Lições sobre dinheiro que você deve aprender antes do casamento (mas também valem para quem já casou)

Banner convidando pra conhecer o Mobills Web

Todo relacionamento se constrói ao longo do tempo, com a experiência e, claro, com sentimentos.

No entanto, quando a decisão de viver “felizes para sempre” é tomada, há certas habilidades financeiras que são desejáveis que se tenha, antes de dizer o tão esperado “sim”.

Já casou? Não se desespere, essas dicas também servem para você, com as devidas adaptações.

O amor é um daqueles sentimentos que muda a vida e o mundo inteiro, que enche de alegria a todos, mas que também requer trabalho e perseverança para continuar sendo alimentado a cada dia, porque é uma responsabilidade que não se assume somente consigo mesmo, mas também com a outra pessoa.

Embora cada relacionamento seja diferente e tenha sua própria história, a verdade é que deve haver o mínimo de afinidade nos estilos de vida, gostos musicais, atividades, hobbies… para que o relacionamento possa funcionar.

E no quesito afinidade, o dinheiro também desempenha um papel fundamental.

Claro que existem casais que se entendem perfeitamente e que têm hábitos e percepções semelhantes quando se trata de finanças pessoais.

Mas há muitos casos em que não existe a cumplicidade de pensamentos e ações sobre as finanças, o que pode levar a um desgaste natural da relação com o passar do tempo.

Agora, se você tem certeza que encontrou a pessoa de sua vida, considere também se já aprendeu as seguintes lições da vida financeira, antes de comprometer-se e consolidar hábitos de dinheiro com a outra pessoa.

Lições sobre dinheiro para aprender antes do casamento

 

Comunicação

Se você é daqueles que não tem medo de falar sobre dívidas ou fazer qualquer tipo de pergunta a respeito de algo em que está pensando em investir ou comprar, está aprovado nesse primeiro passo.

Poder falar abertamente sobre dinheiro, sem medo de ser criticado ou repreendido pelo parceiro é essencial em um relacionamento.

Discutir sobre suas necessidades, seus medos e projetos é indispensável para que se possa chegar a um ponto comum.

Por outro lado, se você acha que ainda não tem capacidade ou se sente envergonhado ou intimidado para falar sobre questões de dinheiro com o seu companheiro (a), é necessário começar a trabalhar o assunto antes de estabelecer a “sociedade do casamento”.  

Está tendo problemas para administrar o seu dinheiro? Comece a utilizar agora mesmo o MOBILLS WEB!

Contas

Se para você tem sido complicado controlar suas finanças pessoais, imagine como seria difícil controlar as contas de um lar.

Claro, é responsabilidade dos dois, porém, o ideal é que você tenha experiência prévia sobre controle financeiro, elaboração de orçamento e estabelecimento de prioridades para saber em que gastar e em que não gastar.

Quando um casal tem isso claramente definido, a relação será bem-sucedida financeiramente.

O essencial

Você já passou uma boa quantidade de anos consigo mesmo e provavelmente já sabe o que quer da vida.

Sendo assim, deve ter a capacidade de definir e diferenciar um capricho de uma necessidade real e como lidar com cada um desses sentimentos.

O dinheiro que você ganha tem que ser muito bem gerido e não deve gastá-lo na primeira coisa que vier à sua cabeça.   

Quando você lida bem com o sentimento de “melhor comprar depois”, terá uma grande vantagem em seu relacionamento que irá ajudá-lo a ficar dentro dos limites e estabelecê-los com o seu amado ou amada.

10 COISAS EM QUE VOCÊ NÃO DEVE GASTAR DINHEIRO

Dívidas

O ideal é que, quando decida viver com o seu amor, já saiba reconhecer o impacto que o endividamento pode ter em seu futuro.  

Em um relacionamento, se um dos dois não tiver a noção do quanto o endividamento pode ser prejudicial para a vida em casal, pode implicar que futuros problemas surjam, porque as dívidas não serão mais no nome de uma pessoa, mas das duas, o que compromete a situação financeira de ambos.

A história

Uma das piores surpresas que uma pessoa pode ter ao casar é não saber quem é o seu parceiro, de onde vem e para onde vai. Isto, não só em termos de projeto de vida, mas também de história financeira.

Quando alguém é denunciado às agências de crédito e se mantém com o nome “negativado” nelas, pode ter um obstáculo no futuro, para conseguir, por exemplo, um financiamento para comprar a casa própria.

Portanto, o ideal é que você possa chegar livre de dívidas ao casamento, de modo que qualquer instituição financeira lhe abra as portas, e, naturalmente, não envolver o seu cônjuge em questões financeiras que não devem corresponder a ele (a).

Talvez esta seja a dica fundamental sobre dinheiro para aprender antes do casamento.

O QUE FAZER QUANDO SEU CÔNJUGE É PÉSSIMO COM DINHEIRO

*****

Curtiu as lições sobre dinheiro que você deve aprender antes do casamento? Conhece mais alguma? Compartilhe conosco!

A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.

Banner convidando pra conhecer o Mobills Web

Comentários