Como gastar menos do que você ganha? Aprenda a desenvolver este hábito
Por favor, avalie esse Post

Como gastar menos do que você ganha? Aprenda a desenvolver este hábito

Banner convidando para o site do Mobills

Algumas coisas parecem muito simples só de falar, “Ah, mas porque você não gasta menos do que ganha?”. Apesar disso, muitas pessoas se afogam em dívidas todos os anos e vivem para pagar débitos atrasados, fazendo novos em seguida.

Assim como a maioria dos bons hábitos, gastar menos do que se ganha é fácil de entender no conceito, porém, muito difícil de realizar na prática. E essa dificuldade vem de dentro, parece que estamos sempre querendo mais. Vamos atrás de maiores salários apenas para gastar tudo da mesma forma que fazíamos antes.

Mas é assim mesmo, se mudar um hábito fosse fácil, todo mundo faria isso da noite para o dia. Se você está aqui nesse post significa que o primeiro passo você já deu, o de se interessar em mudar sua situação.

Então lembre-se, ao adotar um novo hábito e praticá-lo de forma consistente, você vai perceber que fica mais fácil a cada dia e que com determinação você vai ter sucesso em mudar seu estilo financeiro de vida.

Quando falamos em gastar menos, é óbvia a conexão imediata a cortes de gastos. Contudo, você não precisa começar com cortes drásticos. Dê um passo de cada vez e comece pequeno, assim, você vai conseguir manter o hábito por mais tempo.

CONHEÇA 7 HÁBITOS BENÉFICOS PARA AS FINANÇAS PESSOAIS

Sua mente é que vai fazer real diferença nesse processo, com uma boa mentalidade você passa a ter maior controle da sua situação e vai perceber que para encarar essa desafio e ter progresso, você vai precisar acreditar que isso pode sim ser feito. Acreditando na possibilidade, você não vai desistir no primeiro tropeço e vai conseguir evoluir um pouquinho a cada dia.

É relativamente fácil viver com menos do que consumimos habitualmente, mas isso exige uma mudança de mentalidade. Afinal, se você desejar muito ganhar mais, conseguir alcançar tal feito, mas depois continuar gastando tudo, qual terá sido sua evolução?

Ainda não se convenceu e quer outros motivos para começar essa caminhada desafiadora? Continue lendo o post até o fim.

Vantagens reais de reduzir os gastos

 Você começa a quitar suas dívidas

Ao reduzir seus gastos, uma boa parte do seu dinheiro ficará livre. Sendo assim, você poderá fazer pagamentos maiores em suas dívidas já existentes e ao longo do tempo essas dívidas vão desaparecer, te dando assim ainda mais folga.

Você passa a guardar dinheiro

Começar a engordar sua poupança é fundamental. Isso vai permitir que você tenha dinheiro guardado para eventuais emergências e quem sabe começar a pensar em algum fundo de aposentadoria, dicas de como guardar dinheiro não faltam aqui no portal.

Seu estresse diminui

Concorda comigo que ao saber que não precisa mais se preocupar tanto com as dívidas e que tem um plano para emergências te deixa mais tranquilo? Você dorme melhor à noite e sua saúde no geral também melhora, assim o estresse vai embora.

Como gastar menos? Inicie seu plano de redução de gastos

Concordamos que viver com menos que se ganha não deve ser um projeto temporário, certo? Para controlar realmente seu dinheiro, você deve aprender a fazer essa caminhada de forma permanente e isso vai exigir várias etapas.

  • Assumir o controle das finanças é a chave para o seu sucesso. Portanto, certifique-se de saber tudo sobre o seu dinheiro: receita, despesas e metas financeiras.
  • Desenvolva um plano de gastos pessoais.
  • Dedique um período de tempo, pelo menos uma vez ao mês, para rever sua situação financeira e fazer os ajustes necessários.

Essas etapas são necessárias se você quiser controlar o seu dinheiro. E ter o controle do seu dinheiro é absolutamente essencial se você quiser viver com menos do que ganha e sair das dívidas.

Defina suas despesas necessárias

Já chegou a se perguntar se realmente precisa de um certo serviço? Pergunte-se de novo. Você realmente precisa de tv a cabo e assiste todos os dias? Por que não considerar assinar um serviço de streaming que é mais barato?

O mesmo vale para planos de telefonia, porque não começar a usar um plano pré-pago? E essas perguntas podem se seguir em diversas outras áreas da sua vida. Veja quais serviços são só gastos adicionais no seu orçamento e talvez nem te façam falta caso você comece a cortá-los.

Acompanhe seus gastos

O aplicativo Mobills te ajuda a acompanhar e registrar todas as suas despesas, mas caso você não seja assim tão fã de tecnologia, um caderninho de anotações também funciona.

No entanto, lembre de levar ele sempre com você para não acabar esquecendo de anotar pequenas despesas. Você deve registrar todos os seus gastos diários, a grande maioria das pessoas não têm essa disciplina e acabam se complicando!

