Investimentos

5 hábitos que podem atrapalhar seus investimentos

Mão com dólar simbolizando o tema Hábitos que podem atrapalhar seus investimentos
Ana Cláudia Inez
Escrito por Ana Cláudia Inez

Qualidade de vida tem tudo a ver com a sua postura, principalmente em relação aos investimentos.

5 hábitos que podem atrapalhar seus investimentos

Banner convidando para o site do Mobills

Às vezes pisamos na bola sem querer. Você provavelmente precisa reconhecer um erro e pedir desculpas de vez em quando, não é? Isso acontece com todo mundo. Mas enquanto algumas coisas não podem ser mudadas, outras podem ser evitadas para não acontecerem novamente.

Pior do que errar é repetir o mesmo erro, concorda? Isso vale para seus relacionamentos, para o trabalho e, claro, para o seu bolso. Ninguém quer perder dinheiro, mas muitas vezes acaba tendo despesas que na realidade poderiam ser bem menores.

Abusou do cheque especial e ficou enrolado com os juros altos? Nada de cair nessa armadilha no próximo mês. Aplicou dinheiro na poupança e ficou desapontado com o rendimento? Bem, existem opções melhores que a caderneta. Por que não aproveitá-las?

Se você quer saber como cuidar melhor dos seus investimentos e parar de prejudicar seu bolso, fico feliz com a notícia. Veja, então, 5 hábitos que podem estar te impedindo de atingir seus objetivos financeiros.

Hábitos que podem atrapalhar seus investimentos

1. Não controlar as finanças

O primeiro tópico é bem óbvio, mas muita gente ainda insiste em deixar o controle financeiro para lá. No entanto, ele é essencial para ter investimentos bem-sucedidos. Afinal, você precisa ter o que investir.

Se você não consegue manter as contas sob controle, dificilmente vai poder juntar uma quantia interessante para investir em boas aplicações financeiras. Sem contar que, se controle financeiro exige disciplina, para ser um investidor essa atitude é ainda mais importante.

Por isso eu digo: trate suas finanças como prioridade. Enquanto continuar deixando-as em segundo plano, será muito mais difícil investir e ter bons resultados. Aquela festa mais cara do que seu orçamento ou a roupa que você comprou fora do planejado podem ter um preço ainda mais alto lá na frente.

2. Não entender o mercado

Você não pode trabalhar como dentista se não tiver o conhecimento adequado para isso. Esta imprudência poderia colocar em risco o sorriso de muitas pessoas. Agora vamos pensar que no lugar de dentes e gengivas você vai tratar de dinheiro. Do seu, mais especificamente.

Você confiaria aquele capital economizado com esforço nas mãos de alguém que não faz a menor ideia do que está fazendo? Espero que não. Então, por que você vai começar a investir sem saber nada sobre o mercado?

Eu bato bastante na tecla sobre a importância do conhecimento e do aprendizado. Você não precisa se tornar um expert e se formar em Economia para ser um bom investidor. Porém, é fundamental que você entenda como o mercado funciona e como explorar essa dinâmica a favor das suas finanças.

Aproveite que a internet tem facilitado o acesso à informação de qualidade. Mas não vá acreditando em tudo que lê por aí. Confie em pessoas e sites que têm experiência no assunto e sabem, de fato, o que estão fazendo.

Quer entender por que a poupança pode não ser um bom negócio? Você consegue em poucos cliques. Tem interesse em investir em Renda Fixa, mas tem muitas dúvidas sobre como começar? Certeza que você consegue aprender sobre isso e muito mais, se souber onde procurar.

3. Investir sem pensar

Essa dica é para quem é apressado ou ansioso. Se você não gosta de pensar demais e prefere decidir tudo na hora, melhor repensar esse hábito em relação ao seu dinheiro. Decisões importantes não devem ser feitas às pressas.

Eu sei que muitas pessoas não se sentem confortáveis ao falar de dinheiro e não gostam muito de investir. Só que mesmo que essa atividade não seja prazerosa para você, é importante desenvolvê-la com paciência e planejamento.

Se a vontade de se livrar logo do compromisso for maior que a sua dedicação para alcançar seus sonhos, sinto informar que temos um problema. Traçar um bom plano de investimento é essencial para que lá na frente você consiga viver com mais qualidade de vida e do jeito que sempre quis.

O PASSO A PASSO PARA CONSTRUIR SEU PLANO DE INVESTIMENTOS

4. Aplicar tudo em um mesmo lugar

Vamos supor que você conseguiu economizar uma boa quantia e agora está pensando onde investir. A dica mais importante que posso dar é: não considere apenas uma opção e sim várias.

O que isso quer dizer? Bem, existe uma coisa no mundo das finanças chamada diversificação de carteira. Ela é uma forma de organizar seu dinheiro em diferentes modalidades de investimento para aumentar as chances de retorno e amenizar os riscos.

Daí a importância do planejamento. Somente quando colocar seus objetivos e necessidades no papel você poderá definir quais aplicações são mais adequadas para compor sua carteira.

A diversificação é um método muito bom para te ajudar a ter bons resultados e diminuir os riscos. Quer um exemplo? Se você decide investir R$10.000 e coloca tudo em uma aplicação só, digamos em ações de uma mineradora, as chances de ter um retorno ruim ficam maiores. Isso porque, se o preço do minério de ferro cair no mundo todo, a empresa provavelmente será afetada e suas ações tenderão a cair.

Agora, se você investir uma parte em ações da tal empresa de mineração, somente um percentual do seu capital poderá ser prejudicado. Enquanto isso, suas outras aplicações continuarão rendendo conforme você planejou. Melhor assim, não é?

5. Deixar suas aplicações de lado

O hábito negativo que, infelizmente, muita gente ainda possui é investir e depois “esquecer”. Você deve acompanhar sempre as suas aplicações, mesmo as que são consideradas de baixo risco, como o Tesouro Direto. De que outra forma você conseguirá saber se está tudo rendendo conforme você espera?

Lembra do exemplo que acabei de dar no item anterior? Já pensou se você deixasse seu dinheiro aplicado nas ações da mineradora e não ficasse nem sabendo da queda de preço? O estrago poderia ser bem grande. Contudo, se você ficar sempre atento, é possível agir antes que tudo vá por água abaixo.

A razão primordial para acompanhar tudo de perto é poder reagir a tempo de evitar uma perda excessiva. Eu sei que ninguém quer perder nem 1 real, mas isso infelizmente pode acontecer. E aí imagino que você vai concordar comigo que é melhor perder 1 real do que perder metade do seu capital, não é mesmo?

Não quer perder dinheiro? Nem eu. Por isso, evito esses 5 hábitos que acabei de citar por aqui. Não posso prometer que nunca mais você vai precisar se preocupar com quanto tem na conta, mas garanto que vai ficar mais fácil alcançar seus maiores sonhos. Afinal, qualidade de vida tem tudo a ver com a sua postura.

*****

LEIA TAMBÉM:

Será que vale a pena investir por conta própria?

Você só precisa de um pouco de atitude para começar a investir

CDB: o que é e como investir?

*****

Curtiu conhecer os hábitos que podem atrapalhar seus investimentos? Lembrou de algum outro que também atrapalha? Compartilhe o que você pensa conosco e fortaleça a discussão!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo 5 hábitos que podem atrapalhar seus investimentos? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários

Sobre o autor

Ana Cláudia Inez

Ana Cláudia Inez

Ana Cláudia Inez, 28 anos, integra a equipe de comunicação do Toro Radar. Formada em Relações Públicas e mestre em comunicação pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Encantada pelo universo digital e entusiasta da educação financeira. Adora cozinhar e curtir uma maratona de séries em dias chuvosos.