Sair das dívidas

Como se livrar de dívidas: 5 passos essenciais

Palavra "DEBT" simbolizando como se livrar de dívidas
Júlia Mendonça
Escrito por Júlia Mendonça

De acordo com as últimas pesquisas, hoje temos aproximadamente 60 milhões de endividados no Brasil.

Como se livrar de dívidas: 5 passos definitivos

Banner convidando para o site do Mobills

Pagar dívidas e alcançar a tranquilidade financeira é o sonho de todo o brasileiro. De acordo com as últimas pesquisas, hoje temos aproximadamente 60 milhões de endividados por todo o Brasil.

É difícil encontrar, ao nosso redor, uma pessoa que nunca teve uma dívida e dificuldades para pagá-la. Infelizmente, só damos atenção a elas quando a nossa situação financeira fica insustentável e não conseguimos viver o nosso dia a dia sem que as dívidas nos atrapalhem.

Mas o que fazer, então, quando chegamos neste ponto? Qual é a solução para se livrar das dívidas do modo mais fácil e sem precisar fazer novas dívidas? Neste artigo, eu vou te mostrar passo-a-passo como você pode se livrar de todas do modo mais fácil e sem sofrimento.

Entenda de uma vez por todas como se livrar de dívidas

 

Para onde vai seu dinheiro? Planejamento financeiro é fundamental!

O grande causador de dívidas para a maioria das pessoas é o descontrole financeiro. Se hoje te perguntarem “Para onde vai o seu dinheiro todos os meses?”, você consegue responder com absoluta certeza ou terá uma grande dificuldade para listar quais são os seus gastos?

Não se preocupe se você não souber responder isso agora, mas entenda que esse conhecimento é fundamental. Para se livrar de dívidas, você vai ter de conhecer os caminhos do seu dinheiro.

Existem diversas formas de você fazer um planejamento financeiro: usar uma planilha de organização financeira, anotar em um papel ou utilizar um aplicativo no seu smartphone, sendo o Mobills o app de finanças mais fácil de se usar, para automatizar essa tarefa.

O melhor momento para começar a organizar as suas finanças é quando você recebe o seu salário. Anote essa entrada assim que o dinheiro cair na sua conta. A partir daí. você anota os seus gastos diários durante o mês.

Não esqueça das suas despesas fixas (água, luz, telefone, moradia…) e também daquelas do dia adia que mesmo parecendo pequenas podem somar um grande valor no final do mês.

COMO ELABORAR UM PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL INCRÍVEL EM 13 PASSOS

Liste todas as suas dívidas

Muitas pessoas acreditam que somente empréstimos são dívidas e não lembram de vários outros itens que podem ser considerados dívidas. Preste atenção! Se você usa um desses produtos, você tem dívidas:

Cheque especial

– Empréstimo com agiota

Rotativo do cartão de crédito

Financiamentos

– Empréstimo consignado

Algumas dessas dívidas são mais prejudiciais que outras, como por exemplo o cheque especial, rotativo do cartão e empréstimo com agiota. Para esse tipo de dívida, você deve fazer um plano para se livrar delas o mais rápido possível.

Isso porque elas carregam muitos juros, os mais altos do mercado. Em alguns casos, o valor dessas dívidas pode se multiplicar por 5 ou mais no período de um ano.

Monte um plano para pagar as dívidas

Sabendo agora quais são suas dívidas e quanto você está gastando por mês, é hora de montar um plano para ataca-las. A primeira coisa que você deve fazer é analisar os seus gastos mensais. Está sobrando ou faltando dinheiro no seu mês? Se você está com dívidas, existe uma chance bem grande de que você está gastando mais do que ganha.

Se for esse seu caso, analise para onde está indo a maior parte do seu dinheiro. Com o aplicativo Mobills fica muito fácil identificar isso, pois ele vai dividir o seu orçamento por categorias (alimentação, lazer, transporte…).

É importante que você diminua os gastos não somente nas categorias que está gastando muito, mas também em outras categorias. O intuito é que comece a sobrar dinheiro no final do mês para que você consiga pagar as suas dívidas sem aperto.

Um erro muito comum é querer diminuir muito o lazer para gastar menos. Não faça isso, ter lazer é fundamental para mantermos nossa qualidade de vida. Você pode diminuir os seus gastos nessa categoria se eles forem exagerados, porém, nunca corte eles completamente.

É essencial que você tenha pelo menos 10% do seu orçamento livre para poder pagar as suas dívidas. Pode parecer bastante no começo, mas cortando gastos nas diversas categorias e fazendo escolhas racionais, a chance de você não sentir esses cortes e atingir o seu objetivo é bem grande.

Negocie suas dívidas

Sabendo o quanto você tem de sobra no orçamento todos os meses para pagar as suas dívidas é importante que você tente negociar as que tem os juros muito altos, como por exemplo cheque especial. Converse com o seu gerente de banco e veja quais são as opções disponíveis por eles.

Normalmente, o gerente vai oferecer um empréstimo para que você quite o seu cheque especial e posteriormente pague o seu empréstimo. É fundamental que você avalie os juros desse empréstimo.

Empréstimos com juros mais baixos são aqueles que você consegue dando uma garantia pro banco, tais como: refinanciamentos, empréstimos consignados etc… O Mobills, além de te ajudar com o controle financeiro, ainda tem uma funcionalidade que permite que você consulte quais as melhores opções de empréstimos disponíveis por diversas financeiras de forma muito rápida e simples.

Caso seja possível, venda algum bem como um eletrônico que esteja parado, um carro, um terreno… Dessa forma, você não vai depender de empréstimos e poderá pagar suas dívidas à vista, conseguindo um desconto ainda maior na negociação.

Fazer renda extra também é uma excelente opção para evitar pegar um empréstimo. Qualquer atividade que você consiga fazer no seu tempo de descanso que te gere alguma renda vai ser fundamental para te afastar das dívidas de forma mais rápida e fácil.

25 FORMAS SIMPLES DE GANHAR UM DINHEIRO EXTRA

Crie um objetivo

Quando não se tem objetivos, é fácil se perder no meio do caminho e em relação às finanças isso também vale. Estabeleça uma meta: vou quitar todas as minhas dívidas em um ano e faça tudo para alcançá-la.

A chance de você conseguir se manter no seu plano tendo um objetivo concreto e alcançável é bem maior. Você terá muitas distrações no caminho durante a sua jornada para quitar as suas dívidas, porém, saiba que tudo fica muito mais fácil quando você sabe onde e quando quer chegar.

Educação financeira é para todos

A maioria das pessoas acredita que saber cuidar do dinheiro é um dom reservado a poucas pessoas e que você já deve nascer sabendo organizar as suas finanças para que não tenha dívidas. Essa é uma crença muito comum e felizmente isso não é verdade.

Hoje existem diversas ferramentas que possibilitam que você organize suas finanças de modo fácil e sem conhecimento nenhum de planejamento financeiro.

O aplicativo de organização financeira Mobills é um excelente companheiro nesse momento, pois ele organiza automaticamente todo o seu orçamento sem que você precise fazer nenhum tipo de conta.

Tudo o que você precisa é inserir os seus ganhos e seus gastos diários. Ele conta com uma funcionalidade (versão Android) que importa automaticamente todos os SMS que você recebe do seu banco cada vez que faz uma compra, fazendo com que essa tarefa se torne automática e extremamente rápida.

Não deixe que o medo de lidar com o dinheiro seja o grande obstáculo entre você e sua independência financeira. Hoje todos podem e devem cuidar do dinheiro e aproveitar cada vez mais a vida de modo consciente e sem precisar fazer dívidas sempre desejar um bem novo ou uma nova diversão.

*****

LEIA TAMBÉM:

10 sinais que você possui muitas dívidas

Dívidas: como saber se o seu nome está sujo

Está endividado? Veja 8 erros para NÃO cometer na hora de renegociar dívidas!

*****

E então, gostou de conhecer os passos essenciais para se livrar de dívidas, segundo a Júlia Mendonça? Tem alguma outra dica para ajudar a quem quer atingir este objetivo? Compartilhe conosco!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo Como se livrar de dívidas: 5 passos essenciais? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários

Sobre o autor

Júlia Mendonça

Júlia Mendonça

Ex-endividada, Júlia Mendonça aprendeu a cuidar das finanças por conta própria. Formada em comércio exterior e especialista em finanças pessoais, hoje ela tem um canal no YouTube onde ensina outras pessoas a cuidar melhor do dinheiro e investir também.