Por meio do link, cibercriminosos conseguem obter informações pessoais da vítima. Mais de 90 mil pessoas já acessaram ou compartilharam mensagem.

Cansado de ler? Então ouça este artigo:

Golpe do FGTS no WhatsApp oferece link para consulta; saiba como se proteger

O Governo Federal permitiu saque emergencial de R$ 1.045 do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) na última segunda-feira, 29.

No entanto, aproveitando-se da medida do governo, cibercriminosos criaram golpe que pode roubar dados das vítimas.

Uma mensagem com link falso para suposta consulta do FGTS está circulando pelo Whatsapp desde o mês passado, mas tem feito mais vítimas com a liberação do FGTS emergencial.

O dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital da PSafe, descobriu o golpe e estima que o cibercrime já fez cerca de 100 mil vítimas até a última quarta-feira, 1º.

Como funciona o golpe?

“Consulte se você tem direito ao saque do FGTS no valor de R$ 1.045,00, os saques poderão ser efetuados a partir do dia 04/05/2020”.

Essa é a mensagem enviada, seguida de um link malicioso.

No link, pede-se para a vítima informar dados pessoais para saber se poderia receber o saque do FGTS. 

O site simula a interface do Facebook, com comentários que usam o nome da Caixa para orientações de como obter o benefício.

Um dos passos no formulário é encaminhar a mensagem para mais contatos no Whatsapp, o que aumenta o alcance do golpe.

Banner convidando para pedir o cartão Méliuz

Até o mês passado, o dfndr lab identificou 15 URLs relacionadas ao golpe do FGTS no WhatsApp.

Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Rio Grande do Sul são os mais afetados.

Atenção para o envio de notificações

Neste golpe, a vítima pode acabar dando permissão  para que cibercriminosos lhe enviem notificações, o que pode ser potencialmente perigoso.

Por meio das notificações, os criminosos podem enviar propagandas e lucrar em cima disso e mesmo enviar outros golpes.

Como se proteger?

É importante sempre desconfiar de links enviados, mesmo se o remetente for um amigo ou familiar. 

Ao informar os dados em links maliciosos, as informações podem ser vazadas e obtidas para fins desconhecidos ao usuário.

Antes de clicar em links, é recomendado que se faça uma busca rápida na Internet e confirme a veracidade das informações compartilhadas.

Comente, nos siga nas redes sociais e compartilhe este post!

E então, o que achou da notícia sobre o novo golpe do FGTS no Whatsapp?

Se gostou, então, cadastre-se na nossa Lista Vip para receber as novidades em primeira mão e compartilhe esse post com seus amigos e familiares que possam se interessar.

A sua opinião é muito importante para nós! Sendo assim, sugira novos temas e deixe seu comentário!

Quer acompanhar nosso conteúdo no Instagram? Clique aqui e siga o @mobillsedu!

Não deixe, também, de acessar o canal do Mobills no Youtube.


VEJA TAMBÉM:

Postado em: Notícias


Escrito por Heloísa Vasconcelos

Jornalista formada pela Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na cobertura de economia e cidades e aprende todo dia um pouco mais sobre mercado financeiro. Leitora ávida, apaixonada por literatura.


Hey, o que você achou desse conteúdo?

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

logo-mobills-app

Baixe agora para o seu dispositivo

logo-mobills-app
logo-mobills-app
logo-mobills-app