O Cadastro Positivo incentiva os consumidores a manter um bom histórico financeiro, o que pode impactar a economia como um todo e principalmente as finanças pessoais dos brasileiros.

Cansado de ler? Então ouça este artigo:

Entenda os principais detalhes sobre o Cadastro Positivo e saiba como ele pode te ajudar

Já imaginou uma espécie de central de dados que busca apontar os consumidores que são bons pagadores? Pois ela existe, se chama Cadastro Positivo, foi criada em 2011 e começou a vigorar em 2013.

Inicialmente, teve uma baixa adesão.

Com a nova lei, no entanto, participar do cadastro positivo deixou de ser opcional para se tornar compulsório.

Isso significa que, todo cidadão que possui CPF registrado agora faz parte do cadastro positivo automaticamente.

Semelhante, ao que acontece com o Cadastro Negativo (lista de inadimplentes).

Quer entender melhor tudo a respeito do novo Cadastro Positivo? Confira o artigo completo a seguir!

Está sem tempo? Então, confira pelo menos o nosso infográfico para entender de forma resumida como funciona o Cadastro Positivo:

Infográfico que resume as principais informações sobre o cadastro positivo

O que é Cadastro Positivo? Para que ele serve?

Em linhas gerais, trata-se de um banco que reúne o histórico de compras dos consumidores, chamado de “currículo de crédito”.

Esse histórico é gerido pelo Serasa Experian, uma das empresas autorizadas pelo governo para ter acesso e gerir essas informações financeiras.

Banner convidando para pedir o cartão Méliuz

Desde sua criação, até 2019, o Cadastro Positivo era facultativo e poderia ser utilizado para ter acesso a maiores limites de crédito.

Entretanto, após uma decisão tomada pelo governo, e apoiada por grandes instituições financeiras, o registro passou a ser automático e obrigatório.

Diante disso, todas as informações a respeito de crédito (financiamento, cartões de crédito, etc) estão presentes no cadastro.

De acordo com o Banco Central e demais bancos, a decisão possibilita conceder taxas de créditos mais personalizadas.

Portanto, consumidores com perfis mais confiáveis terão melhores condições de pagamento e crédito.

Benefícios

Vale ressaltar que o acesso ao histórico de crédito pode influenciar diretamente em diversas situações.

1. Avaliação financeira justa

Através do histórico detalhado, é possível garantir condições cada vez mais específicas para os consumidores.

Portanto, fica mais fácil de aplicar parcelas que condizem mais com determinado perfil, assim como as empresas de cartões podem conceder mais ou menos crédito.

2. Melhores oportunidades junto a financeiras e bancos

Ao ter informações mais sólidas, não apenas os bancos dos quais você é correntista, mas o mercado em geral pode te oferecer melhores oportunidades.

Visto que, por possuírem informações apuradas sobre seus hábitos, estarão aptos a te oferecer boas linhas de crédito e demais oportunidades financeiras.

3. Aprovação de crédito mais rápida

Mais uma vez, a unificação das informações e credibilidade das mesmas facilitará e agilizará o processo de obtenção de crédito.

Se você estiver com o nome sujo, vale a pena dar uma olhada no nosso artigo: Como limpar o nome: veja o passo a passo para voltar a ter crédito!

Como funciona o Cadastro Positivo?

Ele reúne informações sobre os compromissos financeiros que pessoas físicas ou jurídicas assumiram – e como têm sido pagos esses empréstimos, financiamentos e crediários.

Além disso, incluirá informações sobre pagamento de contas de consumo como água, gás, energia elétrica e telefone, que também poderão ser utilizados como referência. 

Vale destacar que dados detalhados sobre os produtos ou serviços adquiridos não são enviados ao Cadastro Positivo.

Somente são disponibilizados o valor total do financiamento, o número, o valor das parcelas e como o pagamento tem sido realizado pelo consumidor ou pela empresa. 

Também será disponibilizado um score de crédito baseado nas informações do Cadastro Positivo.

Essas informações poderão ser acessadas por comércios, bancos, instituições financeiras e pelos prestadores de serviços.

