Empréstimo ou financiamento: Qual a melhor alternativa?
Por favor, avalie esse Post

Empréstimo ou financiamento: Qual a melhor alternativa?

Banner convidando para o site do Mobills

Muitas perguntas surgem quando decidimos comprar um bem material de nossos sonhos, como uma casa, um carro ou algo similar.

Mas como conseguir realizar esse sonho? Seria interessante fazer um empréstimo ou financiamento? Qual seria a melhor alternativa nesse caso e o que te daria menos preocupações, menos juros e te deixaria mais à vontade na hora de quitar determinada dívida?

Saiba um pouco mais sobre esse assunto agora e, pense bem nesse processo de aquisição antes de tomar qualquer tipo de decisão.

Qual a diferença entre empréstimo e financiamento

Homem dando cédulas de dólar para outro
No empréstimo, não há necessidade de informar uma finalidade específica

Em ambos os casos, você está adquirindo dinheiro de uma determinada instituição financeira para pagar posteriormente em suaves parcelas.  Porém, no caso do empréstimo, você conseguirá esse dinheiro, sem ter que informar uma finalidade específica, essa é a principal e uma das diferenças entre os dois modos de se conseguir dinheiro.

Ou seja, no caso do empréstimo, você faz o pedido para um banco, que irá te pedir garantias e informações sobre como você pretende pagar essas parcelas.  Nesse processo, a instituição financeira pede uma comprovação de renda e uma garantia de que a pessoa vai pagar o empréstimo, como um bem material dela, isso tudo sem perguntar a finalidade que esse dinheiro terá.

Já no caso do financiamento, é necessário informar a finalidade do mesmo (como a compra de um carro, uma casa, um terreno entre outros) e comprovar a renda da pessoa, sendo assim, um processo mais semelhante a uma compra, como você faz em uma loja comum ao abrir um crediário, por exemplo.

Calculadora, caneta e uma casa em miniatura sobre papel com números

Empréstimo ou Financiamento?

Cuidados com empréstimos

Antes de fazer um empréstimo, toda pessoa deve tomar alguns cuidados específicos como pesquisar as taxas de juros que ela irá pagar e quais as condições que a instituição oferece, para saber se essa operação será vantajosa ou não.

Procure também nunca aceitar intermediações de pessoas que prometem uma agilização no empréstimo, isso costuma acontecer muito e é sempre uma furada.

Nunca forneça informações sobre seus cartões magnéticos e procure pesquisar sobre a empresa que está oferecendo o empréstimo, se está legalizada e autorizada pelo Banco Central e em casos de aposentados, se possui convênio com o INSS.

Pense muito antes de fazer um empréstimo, verifique se isso não vai afetar profundamente a sua renda mensal, procure ir com calma e verifique se você realmente vai poder se endividar tanto assim.

Mulher segurando várias cédulas e um relógio

Cuidados com financiamentos

Ao fazer um financiamento, a pessoa geralmente terá que assinar um contrato, processo esse que requer muita atenção. Veja alguns pontos que devem ser analisados nesse contrato:

– Fique atento a taxas de juros muito abusivas, elas devem estar de acordo com o que institui a lei;

– O reajuste das parcelas que constam no plano deve ser compatível à variação salarial do requerente;

– A cobrança do plano de coeficiente salarial, só deve ser aplicada se houver tal previsão no contrato;

– A contratação de seguros em especial para negócios imobiliários, é obrigatória.

No caso de contratos de financiamentos imobiliários através de financeiras ou bancos, a taxa de juros deve ser de, no máximo, 12% e o requerente deve analisar se esse valor está abaixo do determinado por lei.  O valor das prestações também não pode ultrapassar 30% da renda do requerente.

Perigos

Sempre existem desvantagens em casos de dívidas, por isso, deve-se tomar cuidados específicos como nunca deixar de pagar uma parcela, calcular o valor total do empréstimo ou financiamento antes de fechar negócio e estar sempre atento a taxas e juros exorbitantes.

O ideal é que você tenha um planejamento financeiro e evite pegar empréstimos ou financiamento, que podem acabar prejudicando suas finanças.

Muitas vezes, queremos passar por cima de burocracias para conquistar sonhos importantes na vida, mas acabamos pagando até 3 vezes mais do que o valor normal de um bem material por conta de juros abusivos de uma instituição e falta de atenção na hora de assinar um contrato.

Então, devemos nos precaver e não cair em armadilhas que podem nos prender até mesmo por uma vida toda e resultar em arrependimentos.

*****

Leia mais:

Conheça os diferentes tipos de empréstimos e as suas características

Vale a pena pegar um empréstimo para pagar dívidas?

Como manter a motivação para controlar as finanças pessoais em 2017

Conseguiu esclarecer qual dos 2 é melhor? Empréstimo ou financiamento? Ainda resta alguma dúvida? Compartilhe conosco, tentaremos ajudar!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo Empréstimo ou financiamento: Qual a melhor alternativa? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários