Fundos com taxa de administração maior que 0,5% ao ano se tornam desvantajosos com a Selic em seu patamar mais baixo da história. Cobranças bancárias e Imposto de Renda devem ser levados em consideração para evitar prejuízos.

Cansado de ler? Então ouça este artigo:

Com o novo patamar da Selic, alguns fundos de renda fixa terão rendimento negativo; saiba como evitar “perder dinheiro”

Na última quarta-feira, 17, a Selic atingiu seu patamar mais baixo da história: 2,25% ao ano.

A medida tomada pelo Banco Central para estimular a economia em meio à crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus tem impacto direto no rendimento de investimentos de renda fixa.

Em alguns casos, é possível que o investidor até “perca dinheiro” dependendo do fundo a ser investido.

Isso porque, fatores como taxa de administração ou Imposto de Renda podem tornar o rendimento líquido inferior à inflação.

É importante, portanto, ter muito cuidado na hora de escolher o fundo para realizar investimentos.

Fundos com taxa de administração maior que 0,5% ao ano têm rendimento menor que a caderneta de poupança.

Por que o rendimento pode ser negativo?

Considera-se que o rendimento de um investimento é negativo todas as vezes que a inflação supera o retorno da aplicação.

O rendimento negativo se revela na perda do poder de compra do investidor, já que R$ 100 hoje não compram o mesmo que R$ 100 daqui a um ano, por exemplo.

Para além da Selic em si, a taxa de administração do banco e o desconto do Imposto de Renda podem tirar outra parcela do rendimento, tornando-o ainda menor.

Banner convidando para pedir o cartão Méliuz

Quando o rendimento líquido é inferior à inflação, o investidor acaba, portanto, “perdendo” dinheiro.

Investimentos com rendimento negativo

Com a Selic a 2,25% ao ano e inflação de 1,60%, como estimado pelo boletim Focus do Banco Central para o final de 2020, o rendimento real bruto de um fundo de renda fixa atrelado à Selic será de 0,64% ao ano.

Descontando o IR e a taxa de administração de 1%, o rendimento acaba sendo negativo.

Isso significa que o aplicador que investir R$ 1 mil nesse fundo terá ao final de 12 meses apenas R$ 1.010,90.

Na poupança, o rendimento líquido será de 0,02% ‘negativos’ e os mesmos R$ 1 mil rendem R$ 1.015,80 em 12 meses. 

Isso ocorre porque na poupança não existe taxa de administração, nem cobrança de Imposto de Renda, sendo uma opção mais vantajosa que investimentos com taxa de 1%.

Novo patamar da Selic: Ainda compensa investir em renda fixa?

A depender do caso, sim! Apesar do rendimento menor devido à baixa da Selic, investimentos de renda fixa ainda devem estar presentes na carteira de investimento.

Isso porque oferecem menos risco, principalmente para quem tem o objetivo de manter uma reserva de emergência.

De todo modo, como não é difícil investir em renda fixa, bastando escolher os ativos de forma simples através de uma corretora que não cobre taxas por isso, o ideal é que o investidor não opte por fundos, mas invista diretamente.

No entanto, caso o investidor realmente não queira “ter o trabalho” (deveria ser algo prazeroso, rs), é interessante que escolha fundos que não cobrem taxa de administração.

Esses se tornam opção mais rentável que a poupança, mesmo considerando o desconto do IR.

Também há papéis públicos além do Tesouro Selic, oferecendo opções prefixadas e atreladas à inflação com melhores retornos. 

Mas, para isso, é preciso carregar o investimento até o vencimento, já que tirar recurso antes do prazo pode trazer prejuízo. 

Comente, nos siga nas redes sociais e compartilhe este conteúdo!

O que achou da notícia sobre como o novo patamar da Selic pode fazer você “perder dinheiro” em investimentos de renda fixa?

Se gostou, então, cadastre-se em nossa newsletter para receber as novidades em primeira mão e compartilhe esse post com seus amigos e familiares que possam se interessar.

Quer acompanhar nosso conteúdo também no Instagram? Clique aqui e siga o @mobillsedu!

Não deixe também de acessar o canal do Mobills no Youtube.

A sua opinião é muito importante para nós! Sendo assim, sugira novos temas, deixe seu comentário.


VEJA TAMBÉM:

Postado em: Investimentos


Escrito por Heloísa Vasconcelos

Jornalista formada pela Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na cobertura de economia e cidades e aprende todo dia um pouco mais sobre mercado financeiro. Leitora ávida, apaixonada por literatura.


Hey, o que você achou desse conteúdo?

Inscreva-se
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

logo-mobills-app

Baixe agora para o seu dispositivo

logo-mobills-app
logo-mobills-app
logo-mobills-app