Desse modo, é possível permitir que informações mais precisas sejam consideradas no momento de definir condições de pagamento para cada cliente e taxas de juros mais justas.

A Nova Lei do Cadastro Positivo

Antes da aprovação da Lei Complementar nº 166/19, o Decreto nº 7.829/2012 que regulamentava a matéria determinava que era preciso que o consumidor ou a empresa autorizasse a abertura do seu Cadastro Positivo nos órgãos de proteção ao crédito.

Entretanto, a partir de 8 de julho de 2019, como determinado na nova lei: todos passarão a fazer parte do Cadastro Positivo.

O consumidor e as empresas, todavia, podem solicitar sua exclusão do Cadastro Positivo a qualquer momento. 

Cadastro positivo é pago?

Não é preciso pagar para ter seus dados no Cadastro Positivo nem para pedir a exclusão dos mesmos da base.

Cadastro positivo: vantagens e desvantagens

Apesar de ser algo positivo para aqueles que possuem bons hábitos financeiros, o cadastro positivo pode ter vantagens e desvantagens:

  • Reduzir a taxa de juros;
  • Aumentar os valores das linhas de crédito;
  • Ou facilitar as formas de pagamento para um bom pagador, que são os exemplos mais claros de vantagens esperadas, como já mencionamos.

Os críticos acreditam que o Cadastro Positivo será benéfico apenas para aqueles que forem consultar as informações de seus possíveis clientes, mas que não traz nenhuma vantagem assegurada ao consumidor.

Há ainda quem defenda que essa ferramenta prejudicará o consumidor, uma vez que os benefícios não são obrigatórios, mas a participação, a priori, será.

O fato do Cadastro Positivo influenciar no “score” ou nota de crédito – que serve para medir o risco do consumidor em não pagar uma dívida aos credores de acordo com seu histórico – também é alvo de críticas.

Uma vez que esse número é calculado por cada órgão de proteção ao crédito de uma maneira diferente, não sendo regulamentado de forma única.

Por último, existe um certo receio quanto à coleta e distribuição dos dados que estarão presentes no Cadastro Positivo, sendo vistas como invasiva por parte de alguns consumidores.

Como consultar minhas informações?

As informações do Cadastro Positivo são gerenciadas por 4 birôs de crédito autorizados pelo governo.

O primeiro acesso ao sistema pode ser um pouco burocrático, por conta de cadastros e confirmação de informações.

De todo modo, para consultar suas informações no sistema, é preciso acessar o site de uma das empresas responsáveis por gerenciar os dados.

São elas: Serasa Experian, Boa Vista SCPC, SPC Brasil e Quod.

Após ingressar em um desses sites, basta procurar a opção “Cadastro Positivo”, e em seguida, realizar a inscrição.

Para concluir o processo, é necessário informar dados pessoais, como CPF, nome completo, data de nascimento, nome completo da mãe, e outros.

Além disso, alguns sites podem chegar a solicitar uma foto do documento de identificação, ou até mesmo uma “selfie”, como é o caso do Serasa e Quod.

Por fim, basta definir uma nova senha para garantir os seus acessos futuros, e então conferir sua situação no Cadastro Positivo.

Como cancelar o Cadastro Positivo?

Apesar de ter se tornado automática a participação no Cadastro Positivo, o consumidor tem direito de pedir que seus dados sejam retirados do Cadastro Positivo a qualquer momento. 

O pedido de cancelamento pode ser feito em qualquer um dos quatro birôs de crédito, de modo que o registro será excluído da base de dados.

Vale lembrar que quem já possui o registro basta ir até a opção “cancelamento” para realizá-la.

Já os consumidores que ainda não possuem registro, devem realizar o mesmo processo de primeira consulta, informando dados semelhantes.

Após solicitar a exclusão, o processo deve ser concluído em até dois dias úteis e as informações do pedido devem ser compartilhadas com todos os demais gestores de bancos de dados.

Assim, não é necessário entrar em contato com várias instituições.

Além disso, quem não quiser realizar o cancelamento por meio dos sites responsáveis, pode realizar a solicitação por telefone.

No Serasa, o número de cancelamento é 0800 776 6606, já no SPC o número para contato é 0800 887 9105. Enquanto isso, no Boa Vista SPC, basta ligar para (11) 3003-0101, e por fim.

Como cancelar o Cadastro Positivo pelo Quod?

No caso do Quod, o pedido não pode ser realizado por ligação, mas sim por correios, além da opção do site.

Nesse caso, é preciso enviar uma cópia autenticada do documento de identificação com foto e CPF, além de um formulário com firma reconhecida.

A correspondência deve ser enviada para Alameda Araguaia, número 2104, 8º andar. CEP 06455-000, Barueri -SP.

Opinião do Ministério da Justiça quanto a isso

Vale ressaltar, ainda, que a dificuldade de realizar o cancelamento fez com que a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), junto ao Ministério da Justiça, notificasse as empresas envolvidas no processo.

Desse modo, as empresas devem orientar da melhor forma aqueles consumidores que desejem realizar o cancelamento.

Dicas para aumentar o Score de Crédito

Como já foi mencionado, o Cadastro Positivo possui grande impacto no seu Score de Crédito, mas existem outras ações que o consumidor pode tomar para aumentá-lo.

Se você não sabe, o Score de Crédito é a pontuação analisada pelas instituições financeiras ao receber solicitações de crédito.

Portanto, para aumentar o Score de Crédito, o consumidor deve prezar por adotar bons hábitos financeiros.

Dentre eles podemos citar:

Importante: o aumento de crédito não é imediato, e pode levar um tempo até que a mudança seja observada.

Porém, o consumidor que adotar tais hábitos conseguirá observar o aumento no score, e ainda obterá boas oportunidades financeiras.

Cadastro positivo vale a pena? É bom?

Ainda é cedo para tirar conclusões, porém, se a expectativa sobre a diminuição da taxa de juros e melhores condições financeiras para os bons pagadores se realizar, com toda certeza, será ótimo para os consumidores.

A priori, ele é bom, pois incentiva os consumidores a manter um bom histórico financeiro, o que pode impactar a economia como um todo e principalmente as finanças pessoais dos brasileiros, que é historicamente um povo bastante endividado.

Conclusão 

Independentemente de obter benefícios creditícios ou não por manter suas contas em dia e seu nome longe do rol de devedores, é primordial para sua saúde financeira que se manter longe das dívidas seja sua realidade.

Se você tem um histórico ruim ou está tentando se manter como bom pagador, baixe e comece a utilizar o Mobills para deixar suas finanças em ordem.

Nosso app te ajudará com suas prioridades financeiras e, se for o caso, a se organizar para sair das dívidas.

-> Se você gostou de entender melhor sobre como funciona o Cadastro Positivo, e quer continuar se mantendo atualizado, assine a nossa newsletter para receber todas as notícias em primeira mão.

Aproveite e deixe um comentário abaixo com as suas principais impressões sobre o assunto!

Quer acompanhar nosso conteúdo também no Instagram? Clique aqui e siga o @mobillsedu!


VEJA TAMBÉM:

Controle financeiro pessoal: Passo a passo de como fazer o seu!

Postado em: Finanças Pessoais


Escrito por Ariane Lopes

Ariane Lopes, redatora do Portal Mobills. Formada em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Ceará - UFC e Pós-graduanda em Gestão Pública pela Universidade Católica Dom Bosco - UCDB. Pesquisadora incansável dos temas educação financeira e finanças pessoais. Principais hobbies: assistir documentários, ler, organizar eventos e viajar.


Hey, o que você achou desse conteúdo?

Inscreva-se
Notificar de
guest
2 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
Vania Maria Bittencourt
Vania Maria Bittencourt
19 dias atrás

Esse histórico começa a partir do momento do cadastro positivo ou pega contas passadas?

Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

logo-mobills-app

Baixe agora para o seu dispositivo

logo-mobills-app
logo-mobills-app
logo-mobills-app