jeff Bezos

Foto de Jeff Bezos

Fortuna Estimada: US$ 143 B

Idade: 56 anos

País de origem: Estados Unidos

Empresa: Amazon

Jeff Bezos se destacou durante toda sua vida escolar e acadêmica, ganhando diversos prêmios e honrarias pela sua inteligência.

Formado em engenharia elétrica e ciência da computação por Princeton, seu primeiro emprego foi em uma startup.

Banner convidando para pedir o cartão Méliuz

Nesta época, ele declinou convites de empregos em grandes empresas (como a Intel), que demonstraram interesse em tê-lo como funcionário devido ao seu já citado brilhantismo acadêmico.

Depois de trabalhar por alguns anos como empregado e ouvir rumores que a Internet estava crescendo 2.300% ao ano, com esse número em mente, Jeff decidiu que queria ter um negócio online.

Em 5 de julho de 1994, a Amazon.com foi criada, não com esse nome inicialmente, que viria a mudar meses depois.

Os primeiros investidores do negócio foram seus pais, que aplicaram US$ 300 mil no negócio e este foi o capital de criação da empresa.

Atualmente, Bezos possui menos de 20% da Amazon, porém, fundou a “Blue Origin” que é uma startup de exploração espacial.

Além disso, Jeff recentemente assumiu o controle do “The Washington Post”, mostrando seu interesse em diferentes ramos de negócios.


25 franquias baratas e lucrativas para quem quer começar a empreender, mas não tem ideias de negócios


2. Bill Gates

Foto de Bill Gates

Fortuna Estimada: US$ 105 B

Idade: 64 anos

País de origem: Estados Unidos

Empresa: Microsoft

Bill Gates, assim como Jeff Bezos, se destacou pela sua inteligência acima da média.

No entanto, sua personalidade introspectiva afetava profundamente sua vida social.

Por muitos anos, Gates foi um menino sem amigos, até que depois de fazer um teste nacional de matemática e tirar a maior nota do Estado (inclusive maior do que a dos alunos de séries superiores), Paul Allen – presidente do clube de computadores da escola – soube da façanha e o convidou para participar do clube.

Começou, então, uma amizade entre Bill e Allen, que futuramente também viria a ser sócio-fundador na Microsoft.

A Microsoft nasceu anos depois do início da amizade, quando Paul Allen alertou a Bill que o mercado de computadores estava ascendendo e que os dois precisavam participar dessa levada.

A partir daí, o negócio dos dois só cresceu e teve seu boom com o fechamento do contrato com a IBM.

Esse ponto do histórico da empresa mostra não só a genialidade de Gates para programação, como também seu tino para negócios, pois o MS-DOS vendido para IBM foi comprado de uma pequena empresa por US$ 5 mil e vendido por US$ 8 milhões de dólares, após algumas poucas alterações.

Em outros pontos da biografia de Gates, percebe-se essa vontade de estar em posição de vanguarda.

Algumas de suas estratégias, como a compra de empresas menores que ameaçavam o domínio de mercado da Microsoft, foram amplamente criticadas.

Entretanto, garantiram a manutenção do império criado por Bill Gates.

3. Mark Zuckerberg

Foto de Mark Zuckerberg

Fortuna Estimada: US$ 80,5 B

Idade: 35 anos

País de origem: Estados Unidos

Empresa: Facebook

Filho de uma psicóloga e de um dentista, Mark Zuckerberg sempre gostou de tecnologia e sua paixão ganhou novos contornos quando ganhou do pai o livro “C++ para leigos”, que ensinava a programar de uma forma didática.

Começou, então, a criar seus códigos, produzindo, inclusive, alguns jogos e projetando uma intranet em sua casa, a qual possuía comunicação com o consultório de seu pai.

Entrou para uma das faculdades mais prestigiadas dos Estados Unidos: Havard.

Um tempo depois, criou o “Facemash”, um site que comparava estudantes de sua faculdade para que os usuários escolhessem a mais bonita dentre duas opções.

As fotos das garotas foram tiradas dos arquivos hackeados da faculdade (que dentro de pouco tempo conseguiu tirar o site do ar).

Contudo, Mark havia ficado com informações dos estudantes, como os e-mails, o que foi um dos pontos cruciais para o Facebook lograr êxito em sua estratégia de rede social.

A ideia inicial era fazer uma rede social apenas para os alunos de Havard, mas com o potencial do negócio e as oportunidades que surgiram com ele, Zuckerberg logo mudou sua concepção e estratégia visando uma plataforma de alcance mundial.

Não é necessário dizer que ele conseguiu tal feito.

Hoje, o Facebook não apenas é uma rede social que vem conseguindo se manter fazendo frente à concorrência, como a marca adquiriu diversas outras empresas como: Whatsapp e Instagram.


Conheça 15 canais de finanças pessoais do YouTube para aprender tudo sobre dinheiro


4. Bernard Arnault

Foto de Bernard Arnault

Fortuna Estimada: US$ 75,2 B

Idade: 70 anos

País de origem: França

Empresa: LVMH (Louis Vuitton Moët Hennessy)

O homem mais rico da Europa é controlador do grupo que gerencia mais de 70 marcas famosas como Dior, Givanchy, Sephora, que geram um faturamento anual de US$ 53 bilhões.

Incluso neste número, está o faturamento das mais de 4.500 lojas de varejo do grupo.

Diferentemente de Bezos e Gates, que vinham de famílias comuns, Arnault é herdeiro de um magnata da construção civil francesa.

Mesmo não atuando na área, o financiamento das empresas da família e seus contatos como homem influente da sociedade foram decisivos para sua primeira aquisição.

Na época, o conglomerado dono da marca Dior estava sendo controlado pelo governo, por estar à beira da falência.

Arnault entrou na disputa para assumir o grupo e foi escolhido para colocar de pé o império em colapso.

Para tal, ele levantou US$ 15 milhões com sua própria família e mais US$ 45 milhões com outros parceiros para ajudá-lo nessa difícil tarefa.

Com o tempo, Bernard se especializou na aquisição e recuperação de empresas com dificuldades financeiras.

Assim, ele multiplicou sua fortuna e fortaleceu o conglomerado do qual é CEO, congregando as maiores marcas de luxo.


20 fatores importantes para ajudar você a montar um negócio de sucesso


5. Warren Buffet

Foto de Warren Buffet

Fortuna Estimada: US$ 66,7 B

Idade: 89 anos

País de origem: Estados Unidos

Empresa: Berkshire Hathaway

Filho de um corretor de ações e leitor voraz, assim como os três perfis anteriores, Warren Buffet desenvolveu desde muito jovem seu espírito empreendedor.

Desenvolveu negócios revendendo refrigerantes para seus amigos, entregando jornais e até comprando máquinas de jogos usadas, mas que ainda funcionavam, posicionando-as em locais estratégicos e cobrando das crianças para que elas jogassem.

Todo esse empreendedorismo fez com que ele conseguisse comprar uma fazenda antes mesmo de terminar o ensino médio, empregando pessoas na mesma e gerando lucros para si.

Depois de já formado na faculdade, Buffet trabalhou diretamente com um de seus professores, Benjamin Graham, um dos maiores ícones de investimentos que já viveu.

Sua primeira empresa, uma holding de investimentos chamada Buffet Patnership, tinha patrimônio inicial de US$ 105.100,00 e após 6 anos já havia se transformado em US$ 7.000.000,00.

Alguns anos mais tarde, a sociedade foi desfeita e Buffet assumiu o controle da Berkshire Hathaway.

Ele a transformou em uma controladora de outras empresas de diversos ramos como: ferrovias, empresas de produção de doces, aspiradores de pó, vendas de jóias, jornais, lojas, artigos de decoração, enciclopédias, fabricação e distribuição de uniformes, bem como vários serviços públicos de gás e energia elétrica.

6. Steve Ballmer

Foto de Steve Ballmer

Fortuna Estimada: US$ 66,3 B

Idade: 63 anos

País de origem: Estados Unidos

Empresa: Ex-CEO Microsoft

Formado em economia e matemática por Harvard, conheceu Bill Gates na universidade.

