Confiar apenas na renda proveniente da Previdência Social significa reduzir radicalmente o padrão de vida na sua aposentadoria.

Cansado de ler? Então ouça este artigo:

7 dicas para garantir uma aposentadoria financeiramente tranquila

Ter uma aposentadoria tranquila é o sonho da maioria das pessoas.

Afinal, depois de passar boa parte da vida trabalhando de maneira árdua, é muito importante que se tenha conforto e estabilidade na terceira idade.

No entanto, quando não há planejamento financeiro, é bastante difícil realizar esse sonho.

Confiar apenas na renda proveniente da Previdência Social significa reduzir radicalmente o padrão de vida na sua aposentadoria.

Portanto, é necessário adotar outras estratégias para garantir uma aposentadoria tranquila.

Veja, a seguir, 7 dicas para você ter um futuro financeiro mais sossegado.

7 dicas para garantir uma aposentadoria tranquila

1. Defina seu objetivo

O primeiro passo de qualquer planejamento financeiro é definir seu objetivo. Com a sua aposentadoria, não pode ser diferente.

Lembre-se: não há como traçar um plano nem executá-lo com perfeição, se você não tiver um objetivo bem definido em mente. 

Dessa forma, comece refletindo sobre questões básicas.

Banner convidando para pedir o cartão Méliuz

Por exemplo: quando você pretende se aposentar? Essa é uma variável fundamental para planejar sua aposentadoria.

Muitas pessoas cometem o erro de decidir parar por impulso, porque se sentem fisicamente cansadas ou desmotivadas no emprego.

Contudo, alguns anos podem fazer bastante diferença em termos de planejamento. 

2. Busque outras fontes de renda que não sejam a Previdência Social

Como dito anteriormente, contar somente com a receita vinda da Previdência Social não lhe garantirá um padrão de vida confortável e é uma estratégia bem arriscada.

Sendo assim, você deve pensar nela apenas como um complemento da sua fonte de renda principal.

Estude investir em títulos de renda fixa com resgate a longo prazo ou mesmo na renda variável.

Recomenda-se assumir que a Previdência irá responder por, no máximo, 20% da sua renda na aposentadoria.

Diante disso, pense e responda: você poderá contar com outras fontes de renda quando se aposentar?

Você contribui para um plano de previdência corporativo, para um plano individual ou vai investir em títulos de renda fixa/ações?

Caso queira dicas para complementar sua renda, não deixe de ler o artigo: Como ganhar dinheiro na internet de forma honesta e comprovada? Veja 57 formas!

3. Tenha em mente o quanto precisará juntar

Estime o seu padrão de gastos na aposentadoria.

Ainda que você não tenha certeza de quanto precisará para viver no futuro, tente imaginar como seria seu padrão de vida e as despesas que teria.

Mesmo que algumas despesas possam diminuir (como os gastos com filhos), outras provavelmente irão aumentar, como os gastos com saúde.

No  momento de calcular o quanto precisará juntar, seja prudente. Projete sua necessidade de renda assumindo que irá viver pelo menos até os 90 anos. 

Veja como guardar dinheiro no post: Não consegue guardar um centavo sequer? Aprenda como juntar dinheiro rápido, fácil e até mesmo ganhando pouco.

4. Quanto poupar por mês?

Uma vez definida uma meta para aposentar-se, é preciso que você calcule o quanto precisará economizar por mês para atingir seu objetivo.

Seja disciplinado(a) e entenda que essa quantia é essencial para garantir o seu futuro!

Traduza isso em termos de uma poupança mensal.

Para tanto, faça uma previsão de retorno para o dinheiro que você vai investir.

Seja conservador, e assuma um retorno anual de no máximo 5% acima da inflação.

5. Comece a poupar o mais rápido possível e seja regular

É um pouco complicado pensar na aposentadoria quando estamos com 20 e poucos anos, dando os primeiros passos na carreira.

Porém, vale ressaltar que estamos falando da construção do seu patrimônio e da garantia da sua qualidade de vida no futuro, quando você já tiver contribuído o suficiente com sua força de trabalho.

