Como sair do vermelho: 10 dicas fundamentais

banner-mobills-06

Você se encontra com muitas dívidas e não sabe mais o que fazer para sair do vermelho? Calma, embora sua situação financeira possa estar muito ruim, é possível revertê-la e melhorar de condições com algumas medidas relativamente simples.

Uma pesquisa veiculada há pouco tempo indicou que mais de 50% das famílias brasileiras se encontram endividadas, ou seja, você não está sozinho nesse barco. A questão de sair das dívidas depende muito mais das suas atitudes, acredite nisso, mas temos algumas sugestões que irão facilitar essa tarefa.

Veja como sair do vermelho com 10 dicas fundamentais relacionadas à educação e ao controle financeiro:

10 dicas fundamentais sobre como sair do vermelho

1 – Fortaleça o hábito de anotar tudo

Tela de despesas do Aplicativo de Controle Financeiro Mobills
Tela de despesas no Aplicativo Mobills

Se você pensa que as pessoas ficam ricas somente por causa do trabalho delas, você deve rever seus conceitos. As pessoas que são independentes financeiramente têm o controle efetivo das finanças pessoais. Elas sabem exatamente o quanto ganham e o quanto gastam.

Pensa comigo: sem ter noção do quanto você gasta diariamente, fica muito mais difícil saber como sair do vermelho e quando você conseguirá quitar suas dívidas, não é mesmo?!

Dessa maneira, você pode utilizar a famosa planilha do Microsoft Excel para dar início ao seu controle financeiro. Ela vai te ajudar bastante a organizar as suas finanças e também a criar metas financeiras.

Outra dica excelente é usar um aplicativo de gerenciamento financeiro no celular, como o Mobills. Eles são muito úteis na tarefa de anotar os gastos diários, principalmente por você não precisar estar sempre perto do computador.

Lembre-se que apesar de parecer difícil no começo, tudo é uma questão de hábito, “o hábito faz o monge”.

2 – Estabeleça uma meta de poupança

Mão colocando dinheiro em um cofrinho
Comece nem que seja com 1% do seu salário líquido e tente ir aumentando com o tempo

Para obter êxito em qualquer atividade é muito importante que se estabeleça uma meta. Com as finanças pessoais não é diferente, é necessário que se crie uma meta de quanto é preciso poupar por mês para ter sucesso em quitar as dívidas.

Uma meta bem definida facilita a nossa vida, porque quando conseguimos alcançá-la antes do prazo, sabemos que fizemos um bom trabalho. Por outro lado, se estamos longe dela, sabemos que devemos nos esforçar mais.

Um ponto interessante sobre a meta é que o fato dela lhe ajudar a sair das dívidas provavelmente irá estimular você a mantê-la, para começar a acumular patrimônio, e alcançar outros sonhos como viajar, comprar uma casa, um carro, entre outras coisas.

3 – Converse e se comprometa com alguém de confiança

Pai e filho olhando para o alto
Os parentes mais próximos como pais, mães e irmãos podem te ajudar nesse momento

Uma estratégia interessante é compartilhar seu orçamento com alguém de confiança e falar que você precisa poupar 30% da sua renda a partir de agora. Quando nos comprometemos com alguém, tendemos a ser mais responsáveis, até porque não queremos decepcionar as pessoas.

Se você espalhar para várias pessoas que vai economizar e contornar as suas dívidas, você irá se esforçar mais. É uma questão puramente psicológica.

Você também pode fazer algo do tipo “Devedores anônimos” e fazer um encontro com pessoas que estão na mesma situação que você. Assim todos podem debater as dificuldades e se ajudar visando a um objetivo comum.

4 – Renegocie suas dívidas

Casal renegociando suas dívidas com um credor
Ligar para os credores e negociar suas dívidas é uma ótima forma de começar a sair do vermelho

Se a sua situação está muito complicada, esse passo será fundamental para que você alcance sucesso em melhorar a sua vida financeira. Fale com as pessoas que você deve e tente renegociar as dívidas. Se possível, tente quitar o mais cedo possível e pagando a menor parcela de juros!

Evite também contrair novas dívidas. Caso contrário, você estará tapando um buraco e abrindo outro. Imagine a sua situação como um balde furado. Primeiro temos que tapar os buracos para a água parar de vazar. Se a cada buraco que tapamos abrimos outro ficará difícil de fazer o nosso balde parar de perder água.

5 – Pague as dívidas com juros mais altos primeiro

Mulher ao celular com o cartão de crédito na mão e uma cara de preocupação
Cartões de crédito e cheque especial possuem os maiores juros do mercado

Dívidas com juros mais altos são prioridade total! Afinal, são elas que estão levando você a se endividar cada vez mais. É como se você estivesse num barco remando para um lado e os seus companheiros estivessem remando para o outro. Se você quiser ganhar essa batalha e sair do vermelho, você deve derrubar do barco o cara mais forte que está remando para o outro lado.