O fundador da Microsoft viria a convidá-lo a assumir o cargo de diretor administrativo anos mais tarde, em 1979.

Dentro da empresa, Ballmer presidiu diferentes divisões como: operações, desenvolvimento de sistemas operacionais, vendas e suporte.

Em 1998, ascendeu à presidência da Microsoft e em 2000 foi nomeado presidente do conselho de administração, assumindo a totalidade da responsabilidade de gestão da empresa.

Em fevereiro de 2014, Ballmer deixa a empresa para se aposentar, mas sai como maior acionista da Microsoft.

Após sua saída do mercado corporativo, Steve adquiriu o Los Angeles Clippers, uma franquia da NBA, liga norte-americana de basquete.


Franquias: um guia completo sobre o assunto com 119 opções (para todos os bolsos)!


7. Larry Page

foto Larry Page

Fortuna Estimada: US$ 65,4 B

Idade: 46 anos

País de origem: Estados Unidos

Empresa: CEO Alphabet

Larry é filho de um programador e uma instrutora de programação, cresceu, assim, rodeado de tecnologia.

Em uma visita a Stanford, com um grupo que desejava fazer doutorado na instituição, conheceu Sergey Brin, que viria a ser seu amigo e sócio na fundação da Google.

Dentro de um mesmo grupo de pesquisa, o “Stanford Digital Library Project”, Larry decidiu que seria interessante estudar a estrutura da web para seu projeto de doutorado, logo Brin se interessou pelo projeto e começou a ajudá-lo.

Eles perceberam que as páginas dos sites eram cheias de links e começaram a catalogar esses caminhos.

Em 1996, esta pesquisa acadêmia se transformou em um buscador chamado “BackRub”.

Outros mecanismos de pesquisa já existiam, mas nenhum deles usava o algoritmo (Pagerank) que procurava por links e categorizava os sites por relevância.

Mais tarde, em setembro de 1998, é oficialmente fundada a Google.

Nos anos iniciais, os fundadores tentaram vender a empresa em diversas ocasiões para concorrentes como o “Excite” e “Yahoo”, sem sucesso.

Nos anos seguintes, a empresa cresceu tanto que os fundadores decidiram criar uma holding que agregaria todas as marcas ligadas à Google, a Alphabet.

Atualmente, Page é CEO da Alphabet e Sergey é diretor da mesma.


9 dicas fundamentais para quem quer saber como iniciar um negócio próprio


8. Sergey Brin

Foto de Sergey Brin

Fortuna Estimada: US$ 63,4 B

Idade: 46 anos

País de origem: Rússia /Nacionalidade: Americana

Empresa: Diretor Alphabet

O pai de Sergey é professor universitário e sua mãe é especialista da Nasa (Agência Espacial Americana).

A família emigrou para os Estados Unidos em 1979, fugindo do antissemitismo da extinta União Soviética.

Formado em matemática e ciência da computação pela universidade de Maryland, além de mestre pela Stanford, Sergey conheceu Larry Page nesta última, no programa de doutorado, que não foi concluído, pois o Google surgiu e tanto o caminho de ambos quanto os planos mudaram.

Larry e Sergey cogitaram a hipótese de vender a empresa e voltar aos estudos.

Porém, o valor cobrado (de 5 milhões de dólares) foi considerado alto pelos possíveis compradores.

Hoje, a holding vale mais de 290 bilhões.

9. Amancio Ortega

Foto de Amancio Ortega

Fortuna Estimada: US$ 50,7 B

Idade: 83 anos

País de origem: Espanha

Empresa: Zara

Diferentemente da maioria dos outros nomes dessa lista, Ortega não nasceu em uma família de classe média ou alta, ele teve uma origem humilde.

Inclusive, abandonou os estudos com 11 anos para trabalhar e ajudar no sustento da família.

Seu primeiro empreendimento foi uma confecção de roupões para mulheres, empresa da qual eram sócios seus irmãos e sua primeira esposa.

Esta empresa foi o embrião para a futura marca Zara, que nasceria uma década depois.