Ao final do primeiro mês de registros, faça uma análise dos seus gastos e elimine aqueles que são desnecessários. Tendo tudo registrado ficará mais fácil para você saber onde seu dinheiro está sendo desperdiçado e onde você pode cortar.

COMO CORTAR GASTOS SUPÉRFLUOS QUE PODEM ATRAPALHAR O SEU PLANEJAMENTO

Evite comprar a prazo

Compras divididas em infinitas parcelas tendem a comprometer muito do seu orçamento e te dão uma falsa impressão de poder aquisitivo.

Ao fazer muitas parcelas, você compromete sua renda para os próximos meses, o que pode acabar prejudicando seu orçamento caso apareça algo realmente necessário para comprar.

O ideal é procurar controlar seus desejos e impulsos consumistas. Verifique se o que você quer comprar é indispensável. Caso seja mesmo uma necessidade, faça um esforço para comprar à vista e quem sabe ainda conseguir um bom desconto.

Você não precisa impressionar os outros

Essa não é uma lição moral, mas pense, o que é mais importante, parecer feliz ou ser realmente feliz? Muitas pessoas preferem essa “felicidade visual”, coisas que aparecem à vista dos outros, como bens materiais, bolsa e roupas de marca, carros luxuosos etc.

Saiba que você não precisa ficar se preocupando em impressionar as outras pessoas e que você estará mais feliz com sua saúde financeira em dia.

Além disso, não esqueça de valorizar aquilo que você já tem. Muitas vezes somos motivados pelo consumismo imposto pela mídia e esquecemos que já temos coisas que nos trazem satisfação.

Atenção a sua rotina

Já parou para pensar nos pequenos gastos que você faz todos os dias sem nem perceber? Talvez seja só um café de R$ 1,00, mas que em um somatório total te faria poupar mais de R$ 300,00 em um ano.

Que tal fazer o seu café em casa, por exemplo? O mesmo vale para o almoço e o lanche, são gastos diários que no fim acabam saindo caros. Então, fique bastante atento às suas despesas regulares.

Concentre-se em suas fraquezas

Não adianta fugir, todos temos fraquezas, especialmente quando falamos de dinheiro. Pode ser algo inofensivo como o hábito de comer em fast-foods, ou comprar roupas sem pensar, mas seja qual for sua fraqueza, você precisa identificá-la e brigar contra ela.

Priorize o pagamento das dívidas

Ter dívidas certamente vai dificultar sua caminhada. Portanto, se você está endividado no momento, tente priorizar esse pagamento.

Já tentou simular uma negociação com a instituição financeira responsável por cobrar seu débito? Você pode conseguir uma boa redução de juros.

Faça uma poupança programada

Já ouviu falar do termo “Se pague primeiro”? Essa é uma filosofia para adotar na sua vida. Se você deixar para o final do mês, dificilmente conseguirá economizar dinheiro.

Resumindo, estipule um valor e coloque ele na poupança logo que receber seu salário, antes de pagar as contas ou gastar com qualquer outra coisa.

Eu mereço

Você provavelmente já caiu nessa própria desculpa, “Eu trabalhei o mês inteiro, mereço comprar isso!” No momento de impulso, isso pode até fazer sentido, mas e depois?

Será que você vai se cansar do que comprou? Será que vai aparecer algo melhor que você também vai cobiçar? Sempre que pensar que “merece” se presentear com algo, reflita mais algumas vezes.

Se eu morrer amanhã vou ter guardado dinheiro para quê?

Esse não é o pensamento de alguém que visa um futuro confortável, gastar como se não houvesse amanhã faz mal para o seu orçamento, imagine chegar na velhice sem nenhum plano de aposentadoria e um saldo zerado na conta?

Evite pensar dessa maneira, porque o futuro chega e com ele vem a fatura do cartão de crédito e muitas outras contas para você lidar.

COMO ELABORAR UM PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL INCRÍVEL EM 13 PASSOS

Tenha um objetivo

Sem um objetivo em mente, você dificilmente vai se manter motivado para continuar economizando, então, depois de ter analisando suas necessidades e gastos, é hora de refletir sobre seus desejos para o futuro.

Coloque no papel o que você quer alcançar, quanto você vai precisar e o que você terá de fazer até lá para conseguir isso em um prazo estabelecido.

Dessa forma, você passará a utilizar seu dinheiro de forma mais consciente, pois seus esforços estarão te direcionando a alcançar seus sonhos.

Quando você passa a gastar menos, você incorpora novos hábitos financeiros à sua vida e o melhor de tudo é que ao final dessa caminhada, você irá se sentir mais aliviado e muito mais próximo dos seus sonhos. Vamos começar a mudança de hábitos hoje mesmo?

*****

LEIA TAMBÉM:

10 coisas em que você NÃO deve gastar dinheiro

O que leva às compras por impulso e como educar a mente para fugir delas

Como não gastar todo o seu salário

*****

Conseguiu compreender os benefícios de reduzir as despesas e como gastar menos do que ganha? Compartilhe conosco!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo Como gastar menos do que você ganha? Aprenda a desenvolver este hábito? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários