Planejamento Financeiro

Como priorizar e economizar para diferentes objetivos

Dardo em um alvo simbolizando o tema economizar para diferentes objetivos
Ariane Lopes
Escrito por Ariane Lopes

Não caia na armadilha de gastar seu dinheiro com supérfluos que trazem satisfação apenas momentânea.

Como priorizar e economizar para diferentes objetivos *

*Texto adaptado do conteúdo produzido originalmente por Christopher Murray no site MoneyUnder30

Banner convidando para o site do Mobills

Muitas pessoas estão tentando economizar para múltiplos objetivos ao mesmo tempo e, às vezes, parece que nunca irão chegar lá. Economizar começa com a compreensão de como gastar o nosso dinheiro. Equilibrar nossos desejos e necessidades pode nos ajudar a iniciar um plano de poupança simples e fácil de seguir.

Você está pagando o empréstimo do crédito estudantil, seu carro velho está caindo aos pedaços, você sonha com a casa própria, mas também queria muito viajar nas férias. Como é possível economizar para diferentes objetivos de uma vez só? Você já tentou fazer isso em alguma oportunidade?

É raro não ser necessário economizar para diferentes metas de uma vez só. E, considerando que você não tem um bilhete premiado de loteria nas mãos, é igualmente raro ter os valores necessários para pagar por tudo o que você deseja.

Priorizar com o que gastar suas economias é uma das decisões financeiras mais importantes que você deve tomar e existem várias armadilhas em potencial nesse planejamento, vejamos:

Saiba como priorizar e economizar para diferentes objetivos

Se você for impaciente e tentar arcar com muitas despesas ao mesmo tempo, aumentará a possibilidade de extrapolar seu orçamento e se endividar.

Se você focar principalmente em metas de diversão como viagens, carros ou melhoras na casa, em detrimento do seu fundo de emergência e planos de aposentadoria, você poderá passar anos vivendo com um relativo conforto, porém, terá que correr atrás do prejuízo quando for mais velho.

Em contrapartida, se colocar todo seu dinheiro em fundos de aposentadoria e nunca gastar dinheiro em nada para você, correrá o risco de não saber como aproveitar o dinheiro que batalhou tanto para ganhar e poupar.

O modo como você irá economizar para diferentes objetivos é, em última análise, uma decisão muito íntima. Entretanto, isso é o que faz esse assunto tão interessante.

Desejos x Necessidades

Comece com esta questão fundamental: O que você precisa e o que você quer?

Você precisa de comida, água, roupas, saúde, moradia, tanto hoje como no futuro. Depois de satisfeitas essas necessidades é que a linha entre estas e os desejos começa a ficar menos visível. Contudo, pode-se argumentar que quase nada além das necessidades básicas citadas é realmente necessário.

Alguns conselheiros financeiros radicais pregam que a única forma de economizar para grandes coisas é cortando inteiramente todos os supérfluos, ou seja, gastando apenas com a lista inicial apresentada.

Outros tentam uma abordagem mais equilibrada e reconhecem que usufruir de alguns supérfluos ao longo do caminho é essencial para uma vida plena.

O último posicionamento é o mais realista. Mas é importante ter claro que esses outros objetivos são fruto das vontades e não das necessidades.

COMO CORTAR GASTOS SUPÉRFLUOS QUE PODEM ATRAPALHAR SEU ORÇAMENTO

Assim, depois de satisfazer suas necessidades físicas (comida, moradia, roupas, saúde), você irá escolher algumas necessidades “sociais” para atender, por exemplo: fazer seguros ou comprar um carro para facilitar seu deslocamento para o trabalho, mesmo que muitos especialistas argumentem que ter um carro nunca será realmente uma necessidade.

É imperativo, entretanto, que sejam incluídas no rol das necessidades as economias para aposentadoria, porque você estará separando dinheiro para obrigações futuras.

No pior dos cenários, não poupar para aposentadoria o deixará em uma situação de não poder cobrir nem suas necessidades básicas mais tarde na vida.