Uma das grandes ideias que levou a Zara ao seu sucesso internacional foi a de “fast fashion”, que buscava levar aos consumidores – em um curto espaço de tempo e a preços acessíveis – as últimas tendências das passarelas.

No entanto, Ortega não é apenas um empresário do ramo de varejo bem-sucedido.

É também dono de uma grande imobiliária e investe pesadamente em imóveis, tanto que alguns escritórios de grandes empresas como Amazon e Facebook ficam em prédios do empresário.

10. Carlos Slim

foto de Carlos Slim

Fortuna Estimada: US$ 42,8 B

Idade: 80 anos

País de origem: México

Empresas: América Móvil e Grupo Carso

Carlos Slim, também chamado de “Midas” por transformar empresas à beira da falência em lucrativos empreendimentos, é o homem mais rico do México.

Criado em uma família em que os assuntos financeiros eram tratados com seriedade, Slim, assim como seus 5 irmãos, anotava seus gastos semanalmente e os submetia ao patriarca.

“Dinheiro que não é empregado nos negócios, evapora.” (Julián Slim Haddad, pai de Carlos Slim)

Sendo assim, aprendeu desde muito cedo o valor do dinheiro e como fazê-lo, tanto que com 10 anos já tinha uma conta-corrente e aos 12 começou a trabalhar na empresa da família.

Formado em engenharia civil, não chegou a exercer a profissão, abrindo uma corretora de valores logo após se formar na faculdade.

Com o foco nos ensinamentos de seu pai, Slim, sempre juntava dinheiro para multiplicá-lo no futuro.

Aos 25 anos, adquiriu uma imobiliária e uma engarrafadora.

Ampliando o leque

Um tempo depois, aumentou seus negócios comprando uma gráfica, uma mineradora e uma fábrica de cigarros.

A junção dos negócios deu origem ao grupo Carso. Nesta época, sua fortuna estava próxima dos 40 milhões de dólares.

Apenas em 1991, ele entraria para o ramo que o deixaria bilionário, a telefonia.

Adquiriu a Telmex, um monopólio estatal do ramo, e pode operá-lo sem concorrência por 6 anos.

Esse monopólio provisório permitiu que Slim tornasse a Telmex novamente lucrativa e diversificasse ainda mais seus negócios ao entrar no mercado da banda larga e venda de computadores.

Com o passar dos anos, a Telmex transformou-se em América Móvil e é dona de empresas como Claro, Net, Embratel e Nextel, estando presente em 25 países.

Além disso, o grupo Carso continua operando.

E, dentre os negócios já citados, adquiriu ao longo dos anos uma petroleira, lojas de roupas, restaurantes, entre outros empreendimentos.

Conclusão

Em várias das biografias mencionadas, pode-se perceber a questão da gestão financeira e dos investimentos no mercado de capitais para multiplicar as fortunas desses homens que já são bilionários.

Portanto, aprenda com o exemplo de quem chegou ao topo.

Não deixe de controlar seus gastos, guardar uma parte do que ganhar e reinvestir, seja em um negócio próprio seja em negócios de terceiros.

O Mobills pode te ajudar nessa empreitada.

Baixe o melhor app de finanças pessoais do Brasil, comece a gerenciar suas finanças e foque em multiplicar seu patrimônio.

P.s.: Gostou do artigo sobre os homens mais ricos do mundo? Então, compartilhe nas suas redes sociais.

P.s.2: A sua opinião é muito importante para nós! Sendo assim, sugira novos temas, deixe seu comentário.


APRENDA MAIS:

Resenha/Resumo do livro Os Segredos da Mente Milionária

Postado em: Estilo de Vida


Escrito por Ariane Lopes

Ariane Lopes, redatora do Portal Mobills. Formada em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Ceará - UFC e Pós-graduanda em Gestão Pública pela Universidade Católica Dom Bosco - UCDB. Pesquisadora incansável dos temas educação financeira e finanças pessoais. Principais hobbies: assistir documentários, ler, organizar eventos e viajar.


Hey, o que você achou desse conteúdo?

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

logo-mobills-app

Baixe agora para o seu dispositivo

logo-mobills-app
logo-mobills-app
logo-mobills-app