Autoestima: saiba como aumentar ou recuperar a sua para ter sucesso!

Banner convidando para o Mobills

A autoestima está diretamente ligada à forma como nos vemos e nos aceitamos.

Entretanto, viver em sociedade traz uma necessidade constante de aceitação não apenas pessoal, mas também por parte das  outras pessoas, o que afeta diretamente a forma como nos percebemos.

Essa dependência da aprovação coletiva tem gerado uma série de problemas de autoestima.

Por isso, vamos discutir um pouco sobre o assunto, mostrar algumas dicas de como manter sua autoestima elevada ou como recuperá-la, se esse for seu caso.

É bem provável que mesmo que você não seja afetado por problemas com sua autoestima, conheça alguém que sofre com eles.

Vale ressaltar, ainda, que estar com a autoestima em alta pode trazer ótimos resultados para a sua situação financeira.

Então, não deixe de conferir as dicas que podem servir tanto para você quanto para ajudar seus amigos e familiares a serem pessoas mais felizes e confiantes.

O que é autoestima?

A autoestima se baseia em um valor que atribuímos a nós mesmos e, também, no nosso amor próprio.

Para exercitarmos o amor próprio, é preciso que três aspectos andem juntos: o autorrespeito, a autoaceitação e o autoconhecimento.

Autoconhecimento

O autoconhecimento vem através de uma minuciosa análise da nossa vida, situações que passamos e nos fortaleceram ou alegraram.

Autoconhecer-se é também reconhecer os pontos fortes e fracos e buscar melhorá-los.

Autoaceitação

A autoaceitação vem com o conhecimento.

É necessário que aceitemos que não somos perfeitos, que cometemos falhas e que elas têm consequências.

Aceitar-se é crucial para a construção de uma autoestima sólida.

Entretanto, aceitação não significa acomodação. É preciso buscarmos a melhoria contínua como seres humanos.

Autorrespeito

O autorrespeito está ligado à confiança que temos em nossas decisões e pensamentos.

Ser uma pessoa indecisa ou se achar sempre incapaz de tomar boas decisões são atitudes que não condizem com pessoas que possuem autorrespeito.

Esses 3 sentimentos são a base da construção da nossa autoimagem e, por isso, fazem parte do conceito de autoestima.


Educação financeira: o conceito que deveria ser aprendido por todos desde a infância


Autoestima e beleza

Percebe-se pela definição acima que a autoestima é mais complexa do que apenas o aspecto físico, ou seja, ela não engloba apenas a aparência como muitos pensam ser o caso.

A autoestima está muito mais relacionada com conceitos sentimentais que físicos.

Porém, algumas pessoas atribuem alta carga valorativa as suas aparências, por acreditarem que são seus pontos mais fortes.

Assim, acabam confundindo autoestima com o modo como se veem apenas externamente.

Problemas de autoestima

A baixa autoestima está relacionada ao não desenvolvimento correto dos sentimentos que compõe a autoimagem do indivíduo, citados anteriormente.

Pessoas com autoestima baixa são:

  • Inseguras;
  • Regularmente, têm dificuldades em aceitar os próprios erros e não conseguem valorizar-se;
  • Têm aversão à rejeição;
  • E costumam se comparar exaustivamente a outras pessoas.

Quem sofre com problemas de autoestima, na maior parte do tempo, se sente incapaz de realizar atividades diferentes das habituais, de ousar…

Desse modo, acabam estagnadas, ou pelo medo ou por desperdiçarem oportunidades de crescer. 


Como crescer na vida e alcançar o sucesso que você sempre sonhou


Autoestima baixa

Se você se identificou com algumas das características que descrevemos, mas ainda não tem certeza se está com a autoestima baixa, aqui vão mais algumas características das pessoas que enfrentam esse problema:

  • Criar desculpas para seus fracassos, não os admitindo como ponto de melhora;
  • Culpar qualquer um, menos a si, pelos próprios erros;
  • Timidez que atrapalha atividades simples do dia a dia, como pedir uma informação ou participar de um evento de família;
  • Medo de rejeição;
  • Busca incessante por reconhecimento;
  • Insegurança;
  • Procrastinação e preguiça são constantes em sua rotina;
  • Competitividade acima do normal;
  • Falta de controle emocional para lidar com críticas e situações que o coloquem à prova;
  • Sentimento de incapacidade constante;
  • Dificuldade de reconhecer seus próprios pontos fortes.

Como aumentar sua produtividade pessoal e no trabalho


Autoestima alta

Engana-se quem acha que os problemas com autoestima se limitam à baixa autoestima. A autoestima elevada demais também pode ser um problema.

