10 dicas para se tornar um milionário
Por favor, avalie esse Post

10 dicas para se tornar um milionário

Banner convidando para o site do Mobills

Você gostaria de ser milionário? Certamente a resposta para essa pergunta é sim – todos querem ter muito dinheiro, ser independentes financeiramente, não precisar mais trabalhar e se dedicar apenas às coisas que realmente amam fazer.

Mas apesar de esse ser um desejo universal, poucos sabem como chegar lá. E, ao contrário da crença popular, ficar rico não é uma tarefa impossível. Abaixo, mostraremos dez dicas simples e valiosas, dadas por especialistas no assunto. Confira:

Dicas para se tornar um milionário

 

1. Ganhe mais do que gasta

Se houvesse uma única frase capaz de resumir toda a jornada em busca de riqueza pessoal, seria esta. Repetida à exaustão por todos os especialistas em finanças de todos os tempos, contém uma verdade simples e poderosa, mas frequentemente deixada de lado pela maioria das pessoas.

Como ensina o escritor Gustavo Cerbasi, no livro “Como organizar sua vida financeira”, é necessário “gastar menos do que ganha e investir a diferença com regularidade.

Alcançar e manter o equilíbrio orçamentário mês a mês é fundamental para viabilizar a realização de seus sonhos, já que os sonhos têm custo.”

2. Estude sobre finanças

Dominar o mundo das finanças e dos investimentos é crucial para ver os dígitos na conta bancária aumentando cada vez mais. Confiar nas sugestões de seu gerente pode ser um tiro no pé.

Como ensina o guru Robert Kiyosaki em “Pai Rico, Pai Pobre”: “Se você quiser ficar rico, você precisa de uma alfabetização financeira.”

Conhecimento nunca é demais, em qualquer área da vida, e em finanças, então, é imprescindível. Uma decisão errada pode botar a perder patrimônios construídos por décadas.

3. Pague suas dívidas

Dívidas são recorrentes na humanidade, desde que o mundo é mundo. Dívidas já arruinaram vidas, destruíram sonhos, encerraram carreiras.

É bem verdade que hoje em dia a situação dos devedores é mais amena que em séculos passados, onde as pessoas endividadas eram presas ou vendidas como escravos. Porém, isso não é desculpa para se tornar inadimplente.

Como ensina o escritor britânico Samuel Smiles, em seu livro “Economia”: Quem paga as dívidas enriquece! Uma pessoa sem dívidas é uma pessoa livre. Respira melhor, dorme melhor à noite e tem dinheiro disponível para outras coisas. Fazer investimentos, por exemplo.

4. Dinheiro não aceita desaforo

Quantas e quantas vezes você já ouviu isso? Samuel Smiles afirma: “um milhão é feito de muitos centavos”. Ninguém enriquece sendo pouco cuidadoso com seu dinheiro.

Valorize cada centavo (você trabalhou duro para ganhá-los) e lembre-se que as maiores fortunas da Terra, no final das contas, são constituídas por muitos… centavos! Conte cada um deles e saiba onde estão sendo gastos.

5. Conviva com gente bem-sucedida

Diz o ditado que “semelhante atrai semelhante”. Convivendo com gente frustrada, endividada, sem controle nenhum sobre seus gastos, como você irá se sentir? Em tais companhias, será difícil perseverar no seu sonho de riqueza por muito tempo.

Nunca subestime o poder da influência. Por outro lado, se você procurar se cercar de pessoas bem-sucedidas e cientes de suas finanças, você se sentirá mais motivado a seguir seus exemplos, bem como aprenderá com elas.

Robert Kiyosaki alerta para a má influência dos amigos mal-sucedidos: “Não ouça as pessoas pobres ou apavoradas.”

6. Acredite em si mesmo

Henry Ford foi o pai da indústria automobilística. E ele dizia: “Se você pensa que pode ou se pensa que não pode, de qualquer forma você está certo.” Atitude mental é tudo.

Não é por acaso que um dos livros mais famosos do mundo sobre finanças e independência financeira se chama: “Pense e enriqueça”, de Napoleon Hill. Acreditar, motivar-se e perseverar são atitudes de pessoas milionárias.

7. Não se acomode

Tirando os herdeiros de grandes fortunas, ninguém ficou milionário dormindo até tarde, ou passando as noites ociosamente vendo televisão.

Napoleon Hill ensina: “Sonhos não nascem de indiferença, preguiça, ou falta de ambição.”

8. Seja grato

O famoso escritor Joseph Murphy, em seu livro “1001 formas de enriquecer”, enfatiza que nós devemos ser agradecidos.

Não por crer em um Ser Superior que nos despejará barris de ouro em nossas cabeças caso sejamos gratos, mas porque propicia ao nosso subconsciente a formulação de pensamentos positivos e motivação extra, para atingir os resultados esperados.

Afinal, agradecer pelo que se tem é uma forma mais positiva de encarar a vida, ao invés de passar o tempo todo reclamando pelo que não se tem.

9. Defina suas metas

Como já diz o ditado popular: se o navio não sabe a que porto se dirige, nenhum vento lhe será favorável. Você sabe para onde está indo? Se sabe para onde está indo, sabe como chegará lá?

“A definição de propósitos é o ponto de partida, do qual se deve começar.” – Napoleon Hill

10. Espere imprevistos e esteja preparado para eles

A estrada para o sucesso não é uma rodovia asfaltada, plana e iluminada. Na verdade, é mais algo como uma estrada de terra, sem sinalização e toda esburacada, cheia de ladrões à espreita no acostamento.

As coisas não sairão conforme o planejado sempre, por isso é importante estar preparado para eventuais imprevistos, inclusive com um “Plano B”.

Gustavo Cerbasi ensina: “imprevistos são previsíveis”. Uma hora ou outra, você sabe que pode ficar doente, o carro pode quebrar, ou alguma outra situação semelhante. Não espere acontecer, antecipe-se!

Leia também:

Descubra 12 hábitos dos milionários que, se praticados, irão mudar sua vida

Como manter o foco, fazer o que é necessário e ter sucesso

Saiba quais os hábitos de pessoas bem-sucedidas nos finais de semana

E você, já está praticando as dicas para se tornar um milionário? Ainda não pratica, mas concorda com elas? Compartilhe conosco suas experiências!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo 10 dicas para se tornar um milionário? Compartilhe nas redes sociais! A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários