Entenda como ensinar educação financeira para crianças

Banner convidando para o site do Mobills

Muitos adultos têm dificuldade em lidar com o dinheiro.

Para que isso seja menos complexo para as crianças, o ideal é que o assunto educação financeira comece a ser inserido desde cedo no dia a dia da família, visto que ao discutir sobre finanças com as crianças, é muito mais provável que elas cresçam responsáveis financeiramente.

Dessa maneira, separamos abaixo algumas dicas para você aprender como ensinar sobre finanças e educação financeira para crianças.

Se você é mãe ou pai e ainda não pensou sobre o assunto, tenho certeza que essas dicas serão muito úteis pra você. Confira!

Como ensinar educação financeira para crianças

 

Mesada

Criança colocando moedas no cofrinho

A mesada ainda é a forma mais famosa e tradicional para inserir os filhos no mundo das finanças.

Ela é uma boa alternativa para ensinar as crianças a administrarem o próprio dinheiro e ajuda principalmente na hora em que forem receber o seu primeiro salário, evitando que gastem tudo por impulso.

SAIBA QUAL A MELHOR FORMA DE DAR MESADA AOS FILHOS

Anotar os gastos

Menina deitada na grama fazendo anotações em um caderno

Você provavelmente sabe que, quando adulto, uma das principais dicas para se organizar financeiramente é fazer uma planilha e anotar todos os gastos.

Isso também é indicado para crianças!

Encoraje o seu filho a sempre anotar o que gastou de sua mesada para visualizar no fim do mês quanto ele conseguiu economizar.

Esse será um aprendizado importantíssimo para o seu futuro e estimulará a criação de uma poupança.

No entanto, se você também acha o uso de planilhas complicado, ainda mais para uma criança, pode começar a utilizar um aplicativo de controle financeiro, como o Mobills.

Com uma interface simples e design moderno, o app facilita demais o controle das suas finanças. Além do mais, você pode usar com toda a família e ensinar seus filhos a controlarem o dinheiro de maneira prática e eficiente.

Objetivos

Menino vibrando com um troféu na mão

Ensine a criança a ter objetivos e estimule-a a realizar os sonhos dela.

Se sua filha deseja ganhar uma boneca, por exemplo, tente incentivá-la a juntar todo o valor ou uma parte dele e compre o brinquedo apenas quando o dinheiro combinado for suficiente.

A criança sentirá na pele o benefício de se organizar, economizar e terá uma recompensa ao realizar um sonho, com o devido planejamento e esforço.

Delegue tarefas

Menina olhando uma vitrine com vários doces

Dê um dinheiro para a criança e peça que ela vá, por exemplo, comprar um lanche e volte com o troco.

Essa simples tarefa ajuda a criança a trabalhar a responsabilidade, se sentir importante e entrar em contato com o mundo das finanças.

Ensine brincando

Ensinar finanças para crianças por meio de brincadeiras é infalível. E você pode fazer isso até mesmo com jogos de tabuleiro.

Ao brincar com as crianças seguindo as regras do jogo, elas aprenderão que há regras a serem respeitadas.

E nada de deixá-los ganhar! Eles precisam aprender que – não só no jogo, mas na vida – às vezes ganharão e às vezes perderão.

Imagem ilustrativa do jogo Banco Imobiliário

Jogos de tabuleiro que envolvem dinheiro, como Banco Imobiliário ou Jogo da Vida, são ainda mais recomendados.

O Banco Imobiliário também é um bom jogo para inserir ideias sobre investimento e poupança.

O PASSO A PASSO PARA CONSTRUIR SEU PLANO DE INVESTIMENTOS

Deixe errar

Menino feliz por estar segurando notas de dólares

E se eles quiserem gastar a mesada com algo que você não concorda?

Tente não se meter no assunto!

Pode ser difícil ver a criança usar o dinheiro de uma forma que você considera que não é a melhor, mas é importante deixá-la fazer suas escolhas por si só.

Mesmo que façam escolhas ruins, isso ajudará a se policiarem melhor das próximas vezes e diminuirá a probabilidade de que cometam os mesmos erros na vida adulta.

Conclusão

Essas são apenas algumas dicas relevantes que podem ser utilizadas para educar os pequenos e mostrá-los, desde cedo, a importância de administrar o dinheiro e se planejar financeiramente para conquistar objetivos.

Muitos brasileiros adultos não tiveram uma educação financeira infantil adequada e, algumas vezes, apesar de terem bons rendimentos, acabam se complicando quando o assunto é controle financeiro.

Por esse motivo, o tema é relevante e vale demais tratá-lo com carinho, para que as próximas gerações possam aproveitar os benefícios do bom uso do dinheiro, cada vez mais rápido, sem ter que sofrer tanto na fase final da vida.

E você, já utiliza os princípios de educação financeira com os seus filhos? Vai começar a utilizá-los a partir de agora? Queremos muito saber o que você pensa sobre o assunto! Deixe seu feedback nos comentários e se gostou desse texto, compartilha nas redes sociais.

Forte abraço!

*****

LEIA TAMBÉM:

9 maneiras de transformar seu filho em um adulto consumista e (financeiramente) frustrado

Por que e como ensinar finanças pessoais para seus filhos

Saiba qual a melhor forma de dar mesada aos filhos

Controle financeiro familiar: como reduzir gastos com crianças?

Veja como garantir um bom futuro financeiro para seu filho

Banner convidando para o site do Mobills