Planejamento Financeiro

Por que devemos guardar dinheiro e como

Mãos segurando um cofrinho e moedas sendo jogadas dentro - Guardar dinheiro

Por que devemos guardar dinheiro e como

Banner convidando para o site do Mobills

Aprender a importância de guardar dinheiro é algo que deve acontecer desde muito cedo. A razão, dizem os especialistas, é muito simples: quanto mais cedo começamos a poupar, mais capital seremos capazes de acumular a fim de realizar projetos futuros.

Além disso, ao se começar cedo, a prática e eficiência na economia aumentam consideravelmente. Há muitas pessoas que cometem esse erro: não poupar dinheiro para o futuro. Isso pode dificultar bastante suas vidas.

Quando não temos dinheiro poupado, é difícil planejar: uma mudança de emprego, uma viagem, uma mudança de cidade, além de diversos outros exemplos. Fora que, quando nos deparamos com alguma emergência, não teremos aquela economia para nos recorrer.

Isso acaba se transformando em uma bola de neve que envolve empréstimos, dívidas e nome sujo. Ninguém quer ficar assim, não é mesmo? Em suma, quem não poupa acaba tendo menos liberdade para viver da forma como pretende.

Levando em consideração o cenário nacional e global da economia, ter uma reserva de dinheiro disponível se torna quase que imprescindível. A crise chegou para todos, não é verdade? Mas ela não é desculpa para não economizar!

Existem diversos benefícios para quem poupa dinheiro. Ainda mais com a crise que vivemos hoje, é muito importante ter aquela quantia guardada para casos emergenciais ou apenas para o lazer. Mas quais outras vantagens economizar pode trazer? E por onde começar, em tempos de crise?

Compreenda por que devemos guardar dinheiro e como

As vantagens de guardar dinheiro

Pessoas que entendem como funciona a economia, por regra, não se endividam. Guardar dinheiro, muito mais do que economizar o próprio capital que você tinha no início, significa economizar também o hipotético dinheiro que você poderia perder ao ter que pagar dívidas, juros, quantias que antes não existiam e passaram a existir por meio de um tipo de consumo irresponsável.

Em outras palavras: sempre que você gasta mais do que pode, perde a chance de poupar dinheiro, o que implica em perda de liberdade de compra no futuro.

Leia mais:

Como não gastar todo o seu salário

7 hábitos benéficos para as finanças pessoais

10 dicas simples para acabar com as dívidas e começar a acumular dinheiro

Saiba como economizar dinheiro

Existem duas formas simples de juntar dinheiro: ou você ganha mais do que gasta, ou gasta menos do que ganha. É bem simples e, basicamente, não existe outra maneira de conseguir poupar algum dinheiro.

Apesar da situação econômica do Brasil não estar tão boa quanto a de algum tempo atrás, isso não é desculpa para sair gastando todo o dinheiro que você tem. O orçamento está mais apertado? Muito provavelmente sim. Mas a lógica de quem economiza é a mesma: organizar seu planejamento financeiro e deixar uma porcentagem disponível para economia.

Sabendo disso, para se conseguir juntar dinheiro de maneira efetiva, não basta apenas querer, já que se sabe como uma resolução assim pode ser difícil de cumprir. Além da força de vontade e do comprometimento com a intenção, é necessário que se estabeleçam metas de economia. É fundamental fazer um cálculo de economia de ao menos 10% da sua renda, pois quando você se compromete a economizar uma quantia dessa ordem, as chances da educação financeira se estabelecer são bem maiores.

Quem poupa de maneira aleatória, mensalmente, acaba por ser relapso no processo e, por fim, abandona totalmente a tentativa de fazer economia. Estabelecer a meta de 10% do seu salário por ao menos um ano é uma maneira de firmar um compromisso consigo próprio. Se a economia for bem sucedida, o poupador pode pensar em aumentar essa porcentagem no futuro (dependendo de sua renda e gastos), principalmente se desejar pôr em prática algum projeto que demande uma quantia fixa.

Fuja dos empréstimos, a não ser que a medida seja inevitável

Tenha cuidado: muitas pessoas recorrem a empréstimos sem precisar. Não caia nesse erro, que pode ser fatal para a sua saúde financeira. Pegar dinheiro emprestado não é uma boa opção para quem deseja apenas aumentar a renda em determinado mês, por exemplo. Use-o apenas em casos como endividamento e irregularidade do CPF. E lembre-se: aquele dinheiro deve ser pago! Do contrário, você vai sair com uma dor de cabeça maior do que aquela que tinha no começo da história.