Se você puder cumprir com todas as obrigações acima todos os meses, você deve se sentir bem com isso. Estará sobrevivendo por seus próprios meios.

O ideal, no entanto, é construir uma vida, que é mais do que sobreviver. Por isso, nesse momento, deve-se considerar poupar uma parte dos valores gastos em supérfluos.

O que você mais deseja?

O problema dos desejos é que você sempre vai querer mais do que pode pagar.

O segredo para obter ambos: a satisfação e a segurança financeira é identificar quais vontades são mais importantes para você e de quais você pode abrir mão.

Por exemplo, você pode arcar com jantares fora todas as noites ou economizar para comprar uma casa, mas não os dois. O esforço para conseguir sua casa própria significa, desse modo, comer fora menos vezes na semana.

Você pode ser capaz de arcar com as contas de um apartamento grande sozinho, sem inquilinos para dividir as contas, mas isso significará viajar menos. O grande ponto é: o que te faz mais feliz?

Claro que você pode reduzir seus gastos de muitas formas diferentes: diminuindo sua conta do supermercado, mudando o plano do celular, tirando a TV a cabo, entre outros. Mas antes de cortar algo do orçamento, pergunte a si mesmo:

  • “Quanto isso vale para mim?”
  • “O que eu poderia fazer com esse dinheiro?”
  • “Essa medida me trará mais ou menos felicidade?”

Tente a Regra 50/30/20 de Gerenciamento de Dinheiro

Essa regra ensina que se deve gastar não mais de 50% da renda com as necessidades, 30% com seus desejos e 20% com reservas.

Digamos que você ganhe R$ 3.000,00 por mês – R$ 1.500,00 deve ser destinado para suas necessidades básicas (comida, transporte, moradia…) – R$ 600,00 deve ser poupado e R$ 900,00 pode ser gasto em supérfluos.

Obviamente, nem todos vivem em um mundo tão equilibrado. Algumas vezes as necessidades custam mais do que gostaríamos. Dependendo da cidade em que você mora, apenas com habitação você pode gastar 50% da sua renda.

Nessas circunstâncias, pode parecer totalmente impossível economizar para grandes objetivos, mas é nesse momento que você deve decidir o que importa mais e seguir o plano.

Escolhendo sua estratégia de poupança

Para economizar para diferentes objetivos, você precisa escolher se vai fazer isso simultaneamente ou poupar para cada meta em momentos distintos; é apenas uma questão de decidir qual estratégia funciona melhor para você.

Economizando para um objetivo de cada vez

Existe uma clara vantagem de economizar desse modo – você atinge seu objetivo principal mais rápido. Por outro lado, entretanto, você precisará declinar de outros objetivos aprazíveis ao longo do caminho.

Por exemplo, se sua prioridade for pagar seu crédito estudantil o mais rápido possível, você pode não ser capaz de tirar férias por alguns anos, caso todo dinheiro seja destinado a pagar esse débito.

Em contrapartida, você pode priorizar viajar, porque você é jovem e desprendido e pode economizar para uma viagem mais rápido do que para pagar seus empréstimos ou para pagar a entrada de uma casa.

Você pode poupar para fazer uma viagem e, quando voltar, começar a economizar para outra viagem ou focar em outro objetivo.

Entretanto, para algumas metas pode ser difícil mensurar quanto economizar.

Se você precisa de um carro novo, poderá comprar um popular gastando pouco, ou poderá comprar um carro luxuoso gastando três vezes ou mais o valor de um carro mais simples, ou, ainda, você pode financiar o carro não sendo obrigado a economizar para esse objetivo.

Todavia, ao se escolher entre financiar e pagar à vista deve-se ter em mente quanto se pode gastar em um carro, uma vez que o financiamento na maioria das vezes tem custos bastante elevados.

Por fim, economizar para adquirir uma casa própria será, provavelmente, seu maior e mais longo objetivo em termos de valor e tempo. Você precisará se fazer muitas perguntas antes de começar a poupar para esse objetivo. 

