Conheça as 8 maiores Bolsas de Valores pelo mundo
Por favor, avalie esse Post

Conheça as 8 maiores Bolsas de Valores pelo mundoBanner convidando para o site do Mobills

As bolsas ao redor do mundo podem influenciar uma à outra, uma vez que reagem de acordo com a conjuntura econômica global, não só com os acontecimentos locais. Por isso, mesmo para aqueles que tem o objetivo de manter os seus investimentos concentrados apenas na bolsa nacional, é importante manter um olhar analítico internacionalmente.

Portanto, conhecer os mercados do exterior e manter-se sempre informado é primordial para ter investimentos bem-sucedidos. Muitas vezes acontecimentos externos desencadeiam reações previsíveis aqui no Brasil, tanto de queda quanto de alta da Bolsa de Valores. Entender esses mecanismos pode ajudar o investidor a se proteger quando necessário, e também a identificar a hora de realizar grandes lucros.

Sendo assim, listamos as 8 principais Bolsas de Valores ao redor do mundo para você conhecer e ficar de olho:

8 maiores Bolsas de Valores pelo mundo

1. NYSE

A primeira colocada da lista é a New York Stock Exchange, a Bolsa de Valores de Nova York. A NYSE foi criada em 1792 e está localizada em Wall Street, famoso centro financeiro. No ano de 2006 ela se juntou a Euronext e atualmente é administrada pela NYSE Euronext. Essa fusão resultou no primeiro mercado de capitais pan-atlântico, que atualmente mantém um valor agregado de US$ 13,9 trilhões.

2. NASDAQ

A National Association of Securities Dealers Automated Quotations (NASDAQ) é o mercado de ações com o segundo maior valor agregado do mundo, US$ 4,3 trilhões. Assim como a NYSE, que ocupa o primeiro lugar, a NASDAQ também está localizada na cidade de Nova York. A maioria de suas empresas listadas são de pequena e média capitalização, contabilizando mais de 2.800 ações disponíveis, principalmente em setores relacionados à tecnologia.

3. Tóquio

A Bolsa de Valores de Tóquio, conhecida como TSE, está localizada no Japão. Em termos de valor agregado ela é a terceira maior do mundo, totalizando US$ 3,3 trilhões com suas mais de 2.400 empresas listadas. Sua dinâmica com as outras bolsas mundiais é muito interessante, uma vez que, devido ao fuso-horário, ela é a primeira a abrir, podendo iniciar reações de âmbito global.

4. Londres (LSE)

A London Stock Exchange, é a principal Bolsa de Valores do Reino Unido e uma das mais antigas do mundo. Localizada em Londres, a LSE foi fundada no ano de 1801 e, até 1914, era considerada a maior do planeta. Apesar da data de início formal, as atividades de mercantilização de ações em Londres tiveram início no século 17. Os títulos eram negociados em uma cafeteria, onde o corretor John Castaing publicava a lista de preço dos produtos. Hoje, a bolsa de Londres já atinge um valor agregado de US$ 3 trilhões.

Leia mais:

5 motivos para investir na Bolsa de Valores e melhorar seus rendimentos

Ações na bolsa: Aprenda a investir aqui!

Como funciona a bolsa de valores?

5. Paris

A Bolsa de Valores de Paris é, na verdade, um grupo que reúne as bolsas de Paris, Amsterdam, Bruxelas e Lisboa. Seu valor agregado já atinge US$ 2,9 trilhões, sendo um mercado de extrema importância para a conjuntura econômica européia.

6. Hong Kong

A Bolsa de Valores de Hong Kong, HKEx, é o segundo maior mercado de capitais da Ásia e o sexto maior do mundo, mantendo um valor agregado de US$ 2,8  trilhões. Sua listagem de empresas inclui também, além das organizações chinesas, algumas companhias do exterior. O primeiro registro de mercado formal de ações é datado em 1891 e em 1941 foi dado o nome de Bolsa de Valores de Hong Kong.

7. Xangai

A estreita relação comercial entre o Brasil e a China é um panorama interessante de se manter em mente em se tratando da bolsa de Xangai. Algumas empresas brasileiras, como por exemplo no ramo da mineração, estão passíveis de sofrer forte influência do mercado chinês. Seu valor agregado já atingiu os US$ 2,6 trilhões.

8. Toronto

A Bolsa de Valores de Toronto, TSX, é o maior mercado de ações do Canadá, com um valor agregado que já alcançou US$ 2 trilhões. A TSX disponibiliza ativos nacionais e também de empresas do exterior. Há uma negociação muito expressiva nos setores de mineração, petróleo e gás.

E a BM&F Bovespa?

Agora que vimos as oito maiores bolsas do mundo, é possível que surja a dúvida: e o Brasil? Em qual posição está? O mercado de ações brasileiro é muito respeitado internacionalmente, contudo, ainda não atingiu um valor agregado suficiente para ocupar as primeiras posições do ranking.

O critério utilizado consiste na soma do valor de mercado de todas as empresas listadas na bolsa em questão. Atualmente a BM&F Bovespa ocupa a 13ª posição, uma vez que seu valor agregado totaliza US$ 726 bilhões.

A boa notícia é que as perspectivas de ascensão são altas. A economia brasileira é uma das maiores da América do Sul, exportando produtos importantes como a soja e o café. Mesmo com toda a instabilidade atual, atrelada à crise política, o país ainda continua sendo uma excelente alternativa de investimento. Isso atrai, inclusive, muitos investidores de fora do país.

A Bovespa vem apresentando um fortalecimento impressionante a cada ano. Prova disso é o aumento do volume financeiro movimentado, que cresceu quase três vezes em dez anos, excedendo R$ 930 trilhões apenas na primeira metade de 2016. Além disso, o número de pessoas registradas na bolsa brasileira cresceu mais de seis vezes em 14 anos.

Mesmo com a crise, o mercado brasileiro já está demonstrando sinais de recuperação. Prova disso é justamente o Mercado de Ações, já que a Bolsa de Valores é o investimento mais rentável do primeiro de semestre de 2016.

Curtiu conhecer as principais Bolsas de Valores do mundo? Compartilhe conosco!

Banner convidando para o site do Mobills

Gostou do artigo Conheça as 8 maiores Bolsas de Valores pelo mundo? A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Comentários