Por isso, elabore uma lista das suas dívidas e veja as de maior valor para tentar saná-las primeiro. Faça um ranking de dívidas. Escreva também frases motivadoras para você ler quando tiver dificuldades. Lembre-se: os momentos de fraqueza virão, mas você deve passar por cima deles!

6 – Abra mão do consumo por um tempo

Mão segurando um telefone celular
Você não precisa trocar de celular a cada novo lançamento

Neste momento em que o seu objetivo principal é buscar formas de como sair do vermelho, você deve fazer alguns sacrifícios, para que possa colher os frutos depois.

Corte algumas coisas que não são exatamente essenciais na sua vida. Ao invés de ir para a academia, faça exercício na rua ou mesmo em casa. Cancele a TV a cabo, se preciso; evite falar muito no celular; use carona para ir ao trabalho, se possível.

Você precisa abrir mão de alguns luxos para alcançar o seu objetivo: se livrar das dívidas. Depois você pode ir gradativamente readquirindo os serviços que você abdicou.

7 – Busque sempre conhecimentos sobre educação financeira

Mulher apoiada sobre livros em uma mesa e olhando para lâmpadas
“Leia mais para ser mais”

Aqui no Blog Mobills você pode aprender sobre finanças pessoais, controle, planejamento, educação financeira entre outros temas, tudo de maneira gratuita. Toda semana postamos um ou mais artigos, nos quais ensinamos como economizar em vários aspectos de sua vida, algo que deve ser o seu foco principal agora.

Além disso, você pode buscar na internet outras alternativas para poupar mais. Tenho certeza que você irá se surpreender com a criatividade das pessoas. Entre em fóruns, vá a palestras, leia livros, enfim, tente se disciplinar para alcançar seu objetivo e pode acreditar que terá os resultados que espera.

8 – Negocie sempre

Bonecos de paletó apertando as mãos

Nunca feche um negócio sem negociar os preços dos produtos ou serviços que você for comprar. Você pode negociar pela forma de pagamento ou pelo valor que pretende levar de mercadorias ou serviços. Sugere-se que sempre tente negociar pela forma de pagamento, porque negociando por quantidade você poderá gastar mais do que estava disposto para alcançar seu objetivo.

Uma dica importante é economizar e sempre tentar comprar utilizando dinheiro. Dessa maneira, você pode pedir um desconto a mais, porque não irá usar a máquina de cartão de crédito do vendedor. Isso irá economizar taxas tanto para ele quanto para você!

A relação de compra deve ser pautada em um ganha-ganha. É esse o tipo de relação que se deve buscar ao realizar uma compra. Não necessariamente alguém tem que sair prejudicado. Essa deve ser a sua mentalidade para convencer o vendedor a dar um bom desconto.

9 – Compre sempre à vista

Mulher pagando compras à vista
Tente usar o cartão de débito ou dinheiro ao invés do cartão de crédito

Se você está preocupado em como sair do vermelho, evite a qualquer custo as compras parceladas. Elas contribuem de maneira inigualável para o aumento do seu endividamento. Quando você compra parcelado, você acaba tendo a falsa impressão de que gastou pouco porque não viu o dinheiro efetivamente sair do seu bolso e isso tem um fator psicológico por trás.

Alguns podem considerar besteira, mas se toda vez que for pagar algo você de fato tirar dinheiro do bolso, verá que está gastando muito. Quando chegar em casa, verá a sua carteira mais vazia e refletirá sobre isso.

Outra vantagem de usar o dinheiro é que você pode barganhar um desconto a mais, como explicado na dica anterior.

10 – Coma menos fora de casa

Amigos reunidos comendo pizza em casa
Comer pizza com os amigos em casa é um ótimo exemplo de diversão econômica

Você pode até não perceber tanto, mas comer fora é muito caro. Se você anotar todos os seus gastos irá ver que essa prática leva bastante dinheiro do seu orçamento. Então procure, se possível, levar o almoço preparado para o trabalho e evite lanches em excesso. Não se esqueça de que tudo isso é temporário.

É necessário adotar essas táticas para se livrar das dívidas o mais rápido possível. Pode ficar tranquilo que depois a sua vida vai melhorar!

Leia mais:

Como sair das dívidas do cartão de crédito em 5 passos

Vale a pena pegar um empréstimo para pagar dívidas?

Descubra quais são os erros financeiros que você comete sem perceber

Curtiu nossas  dicas sobre como sair do vermelho? Então, por favor compartilhe esse texto nas suas redes sociais! Já utiliza ou utilizou alguma dessas dicas? Conhece alguma outra dica eficiente? Divida conosco e melhore a discussão! 

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo Como sair do vermelho: 10 dicas fundamentais? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários