5 erros financeiros comuns e como superá-los

Banner convidando para o site do Mobills

Não é incomum que tenhamos que superar dificuldades e tomar decisões importantes sobre os mais variados assuntos no dia a dia. Isso nos leva a cometer erros e a nem sempre conseguir tomar a melhor decisão possível.

Embora não seja legal errar, faz parte da vida e temos que aprender a lidar com os erros. O segredo para enfrentar e ultrapassar os obstáculos que a vida nos impõe está relacionado à identificação e correção dos erros.

No campo financeiro, não é diferente. Se você não se preocupa com o controle financeiro e constantemente toma decisões equivocadas, poderá, em um curto período de tempo, arruinar suas finanças. Contudo, nada está perdido!   

Se você quer aprender sobre os erros que já cometeu e ainda comete, ou pretende adquirir mais conhecimento para tomar melhores decisões financeiras, a educação financeira é o caminho a ser seguido.

Ao adotar a educação financeira como um hábito na sua vida, você conseguirá definir as melhores estratégias e obter êxito nas finanças pessoaisVeja, a seguir, quais são os 5 erros financeiros comuns e como superá-los.

5 erros financeiros comuns e como superá-los

 

1º – Não assumir que está endividado

Boa parte das pessoas só trabalha para pagar dívidas, infelizmente. Pior ainda é que outra grande parte nem consegue pagar as dívidas. Na realidade, essas pessoas veem no consumismo uma “saída” para todas as dificuldades da vida.   

Isso não pode acontecer! Se você está endividado, tem que encarar os problemas, tentar equilibrar o seu orçamento e negociar com os credores para que possa se livrar das dívidas o mais rápido possível.

Com um ótimo planejamento e contenção de gastos por um período, você pode sair dessa situação antes do que imagina.

2º – Não controlar os gastos e não poupar uma parte da renda

A dica é óbvia, você deve gastar menos do que ganha e investir pelo menos 10% da sua renda líquida (após todos os descontos). Entretanto, a prática costuma ser um grande desafio.

O primeiro passo para superar esse desafio, é elaborar um bom orçamento. Além disso, é indispensável definir um horário e fazer o seu controle financeiro.   

Um pensamento que pode ajudar na decisão de investir pelo menos 10% da sua renda é entender que esse investimento nada mais é do que uma dívida com seu futuro.

3º – Usar o cartão de crédito como extensão da renda

O cartão de crédito é uma ótima ferramenta, mas precisa ser bem administrada. É essencial que se respeite os limites de crédito determinados pelo orçamento pessoal, ao invés do limite oferecido pelo banco.

Você não pode achar que o limite que o banco lhe oferece é o valor que você efetivamente tem para gastar, porque se você faz isso está somente se enganando e uma hora a conta vai chegar.

Utilizar o cartão de crédito com responsabilidade é um dos desafios que precisamos encarar como cidadãos, para que não se entre no perigoso ciclo de pagar sempre o mínimo e ver o endividamento aumentar assustadoramente.

4º – Gastar mais sempre que a renda aumenta

O fato de você estar alegre por ter recebido um aumento de salário não pode ser desculpa para que você gaste mais. Se você passou a ganhar mais dinheiro, deve se preocupar mais ainda com o planejamento em torno do objetivo da independência financeira e das prioridades familiares.  

Isso não quer dizer que você não deva comemorar, mas você não pode sair por aí gastando desenfreadamente e elevando seu padrão de vida de forma perigosa.  

5º – Não aproveitar as oportunidades de investimento disponíveis

Várias pessoas acham que investimento é algo possível apenas para quem tem muito dinheiro. Isso não é verdade e se você pensa assim está sendo seu próprio adversário.

Afinal, há ótimas opções de investimento mesmo que você não seja um milionárioUma das alternativas mais interessantes para quem quer investir com valores pequenos é o Tesouro Direto. Com apenas R$ 30,00 já é possível investir e aproveitar um dos investimentos mais seguros e rentáveis do país.  

*****

Ama escrever e gosta do tema finanças pessoais? Conte suas experiências voluntariamente no Portal Mobills e colabore para a educação financeira de outras pessoas. Preencha o formulário para se cadastrar!

Leia também:

Os principais erros financeiros nas diferentes fases da vida

Os 6 piores erros que você pode cometer com o cartão de crédito

Os 10 erros que atrapalham a tão sonhada independência financeira

Curtiu conhecer os erros financeiros comuns? Comete ou já cometeu algum deles? Compartilhe conosco!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo 5 erros financeiros comuns e como superá-los? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários