Caixa diminuiu os juros para crédito imobiliário e isso pode te beneficiar

A decisão foi anunciada no início do mês, após bancos privados tomarem as mesmas medidas.

O primeiro a baixar os juros foi o Itaú que, atualmente, pratica taxas a partir de 7,45% + TR (Taxa referencial, que no momento está zerada).

Em resposta, o Bradesco anunciou taxas ainda mais baixas, a partir de 7,3% + TR.

Como forma de reação a essas medidas, a Caixa Econômica Federal reduziu seus juros para suas linhas de crédito imobiliário que agora estão na faixa de 7,5% a 9,5% + TR.

As novas taxas entraram em vigor no dia 14 de outubro deste ano.

Esta redução é válida tanto para o SFH (Sistema Financeiro de Habitação), que engloba imóveis de até R$ 1,5 milhões com a possibilidade do uso do FGTS, quanto para o SFI (Sistema Financeiro Imobiliário), que reúne propriedades de valores mais altos que R$ 1,5 milhões e não podem ser financiadas com o FGTS.

Financiamento atrelado ao IPCA pode ser melhor

Entretanto, mesmo com a diminuição dos juros nessas linhas de crédito, os gestores do banco acreditam que aquelas indexadas ao IPCA valem mais a pena, já que são substancialmente mais baratas que as que usam a TR como forma de reajuste.

Chegando a serem até 50% mais baratas para os clientes.

Essa nova modalidade (indexada ao IPCA) foi lançada pela Caixa em agosto deste ano e compreende juros de 2,95% a 4,95% ao ano mais IPCA.

Contudo, a nova fórmula só pode ser usada para novos contratos.

Ela garante até 80% do financiamento e prazos de até 360 meses, com correções mensais.

Por essa e outras iniciativas, a Caixa é a líder em crédito imobiliário no Brasil, detendo 69% deste mercado.

E, mesmo com este percentual, sua carteira nos últimos doze meses com dados disponíveis (até junho/2019) cresceu mais de 3,5%.


Descubra 15 despesas mensais para cortar e economizar bastante dinheiro!


Portabilidade nos financiamentos imobiliários cresceu bastante em 2019

Esse aumento se deve também à portabilidade de financiamentos imobiliários, impulsionada pela recente queda da taxa básica de juros (Selic) e nas taxas cobradas pelos bancos.

A portabilidade é usada para obter benefícios como menores taxas de juros e parcelas.

Dependendo da negociação, é possível economizar uma grana considerável!

As oscilações nos percentuais de juros cobrados pelos bancos e outros índices de referência fizeram com que os pedidos de portabilidade crescessem 102% em relação ao mesmo período de 2018 (janeiro a agosto).

Contratados assinados há poucos anos são uma ótima oportunidade de economia

Este artifício pode e deve ser usado, principalmente por quem assinou contratos entre 2015 e 2017, quando os juros estavam na casa dos 10%.

Para que você tenha uma melhor compreensão dos valores que podem ser economizados com a portabilidade de crédito imobiliário, vamos dar um exemplo:

Imagine um empréstimo de R$ 100 mil, com taxa de 11% ao ano (a.a.).

  1. Período do empréstimo: 360 meses
  2. Vr. da 1ª parcela (01/01/2017): R$ 1.151,24
  3. Vr. da parcela em (01/10/ 2019) – parcela nº 34/360: R$ 1.071,17
  4. Montante pago ao final do contrato: R$ 257.659,41

Taxa após a portabilidade: 7,3% a.a.

  1. Vr. da parcela nº 34/360: R$ 810,19
  2. Economia na parcela: R$ 260,98
  3. Final do contrato (valores pagos nas 33 parcelas na 1ª modalidade + 327 parcelas com juros mais baixos): R$ 214.720.66
  4. Economia total no final do contrato: R$ 42.938,75

*Site utilizado para simulações.

O valor poupado pode ser muito maior

Claro que quanto maior o valor financiado maiores os valores economizados ao final do contrato, após a portabilidade.

Para se ter uma ideia, um financiamento nas mesmas condições do apresentado acima, mas no valor de R$ 750 mil, depois da portabilidade, pode gerar uma economia de mais de 360 mil reais.

Sendo assim, vale muito a pena revisar seu contrato de concessão de crédito imobiliário e analisar as taxas do mercado para uma possível melhoria nas condições do seu financiamento.

P.s.: Achou a notícia interessante? Então, compartilhe nas suas redes sociais para ajudar outras pessoas.

View this post on Instagram

O que é RIQUEZA para você? ⠀ Ao contrário do que muitos pensam, a riqueza vai muito além do DINHEIRO. Ser rico das coisas que o dinheiro não compra também é essencial para uma vida próspera. ⠀ A prosperidade em si vai além do conforto e experiências que o dinheiro pode lhe proporcionar. Quando falamos de uma vida rica podemos estendê-la à uma vida rica em saúde, à liberdade de estarmos com as pessoas que amamos, que contribuem para o nosso crescimento pessoal, além de todos os benefícios que a riqueza de conhecimento e das experiências de vida podem nos proporcionar. Busque a riqueza em todos os âmbitos da sua vida! Seja: ⠀ 🥗 Rico em saúde: Cuide de si, da sua mente e do seu corpo. ⠀ 😆 Rico em alegria: Sorria mais, pense positivamente e atraia coisas boas para sua vida. ⠀ 👨‍👩‍👧‍👦 Rico em família: Esteja ao lado de pessoas que lhe agreguem valor e lhe apoiem na sua caminhada. ⠀ 🤑 Rico financeiramente: Cresça profissionalmente, busque novas fontes de renda que lhe proporcionem uma vida de conforto e ampliem seu leque de possibilidades. ⠀ 🤓 Rico em conhecimento: Conhecimento é poder! Sempre é tempo de aprender coisas novas. ⠀ ⠀ 👣 Rico em experiências de vida: Aproveite o dom da vida vivendo sempre da melhor maneira possível, aproveitando cada oportunidade. ⠀ E aí, em quais áreas você se considera rico? ⠀ Marca um amigo que precisa ver esse post. ❤ ⠀ Siga @mobillsedu e @mobillsapp ⠀ 📲 Não esqueça de ativar as notificações para ficar por dentro de todo conteúdo. 💙 Se gostou, não esqueça de deixar o like e seu comentário. 📌 Se não tem tempo para ler agora, salve este post para ler depois. ⠀ #mobillsedu #aprendizmb #educaçãofinanceira #dinheiro #mentalidadedesucesso #mentalidademilionaria #prosperidadefinanceira #inteligenciafinanceira #financas #financaspessoais #dicasfinanceiras #controlefinceiro #rico #riqueza #dinheiro #economizar

A post shared by Mobills Educação Financeira (@mobillsedu) on


LEIA TAMBÉM:

Como gastar menos do que você ganha? Aprenda a desenvolver este hábito!


Banner convidando para o Mobills