Já ouviu aquela história de que tudo em excesso pode fazer mal? Então…

Pessoas com excesso de confiança em si mesmas, tornam-se arrogantes, desagradáveis e prepotentes. 

Nesses casos, a parte mais difícil é o diagnóstico, uma vez que os efeitos negativos atrelados à baixa autoestima não estão presentes.

Na verdade, são substituídos por uma sensação de bem-estar e controle por parte do indivíduo.

É importante fazer uma análise e descobrir se toda aquela confiança tem razão de ser e, mesmo que tenha, ponderar os momentos de externá-la para que seja um ponto positivo de sua personalidade e não um que cause repulsa.

Autoestima injustificada

Por último, trataremos da autoestima injustificada que ocorre quando o indivíduo se orgulha de algo socialmente errado ou perigoso.

Por exemplo, por ser o maior bandido de uma determinada região, o melhor golpista do país, entre outros.

Atos que são vistos pela maior parte das pessoas como errados, podem ter alto valor para as pessoas que os cometem, fazendo-os “subir em seus próprios conceitos”.

Como aumentar a autoestima?

Mesmo que a baixa autoestima não seja o único desvio no modo como nos vemos, ela é a que afeta um maior número de pessoas.

Veja as dicas que temos para ajudar a melhorar sua autoestima:

Trabalhe seu autoconhecimento

Uma boa maneira de fazer isso é listar todos as coisas negativas que vê em si mesmo e depois se defender do “seu próprio ataque”.

Vá para frente do espelho e pratique.

Evite comparações

É importante que você entenda que cada pessoa tem seu próprio caminho, suas escolhas, condições…

Não seja tão exigente quanto ao seu passado, foque no que é possível fazer daqui pra frente para atingir o que deseja.


Como manter o foco, fazer o que é necessário e ter sucesso


Pegue leve com as autocríticas

Seres humanos são falhos, errar não é algo agradável, mas serve para ensinar lições.

Tire sempre o melhor das situações, tente se manter positivo e motivado. 

Foque nos aspectos positivos da sua personalidade

Se for muito difícil para você reconhecer essas qualidades, peça ajuda a sua família e amigos próximos, ou até mesmo, para professores e colegas de trabalho.

Ver-se pela perspectiva dos outros pode ser um exercício interessante.

Elimine a culpa

Busque soluções para as suas insatisfações.

Mesmo que demore a resolvê-las, estar trilhando um caminho para isso já te deixará mais feliz e confiante.

Tenha fé em você

O autor Charles Duhigg, em “O Poder do Hábito”, deixa bem claro que a força de vontade é mais que uma habilidade, ela funciona como um músculo.

Quanto mais você exercita, mais ela cresce.

Sendo assim, exercite sua força de vontade, tenha fé em você, acredite sempre que é capaz.


Descubra 11 hábitos dos milionários que, se praticados, irão mudar sua vida


Identifique o que te faz sentir-se bem

Se você está com a autoestima baixa, é preciso que a reconstrua aos poucos.

Nesse sentido, fazer atividades que te proporcionem sensação de satisfação, dever cumprido e competência são boas escolhas para começar a desenvolver esse lado.

Seja grato

Descubra todos os dias coisas pelas quais agradecer e preserve as sensações que esse ato traz.

Admire, mas não inveje

Ter pessoas como referência para se espelhar e exercitar sua melhoria contínua é ótimo.

Porém, cuidado com dois sentimentos: a inveja e a decepção.

Muitas vezes, colocamos pessoas em pedestais inalcançáveis e acabamos decepcionados.

Comemore suas vitórias

Reconheça seus esforços, aprecie o que seus talentos são capazes de realizar, admire-se!

Como recuperar a autoestima em situações difíceis?

Mesmo quem nunca passou por problemas com a autoestima pode se deparar com uma situação inesperada que abale sua autoimagem.

Por esse motivo, separamos algumas situações específicas para exemplificar como esses momentos podem acontecer e o que fazer para lidar com eles.

Ambiente hostil

Crescer em um ambiente hostil, como é o caso de muitas famílias que congregam um lar cheio de críticas e com uma educação baseada na depreciação uns dos outros, tem um grande impacto no modo como essa pessoa se vê.

Afinal, todo o alicerce de apoio que essa pessoa deveria ter, as pessoas que deveriam confortá-la, demonstram seus sentimentos de forma agressiva e depreciativa.

Isso faz com que toda a dinâmica de autoimagem dos integrantes da família seja distorcida.

Nesses casos extremos, é preciso proceder à reconstrução da autoestima.

É necessário entender que algumas famílias podem ser nocivas e prejudiciais e que as qualidades individuais devem ser vistas pela própria pessoa, desenvolvendo seu amor próprio longe desse ambiente.


Finanças para casais: aprenda como conversar e resolver qualquer crise financeira no casamento!


Término de relacionamento

Fins de relacionamentos são complicados, trazem consigo momentos de fragilidade emocional extrema.

Nessas situações, podemos colocar em jogo a visão que temos de nós mesmos.

Entretanto, para superar um fim, é preciso ressignificá-lo, fazendo dele um novo começo.

Coloque em prática todo o aprendizado adquirido nesse ciclo que terminou e se prepare para novos relacionamentos.

Culpa

Carregar culpa pelo passado pode ser algo quase insuportável de aguentar.

É preciso praticar o autoperdão, aceitar que a vida é feita de escolhas e que estas te fizeram ser quem é e estar onde chegou.

Perdoe-se pelos seus erros e entenda que a vida é composta por erros e acertos.

Comparação virtual

As redes sociais podem ser um veneno para quem tem problemas com autoestima.

Passar o dia vendo as postagens de pessoas lindas, supostamente felizes e ricas pode abalar a autoestima ao nos compararmos com essas pessoas.

Contudo, é importante manter em mente que nas redes sociais as pessoas só publicam a parte boa da vida. Em muitas ocasiões, escondem por trás de sorrisos falsos a verdadeira realidade que vivem.

Não é raro ser noticiado que pessoas que viviam vidas de contos de fadas (segundo as redes sociais) estão com depressão ou com outros distúrbios, inclusive de imagem.

Para combater esses sentimentos ruins que surgem ao fazer essas comparações virtuais, lembre-se que é fácil viver de aparência e que a vida de ninguém é perfeita.

Mas se ainda sim isso estiver te fazendo mal, dê um tempo das redes sociais e foque seus momentos livres na leitura de livros e outra atividades educativas.


Conheça 15 canais de finanças pessoais do YouTube para aprender tudo sobre dinheiro


Filmes sobre autoestima

Filmes são uma ótima oportunidade de mergulhar em histórias diferentes e se imaginar como os personagens, distraindo a mente, mas ao mesmo tempo refletindo sobre possíveis situações.

Separamos uma lista de filmes que mostram histórias de superação e de fatos que podem ocorrer na vida de qualquer um.

Assista a esses filmes analisando as atitudes dos personagens diante das adversidades.

Por mais simples que seja a mensagem de um filme, é possível tirar lições para uma vida toda.

  1. A Culpa é das Estrelas (The Fault In Our Stars, 2014, EUA) 
  2. O Impossível (The Impossible, 2012, Espanha)
  3. As Sessões (The Sessions, EUA, 2012)
  4. O Lado Bom da Vida (Silver Linings Playbook, 2012, EUA)
  5. 28 Dias (28 days, 2000, EUA)
  6. O Diabo Veste Prada (The Devil Wears Prada, 2006, EUA)
  7. O Homem que Mudou o Jogo (Moneyball, EUA, 2011)
  8. Click (2006, EUA)
  9. Um Sonho Possível (The blind side, 2009, EUA)
  10. Poder Além da Vida (Peaceful Warrior, EUA, 2006)

Os 15 melhores filmes sobre finanças que você DEVE assistir!


Livros para autoestima

Outra opção para manter ou fortalecer sua autoestima é a leitura.

Através dos livros, além de conhecer outras histórias parecidas com a sua, é possível explorar o ponto de vista de vários autores e se beneficiar de diferentes técnicas desenvolvidas por eles nos anos de estudo sobre o tema.

As obras escolhidas foram:

  1. O Poder do Hábito – Por Que Fazemos o Que Fazemos na Vida e Nos Negócios (Charles Duhigg)
  2. As Coisas Que Você Só Vê Quando Desacelera (Haemin Sunim)
  3. A Coragem de ser Imperfeito: Como Aceitar a Própria Vulnerabilidade, Vencer a Vergonha e Ousar ser Quem Você É (Brené Brown) 
  4. O Poder do Agora (Eckhart Tolle)
  5. O Cavaleiro Preso na Armadura (Robert Fisher) 
  6. Seja Foda! (Caio Carneiro)
  7. Propósito (Sri Prem Baba)
  8. A Sutil Arte De Ligar o F*da-se (Mark Manson)
  9. Dumplin’ (Julie Murphy)
  10. Manual do Amor Próprio (Mica Rocha) 

25 livros para ler se você quiser se tornar rico


Palestra sobre autoestima

Separamos, ainda, três palestras incríveis sobre reconstrução, sonhos e fé.

