Canvas: como criar um modelo de negócios ideal para você

O Canvas é uma ferramenta de modelo de negócios (business model) que, ultimamente, tem que se popularizado bastante entre os empreendedores.

Esta ferramenta foi criada pelo empreendedor e teórico empresarial suíço, Alexander Osterwalder, e pelo professor de gestão de sistemas de informação, Yves Pigneur, por meio de pesquisas e testes realizados entre 2004 e 2010.

Entender a sua importância e funcionamento é ideal para se ter um modelo de negócios saudável e que te mostre o melhor caminho a seguir.

Independente de você ser um empreendedor iniciante ou não, o Canvas será um de seus maiores aliados no mundo dos negócios.

Então, quer saber como o Canvas vai te ajudar e como criar um modelo de negócios ideal para você? Confira o nosso artigo:

A importância do Canvas

Todo empreendedor deve criar mecanismos que permitam maior controle de seu negócio e, claro, estruturar uma maneira objetiva de negócio.

Tudo isto deve ser feito no início do empreendimento, porém você também pode fazer quando seu negócio já está em funcionamento. Aliás, se você nunca fez, nunca é tarde para fazer. E é aí que o Canvas entra como um importante aliado do seu negócio.

Este business model te ajuda a ter uma visualização ampla do negócios de maneira simples e fácil. A ferramenta consiste em um quadro, que pode ser impresso e colado em um mural na sua empresa, por exemplo. Mas você também pode usar um aplicativo para acompanhar em todos os lugares (falarei mais disto posteriormente).

O Canvas apresenta em blocos o que você considera os nove fatores-chave de um empreendimento: parcerias-chave (key partners), atividades-chave (key activities), recursos-chave (key resources), proposta de valor (value propositions), relacionamento (customer relationships), canais (channels), segmentos de clientes (customer segments), estrutura de custos (cost structure) e fontes de renda (revenue streams).

O mais importante no business model é você poder visualizar a totalidade do negócio e organizar graficamente as ações para cada um. Mas existem outros elementos aos quais você também deve prestar atenção, principalmente se a sua empresa for nova no mercado.

É importante que você defina muito bem a área de segmentação de clientes. Este deve ser o seu primeiro passo quando ao elaborar um modelo de negócio, pois, assim, você vai conseguir identificar propostas de valor específicas para um cliente que é diferente do outro.

Veja o exemplo a seguir:

modelo de canvas do uber
Este é um modelo de Canvas da empresa de transporte privado Uber.

Como criar um modelo de negócios ideal para você

Como eu já disse, o Canvas é separado em nove fatores-chave de um empreendimento, que para ficar mais fácil de entender, você pode separar da seguinte forma:

  • Como (Infraestrutura – destacado em azul)?
  • O que (Oferta – destacado em vermelho)?
  • Quem (Cliente –  destacado em verde)?
  • Quanto (Finanças –  destacado em amarelo)?
exemplo de canvas simplificado
Observe com atenção o exemplo.

Para você conseguir criar um modelo de negócios ideal para você e sua empresa, então é importante entender o que cada fator-chave representa e significa no Canvas.

Propostas de valor (value propositions): correspondem ao motivo da empresa existir e mostra como ela atende a uma ou mais necessidades dos clientes. Neste bloco você precisa pensar no projeto, produto ou serviço em que sua empresa representa e depois responder a duas perguntas:

  • Qual o valor principal que o projeto, produto ou serviço entregará ao cliente?
  • Quais necessidades do seu cliente a minha empresa atenderá?

Recursos-chave (key resources): recursos que serão necessários para tirar o seu novo projeto do papel (ou, no caso de uma empresa já existente, seus recursos principais).

Eles podem ser categorizados como recursos físicos (maquinas e equipamentos), intelectuais (conhecimento, marcas e patentes), financeiros (fluxo de caixa e fontes de renda) ou humanos (mão de obra).

Atividades-chave (key activities): atividades que serão necessárias para a entrega da proposta de valor.

Parcerias-chave (key partners): neste bloco você irá relacionar seus principais parceiros e fornecedores que poderão te ajudar futuramente na sua empresa.

Segmentos de clientes (customer segments): como na maioria das vezes existe mais de um segmento de cliente, o ideal é dividir clientes por segmento. Ao ter essa divisão estabelecida fica mais claro saber como a empresa atuará (ou atua) para satisfazer a necessidade de cada segmento (ou de um segmento em específico).

Canais (channels): toda organização lida com canais de comunicação, distribuição e venda. Relacione por quais canais o cliente quer ser atingido.

Relacionamento com clientes (customer relationships): interagir com os clientes é fundamental. A regra diz que quanto maior for sua base de clientes, maior é a necessidade de dividi-la em grupos-alvo, pensando sempre que cada grupo tem uma necessidade específica. Com base no novo projeto que sua empresa está avaliando, reflita em como ela se relacionará com o segmento de cliente que será atingido.

Fontes de renda (revenue streams): o importante aqui é responder à pergunta: com base na proposta de valor, quanto os clientes estão dispostos a pagar pelo novo produto ou serviço?

Estrutura de custos (cost structure): todos os custos necessários para fazer a empresa sair do papel (ou a estrutura de custos da empresa sendo avaliada). Observe que este item é extremamente importante para a área financeira, pois se o controller (profissional que garante a liquidez de ativos e passivos e trabalha o tempo inteiro para exigir a rentabilização do capital socia) avaliar que o investimento necessário supera a receita, os custos para o projeto deverão ser repensados.

modelo de canvas
Veja este modelo feito por nós.

Canvas x tecnologia

Para facilitar ainda mais a criação de seu modelo de negócios estilo Canvas, existe um aplicativo que gera o Canvas feito por você. O Modelo Negócios Canvas e SWOT te permite criar um Canvas e uma Análise SWOT

É super fácil de usar e depois de pronto você pode salvar na sua galeria de fotos ou exportar como PDF.

Quando você for criar um Canvas novos, o app perguntará Título (seu

business model terá um nome específico?), Descrição (uma descrição rápida do seu business model), Para (para quem você mostrará seu business model) e Por (quem criou o business model).

Depois você poderá botar quantos itens quiser em cada fator-chave. Veja o exemplo abaixo:

aplicativo Modelo Negócios Canvas e SWOT
Você pode botar quantos exemplos quiser e depois ver uma visualização antes de baixar a imagem do Canvas.

Depois a imagem salva aparecerá assim:

canvas do facebook
Este modelo já vem como exemplo básico no aplicativo.

O app também possui uma versão para iOS.

Conclusão

Como você já viu, se você é um empreendedor ou pretende ser, então é essencial você entender o que é o Canvas. Espero que nosso artigo tenha sido de bom entendimento e caso você tenha alguma dúvida, basta perguntar nos comentários.

Todos os fatores-chaves são de extrema importância na hora da criação de um novo negócio. Porém, se você já possui uma empresa e gostaria de reformulá-la ou apenas “acrescentar os pontos nos i’s” também é recomendável que o business model seja feito.

Com o aplicativo Modelo Negócios Canvas e SWOT, que eu citei, fica muito mais fácil de acompanhar o seu modelo de negócios, pois ele é totalmente online e no seu celular.

Lembre-se que todos os itens são importantes e na hora da apresentação não tenha medo de “brigar” pelas suas ideias e ideais (claro, se fizer sentido).

*****

LEIA TAMBÉM:

5 erros fatais de finanças que sua empresa deve evitar

*****

Comentários