Planejamento Financeiro

Comece a poupar hoje mesmo

Cartões e dinheiro dentro de um prato simbolizando o tema poupar
Isabella Paschuini
Escrito por Isabella Paschuini

Comece a poupar hoje mesmo

Banner convidando para o site do Mobills

Caro leitor, faça-me um favor. Abra sua carteira agora.

Sim, agora mesmo. Sua carteira. Vai lá!

Quanto em dinheiro você encontrou? Talvez algo entre 50 e 100 reais? Um pouco mais, um pouco menos? Fiz isso agora também e contei R$ 12,60 — os trocos da padaria. Hoje em dia não precisamos de dinheiro em espécie para praticamente nada, não é mesmo?

Pagamos tudo, do Uber ao cafezinho, com cartão (e há quem use outros métodos ainda mais tecnológicos, direto pelo celular, mas ainda não é o meu caso).

Mas, enfim, contou quanto tem na sua carteira?

Então prepare-se que vou lançar um desafio:

Pegue o dinheiro que você encontrou agora na sua carteira e apenas guarde. Não gaste.

Pode até parecer uma ideia louca, mas quando você for velhinho ou velhinha, vai me agradecer. Poupar é um hábito. O quanto antes você começar, melhor; não importa tanto com quanto você vai começar.

Poupe qualquer valor; assim você cria um hábito

Tem gente que fica esperando conseguir juntar todos os meses um valor “respeitável” para começar de fato a fazer um pé-de-meia. “Puxa, neste mês só sobraram R$ 50 depois que eu paguei tudo. No mês que vem eu começo a poupar.”

Não pense assim!

Se você conseguir poupar R$ 50 por mês e investir esse valor com uma rentabilidade de mais ou menos 5% ao ano acima da inflação (o que seria, atualmente, algo na faixa de 11% ao ano), eles terão se transformado em cerca de R$ 40.000 daqui a 30 anos. Nada mal, concorda?

Agora imagina se você pega o hábito de poupar, toma gosto pela coisa — o Mobills certamente pode te ajudar nisso -e, no ano que vem, você já consegue poupar, digamos, R$ 1.200 todos os meses.

Sabe em quanto que essa poupança vai se transformar em 30 anos, se for investida nas mesmas condições do exemplo anterior? Em quase R$ 1.000.000! São muuuitos zerinhos para você se aposentar curtindo a vida como gosta, sem preocupações. (Ah, para isso lembre de cuidar da sua saúde também, para fazer ela “render” bastante no futuro.)

Para fazer essas simulações acima, usei esta planilha calculadora de aposentadoria.

Acredite no milagre dos juros compostos

Reparou uma coisa no exemplo que dei sobre poupar R$ 1.200 por mês durante 30 anos?

Se você fizer as contas, verá que o valor total desembolsado é de R$ 432.000 (360 meses x R$ 1.200). Falta ainda mais de meio milhão de reais até chegar ao valor projetado de R$ 1.000.000. Mas essa diferença não sai do seu bolso. Ela é resultado dos juros compostos, ou juros sobre juros, que fazem um verdadeiro milagre na multiplicação do dinheiro que você investe.

A lógica é simples: suponha que você investe R$ 1.200 e, após um ano, teve um rendimento de R$ 150. Agora você tem R$ 1.350 investidos, e o rendimento passa a ser calculado sobre esse valor total, não apenas sobre o valor inicialmente aplicado. Quando mais tempo seu dinheiro fica investido, mais ele se beneficia do poderoso efeito dos juros sobre juros.

Quanto mais cedo começar a poupar, mais fácil

Ter uma graninha boa para curtir a vida na aposentadoria depende de basicamente três fatores:

  • O valor poupado todos os meses;
  • O horizonte de tempo que você tem para poupar; e
  • A taxa de juros que vai remunerar seus investimentos.

A consultora financeira Marcia Dessen publicou um ótimo texto sobre isso em sua coluna na Folha de S. Paulo.

Os dois primeiros fatores (valor poupado e horizonte de tempo) dependem de você, já o último (taxa de juros) foge um pouco ao seu controle, pois está ligado às condições de mercado e da economia em um futuro difícil de prever.

O que você deve fazer, então? Exatamente: focar nos fatores que só dependem de você!

Não sobra muito do seu salário? Sem problemas. O importante é começar já para ir enraizando o hábito de poupar. Faça como sugerimos no início do artigo: comece com o valor que você tem agora na sua carteira.

Quando mais jovem você for, mais tempo terá para aproveitar o efeito dos juros sobre juros — mesmo que você poupe pouco, será beneficiado pelo longo horizonte de tempo até o momento em que começará a usufruir dos recursos.

Porém, se você já estiver na faixa dos 40 ou 50 anos, sobra menos tempo para deixar o dinheiro trabalhando sozinho, e portanto você precisará se preocupar em poupar um percentual maior do salário todos os meses.

Invista de forma inteligente

Pronto: se agora você está determinado a poupar um pouco todos os meses, acredite, a parte mais difícil do seu projeto de futuro já está concluída!

O único cuidado que você deve ter a partir de agora é aplicar o dinheiro de forma inteligente para ter uma boa rentabilidade e aproveitar os juros sobre juros que explicamos lá em cima.

As dicas mais importantes para quem está começando a investir são as seguintes:

  • Jamais deixe seu dinheiro parado, seja no cofrinho ou embaixo do colchão! Cofrinhos só são bons para juntar moedas. Lembra o que vimos sobre os juros compostos? O dinheiro precisa estar aplicado para receber juros.
  • Não esqueça o dinheiro parado na conta corrente. Além de aumentar a chance de você gastar o valor que pretende poupar, deixar a grana parada na conta corrente também não rende nada.
  • Saia da poupança. A caderneta de poupança é um bom lugar para adquirir o hábito de poupar, afinal é super simples mandar o dinheiro da sua conta corrente para ela ou mesmo fazer um depósito. Porém, além de render muito pouco, os juros sobre o valor que você deixa na poupança são pagos apenas uma vez por mês, no chamado “aniversário”. Em outros investimentos, a rentabilização é diária.
  • Comece pelo Tesouro Direto. Os títulos públicos são a aplicação financeira mais segura do país. Existem diversos tipos de títulos, com comportamentos diferentes. Para quem está saindo da poupança, é bom começar pelo Tesouro Selic, que rende um pouquinho todo dia, em linha com a taxa básica de juros da economia, a Selic.
  • Cuidado com os custos. Quando você começar a diversificar suas aplicações, esteja sempre atento aos custos. Eles diminuem a rentabilidade dos investimentos. Atenção redobrada se você aceitar a oferta do gerente para investir em produtos do banco. Algumas aplicações, como CDB, LCI e LCA parecem não ter custo, mas têm spread (o banco leva uma boa gordura na hora que oferece um produto com rentabilidade fraca).

E então, convencido de que vale a pena começar a poupar hoje mesmo? Essa é uma atitude da qual você certamente nunca irá se arrepender.

*****

Você sabia que estamos postando 2 textos novos por dia (de segunda a sexta-feira)?  Não perca a oportunidade de ler artigos incríveis, acesse o Portal Mobills diariamente e aprenda cada vez mais sobre todos os temas relacionados às finanças pessoais, empreendedorismo, dicas de produtividade e muito mais!

Leia mais:

Quer aprender como juntar dinheiro em 2017? Veja 15 dicas indispensáveis!

A importância de criar o hábito de planejar as finanças pessoais

Conheça o Tesouro Direto e aprenda a investir nele em 5 passos

Curtiu as dicas para que você comece a poupar hoje mesmo? Já consegue poupar? Vai começar? Compartilhe conosco!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo O grande erro da maioria dos empreendedores? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários