Banco Bradesco anuncia nova quantidade de crédito pré-aprovado, com primeiras parcelas sendo cobradas somente daqui a 120 dias. A medida pretende ajudar empresas e pessoas físicas a se manterem durante a crise.

Cansado de ler? Então ouça este artigo:

Bradesco anuncia empréstimo com parcelas para apenas daqui a 120 dias

Recentemente, o Banco Bradesco anunciou uma boa notícia para aqueles que se encontram em dificuldade financeira, por conta da atual crise.

Foi anunciada a possibilidade de realizar empréstimos com o pagamento da primeira parcela somente daqui a 120 dias.

Anteriormente, já existia a possibilidade de realizar empréstimos, mas o prazo era de até 60 dias.

Essa medida foi adotada para resguardar tanto clientes empresariais quanto pessoas físicas da crise enfrentada no país.

De todo modo, isso vale para novas dívidas. As pendências já existentes terão um prazo de 72 meses.

No geral, serão R$ 100 bilhões voltados para crédito pré-aprovado para esses clientes que precisarem de empréstimo.

Além disso, a nova linha de crédito voltada para financiamento empresarial possui uma segmentação específica, com R$ 2,4 bilhões de crédito concedido pelo banco.

Bradesco anuncia empréstimo para ajudar empresas a manterem folha de pagamento

O Bradesco também disponibilizou um limite pré-aprovado, para auxiliar na folha de pagamento de pequenas empresas.

Ao todo, serão R$ 2,4 bilhões para auxiliar empresas com receita até R$ 360 mil e superior a R$ 10 milhões, voltados especificamente para auxiliar na folha de pagamento.

Essas linhas de crédito terão 120 dias para começarem a ser pagas, e uma taxa de juros inferior, sendo de 0,65% ao mês.

A taxa de juros irá depender do perfil do cliente, e do seu relacionamento com o banco, mas deve girar em torno da citada.

Por fim, o Bradesco possui R$ 27 bilhões em créditos pré-aprovado para financiamento a pessoas jurídicas, e R$ 100 bilhões para PF (pessoa física).

Bradesco deseja ampliar programa do governo

Além disso tudo, o Bradesco junto de outros grandes bancos brasileiros, está tentando fazer com que o Governo Federal aumente o número de empresas e a linha de recursos oferecidos pelo programa oficial.

A atual linha de crédito do governo conta com uma taxa de 3,75% ao ano, e o Tesouro Nacional garante 85% dos recursos e riscos.

Bradesco e o crédito imobiliário

Leandro Diniz, diretor de empréstimo da instituição financeira, afirma que acompanha discussões entre autoridades reguladoras envolvendo a possibilidade de refinanciar algumas parcelas de crédito imobiliário.

Caso isso venha a acontecer, o cliente inadimplente será beneficiado, pois será possível ampliar seus recursos a baixos juros.

Vale ressaltar que as taxas de financiamentos imobiliários já são menores, mas nessa situação, o banco também seria beneficiado.

No entanto, Diniz diz que isso não seria fácil, pois seria necessário mudar as leis.

-> O que achou do artigo sobre o Bradesco anunciar empréstimo com parcela prolongada? Se gostou, então, compartilhe com seus amigos e familiares que possam se interessar!

Banner convidando para pedir o cartão Méliuz

Quer acompanhar nosso conteúdo também no Instagram? Clique aqui e siga o @mobillsedu!

A sua opinião é muito importante para nós! Sendo assim, sugira novos temas, deixe seu comentário.


SAIBA MAIS: 

Postado em: Notícias


Escrito por Hícaro Sindeaux

Hícaro Sindeaux, graduando em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará. Apaixonado por finanças pessoais, investimentos e empreendedorismo.


Hey, o que você achou desse conteúdo?

Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notificar de

Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

logo-mobills-app

Baixe agora para o seu dispositivo

logo-mobills-app
logo-mobills-app
logo-mobills-app