Confira os links abaixo:

Frases de autoestima

  • “A ousadia de ser diferente reflete na sua personalidade, no seu caráter, naquilo que você é. E é assim que as pessoas lembrarão de você um dia” – Ayrton Senna
  • “Se podemos sonhar também podemos tornar nossos sonhos realidade.” – Walt Disney
  • “Não deixe que o ruído da opinião alheia impeça que você escute a sua voz interior.” – Steve Jobs
  • “Tenho meus limites. O primeiro deles é meu amor-próprio.” – Clarice Lispector
  • “Como você ama a si mesma é como você ensina todo mundo a te amar.” – Rupi Kaur
  • “Solidão não se cura com o amor dos outros. Se cura com amor-próprio.”  – Martha Medeiros
  • “Nunca seja intimidado em silêncio. Nunca permita que você se torne uma vítima. Não aceite a definição de ninguém da sua vida, defina a si mesmo.” – Harvey Fierstein

50 frases inspiradoras sobre motivação, sucesso, dinheiro e superação!


Mensagem de autoestima

Para fechar com chave de ouro esse texto tão cheio de reflexões, queremos deixar uma última mensagem, escrita por Chico Xavier:

“Lembre-se de que você mesmo é o melhor secretário de sua tarefa, o mais eficiente propagandista de seus ideais, a mais clara demonstração de seus princípios, o mais alto padrão do ensino superior que seu espírito abraça e a mensagem viva das elevadas noções que você transmite aos outros. Não se esqueça, igualmente, de que o maior inimigo de suas realizações mais nobres, a completa ou incompleta negação do idealismo sublime que você apregoa, a nota discordante da sinfonia do bem que pretende executar, o arquiteto de suas aflições e o destruidor de suas oportunidades de elevação – é você mesmo.”

Essa passagem deixa bem claro que podemos ser nosso maior trunfo e ao mesmo tempo nosso maior inimigo.

Escolha se amar, se conhecer, se aceitar e prepare-se para uma vida abundante após essa decisão.

Conclusão

Como você pode ver no decorrer do texto, a autoestima é formada basicamente por 3 aspectos: autorrespeito, autoaceitação e autoconhecimento.

Infelizmente, muitas pessoas têm uma baixa autoestima e isso pode gerar diversos problemas, tais como: insegurança, aversão à rejeição e dificuldade para aceitar os próprios erros.

Por isso, tentamos trazer diversas dicas sobre como aumentar e recuperar a autoestima, visto que ela é um fator essencial para que você possa ser bem-sucedido na vida.

Caso sua baixa autoestima esteja relacionada a problemas financeiros, podemos te ajudar a resolver isso.

Comece a utilizar o Mobills agora mesmo e controle suas finanças adequadamente.

Assim, você conseguirá realizar seus objetivos financeiros e não ficará mais frustrado por se comparar a outras pessoas que já alcançaram o sucesso em relação ao dinheiro.

View this post on Instagram

Conhecer as personalidades bem sucedidas nos mostra um pouco do processo pelo qual elas passaram, superaram e os erros que cometeram, dado que os mesmos não os impediram de realizar os seus sonhos, mas, pelo contrário, foram os propulsores do seu crescimento. ⠀ Pessoas de sucesso tem muito o que nos ensinar e, de certa forma, facilitar o nosso caminho. Como é o caso do bilionário Steve Jobs, que nos diz alguns coisas que NUNCA devemos deixar de fazer. São elas: ⠀ – Nunca fique parado; – Nunca deixe de sonhar; – Nunca se dê por vencido; – Nunca se apegue ao passado; – Nunca finja ser quem você não é. ⠀ Cultive o hábito de estar com pessoas que agregam na sua vida e crie uma rede de contatos que contribua para te fazer evoluir constantemente. ⠀ Permita-se! ⠀ Você costuma ler a biografia de pessoas ricas? A história de vida deles lhe inspira? Conta para a gente, QUEM É A SUA INSPIRAÇÃO? . . Siga @mobillsedu e @mobillapp . . 📲 Não esqueça de ativar as notificações para ficar por dentro de todo conteúdo. 💙 Se gostou, não esqueça de deixar o like e seu comentário, isso é muito importante para nós. 📌 Se não tem tempo para ler agora, salve este post para ler depois. ⠀ #mobillsedu #planejamentofinanceiro #controlefinanceiro #financaspessoais #educacaofinanceira #dicas #dicasfinanceiras #aprender #rico #riqueza #inteligenciafinanceira #lições #liberdadefinanceira #decisoesfinanceiras #financas #dicadodia #sucesso

A post shared by Mobills Educação Financeira (@mobillsedu) on


LEIA TAMBÉM:

Aprenda como determinar e alcançar seus objetivos financeiros