Para quem tem dívidas, a economia pode ser consideravelmente mais complicada. Nesse cenário, o importante é colocar a vida financeira em ordem para que consiga, assim, pagar suas dívidas e limpar seu nome.

Com a crise financeira, muitas pessoas estão procurando novas maneiras de aumentar a renda mensal. Se esse é o seu caso, pense em alguns serviços extras, como o freelancer ou seu próprio e-commerce.

Pense: você produz alguma coisa que outras pessoas teriam interesse? Se sim, a internet pode ser uma grande aliada na expansão da sua renda. Caso sua resposta seja não, pense em montar bazares on-line com objetos antigos que possam ser de interesse de outras pessoas. Assim, você, além de ganhar um dinheiro extra, também aumentará o espaço da sua casa!

Veja também:

Como limpar o seu nome: entenda aqui

7 dicas para que você consiga aumentar seu salário em pouco tempo

10 formas simples de ganhar um dinheiro extra

Faça um bom registro de despesas

Para ser capaz de seguir à risca o seu planejamento de economia, será necessário manter um registro das suas despesas, que nada mais é do que utilizar um aplicativo de controle financeiro, uma planilha no computador ou até mesmo um caderninho onde você anotará tudo aquilo que já gastou em determinado mês. Para isso, faça a si mesmo duas perguntas: quanto eu ganho e quanto eu preciso necessariamente gastar? O ideal é discriminar os gastos em categorias.

Por exemplo, aluguel, alimentação, eletricidade, diversão etc. Todas elas são categorias que devem ser contempladas no seu orçamento. Tente sempre anotar tudo aquilo que gasta, porque um dos erros mais comuns por aqueles que tentam economizar, assim como por quem tenta perder peso, é o de não continuar fazendo o que funciona. É necessário anotar os gastos no seu registro e fazer disso um hábito.

Mesmo aqueles gastos que não parecem ter importância, no final do mês, têm sim. Imagine que você gasta 10 reais todos os dias entre cafezinhos e lanches. Ao final de 30 dias, você terá gasto 300 reais com essas despesas. Por isso, fique atento: os detalhes fazem toda a diferença na hora de montar um bom planejamento financeiro.

Depois de colhido os dados, é hora de examinar aquelas informações. É mesmo necessário ir ao cinema toda semana? Onde você pode cortar gastos? A ideia é adaptar a sua vida ao seu real padrão financeiro, sendo assim, é possível que você economize alguma quantia ao final do mês. Cortando agora, você agradecerá no futuro, quando estiver finalmente comprando aquele carro que tanto deseja ou viajando para algum lugar.

Aprender a economizar dinheiro pode ser a medida mais importante que se aprende hoje em dia, assim como pode ser o ensinamento mais valioso que se pode passar a uma criança. Quer se goste ou não, a saúde financeira de uma pessoa é um dos principais fatores para que se tenha uma vida satisfatória e agradável. Uma poupança saudável significa possuir a liberdade para escolher viver como se deseja.

E para você, por que devemos guardar dinheiro e se você já guarda, qual a sua estratégia? Compartilhe conosco!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo Por que devemos guardar dinheiro e como? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários

Sobre o autor

Mobills Educação Financeira

Mobills Educação Financeira

8 Comentários

    • Que bom que tem gostado de nossas dicas Tony. E sim, persistência e disciplina são fundamentais. Conte sempre com o Mobills pra isto. E se tiver alguma sugestão para o Blog, estamos abertos. Obrigado!

  • Dicas positivas e realistas. Aproveito também para recomendar a leitura do clássico: “Pai Rico, Pai Pobre” para começar a abrir a mente para investimento e administração corretas dos seus bens.

    • Obrigado por participar, Douglas.

      Sem dúvidas que “Pai rico, pai pobre” é uma ótima indicação de livro.

      Que bom que você está gostando das nossas dicas.

      Se possível, compartilhe o Blog Mobills com amigos e familiares, para que eles também possam conhecer nosso projeto. ?

      Forte abraço

    • Obrigado por participar, Dayane.

      Bem legal você já ter um objetivo bem definido nessa idade, muitas pessoas acabam perdendo bastante tempo (que é um bem muito valioso). O fato de começar a pensar nisso cedo, vai ajudar você a atingir sua meta bem mais rápido.

      Que bom que você está gostando das nossas dicas.

      Se possível, compartilhe o Blog Mobills com amigos e familiares, para que eles também possam conhecer nosso projeto. 😀

      Forte abraço

Deixe um comentário