Para aqueles que têm dificuldade em estabelecer uma estratégia de poupança, o ideal é estabelecer alguma forma de investimento automático.

Caso você realmente tenha muita dificuldade de poupar e investir, uma opção interessante são os planos de previdência.

Sobretudo, os corporativos, pois trabalham com o conceito de contribuições mensais. 

Uma ótima dica para começar a adquirir o hábito de juntar dinheiro é seguir o Desafio das 52 semanas.

6. Execute seu plano

Se você constatar que não está conseguindo poupar o valor necessário para juntar o patrimônio desejado para a aposentadoria, reveja seu planejamento.

É muito provável que você tenha que se aposentar mais tarde.

Reflita se vale a pena manter o seu estilo de vida atual ou se não seria melhor cortar alguns gastos hoje para poder se aposentar na data planejada. 

7. Reveja sua estratégia periodicamente

Siga avaliando seu planejamento continuamente. Você está alcançando as suas metas? Será que é preciso mudar alguma coisa?

Se seu salário aumentou, por exemplo, não seria interessante aproveitar o momento e poupar mais do que o planejado? 

Ainda que o seu objetivo seja o mesmo, isso não se aplica às suas metas de poupança, as quais deverão ser ajustadas para refletir o seu momento financeiro.

O ideal é que você poupe mais quando pode, para compensar os momentos de maior dificuldade que você poderá passar. 

Conclusão

Planejar e juntar dinheiro visando a aposentadoria é uma atitude fundamental, principalmente em um país instável economicamente como o Brasil.

Embora a questão previdenciária seja muito complexa, o modelo atual aparentemente é insustentável no longo prazo, por isso, uma Reforma Previdenciária teria que acontecer mais cedo ou mais tarde.

De todo modo, eu acredito que você não quer ter que trabalhar uma vida toda e depender exclusivamente do Governo na sua velhice, não é mesmo?

E o pior, ver o seu padrão de vida cair drasticamente durante uma fase que você deveria ter mais condições de curtir a vida, depois de anos e anos de esforço.

Dessa maneira, as principais dicas são que você controle de maneira eficiente suas finanças (utilizando o Mobills) e poupe o máximo que puder e invista pensando nos seus objetivos financeiros, o que deve incluir a aposentadoria).

Para finalizar, lembre-se: o quanto antes você começar a planejar sua aposentadoria, mais confortável será seu futuro.

Ademais, não utilize o dinheiro destinado a aposentar-se para outros fins, como compra de um imóvel, custeio de uma especialização, compra de um carro, etc.

A realização desses outros objetivos financeiros devem ser possíveis a partir de uma poupança própria para eles.

Comente, nos siga nas redes sociais e compartilhe este artigo!

-> O que achou do artigo sobre o planejamento para garantir uma aposentaria tranquila?

Se gostou, então, cadastre-se em nossa newsletter para receber as novidades em primeira mão e compartilhe esse post com seus amigos e familiares que possam se interessar.

Quer acompanhar nosso conteúdo também no Instagram? Clique aqui e siga o @mobillsedu!

A sua opinião é muito importante para nós! Sendo assim, sugira novos temas, deixe seu comentário.


VEJA TAMBÉM:

Postado em: Planejamento Financeiro


Escrito por Victor Leitão

Victor Leitão, Líder de Conteúdo e SEO na Mobills. Consultor financeiro pessoal. Pesquisador incansável dos temas educação financeira e finanças pessoais. Formado em Ciências Contábeis pela Universidade Federal do Ceará.


Hey, o que você achou desse conteúdo?

Inscreva-se
Notificar de
guest
2 Comentários
mais antigos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
View all comments
jon
jon
23 dias atrás

ótimo post

Ariane Lopes
Editor
Ariane Lopes
23 dias atrás
Reply to  jon

Obrigada pelo feedback Jon, buscamos sempre os melhores conteúdos para informar os nossos leitores!

Junte-se a mais de 239.950 pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

logo-mobills-app

Baixe agora para o seu dispositivo

logo-mobills-app
logo-mobills-app
logo-mobills-app