  • “Quando estarei pronto para comprar?”
  • “Qual valor posso pagar com base na minha renda?”
  • “Qual valor necessário para a entrada?”

Elas te darão uma ideia de quanto e por quanto tempo você precisará economizar. Se você adotar a abordagem de um objetivo por vez, é provável que adie essa meta um pouco para realizar objetivos com prazos mais curtos e menos caros.

Poupando para vários objetivos de uma vez só

As circunstâncias irão te ajudar a controlar o modo como você economiza. Se você é jovem e inseguro sobre como as coisas irão acontecer na sua vida, poupar para uma casa provavelmente não é sua principal prioridade.

Se, no entanto, você está pronto para se mudar para sua casa dos sonhos e está em meio ao planejamento de suas economias, e de repente seu carro quebra, é nesse momento que você deve começar a pensar em equilibrar os diferentes objetivos de uma só vez.

Você verá que esse método é um pouco mais cansativo, porque irá demorar mais para economizar para cada objetivo.

Desse modo, você poderá satisfazer alguns objetivos de curto ou médio prazo, para sentir que está realizando algo e não se deixar desanimar e cair na armadilha de gastar seu dinheiro com supérfluos que trazem satisfação apenas momentânea.

Para fazer o que foi sugerido, pegue um envelope e coloque algumas cédulas até que você tenha o bastante para comprar um conjunto de malas de boa qualidade para usar nas suas férias, que serão pagas com suas economias, ou faça o mesmo para comprar o sofá da sua casa nova, que terá sua entrada paga com suas reservas de longo prazo.

COMO ECONOMIZAR DINHEIRO A PARTIR DE HOJE: 10 DICAS FUNDAMENTAIS

Onde colocar seu dinheiro

 

Contas-poupança automáticas

Poupanças automáticas ou contas de investimento permitem que você economize sem ter que pensar muito sobre isso. Sendo assim, defina um valor para poupar todos os meses e destine-o prontamente para seus investimentos tão logo você receba sua remuneração.

Se você estiver guardando dinheiro para usar em menos de dois anos, procure por investimentos que reúnam as características do melhor rendimento possível e liquidez diária.

Se seus objetivos são de longo prazo, você tem tudo para conseguir uma melhor rentabilidade. Dessa maneira, deve prezar pela consistência e investir todos os meses necessários para a realização dos seus objetivos.

Método do envelope

Economizar dinheiro em espécie tem benefícios e desvantagens. Para aqueles que gostam de ver a prova física do seu progresso, o uso de envelopes para economias, literalmente, permite que você veja o quanto economizou e, por sua vez, quanto se gasta com o consumismo. Ademais, você poderá acessar o dinheiro a qualquer momento, no caso de algum imprevisto.

Contudo, ao contrário da conta-poupança automática, você poderá colocar ou tirar qualquer valor do envelope, por isso é mais fácil negligenciar. Além disso, você não receberá juros e ainda terá que lidar com os riscos de perda, roubo ou extravio por qualquer motivo.

Não recomendamos economizar dinheiro para seus objetivos maiores com esse método, mas ele é ótimo para metas menores, realizáveis principalmente no curtíssimo prazo.

*****

LEIA TAMBÉM:

Como elaborar um planejamento financeiro pessoal incrível em 13 passos

Aprenda a economizar dinheiro criando metas e orçamentos

Como manter o foco, fazer o que é necessário e ter sucesso

*****

Curtiu entender como priorizar e economizar para diferentes objetivos? Tem alguma outra dica? Compartilhe conosco!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo Como priorizar e economizar para diferentes objetivos? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários

Sobre o autor

Ariane Lopes

Ariane Lopes

Ariane Lopes, redatora do Portal Mobills. Formada em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Ceará - UFC e Pós-graduanda em Gestão Pública pela Universidade Católica Dom Bosco - UCDB. Pesquisadora incansável dos temas educação financeira e finanças pessoais. Principais hobbies: assistir documentários, ler, organizar eventos e viajar.