9 dicas fundamentais para quem quer saber como iniciar um negócio próprio

Iniciar um negócio próprio é um sonho cada vez mais realizável, sobretudo no Brasil, onde o empreendedorismo está em alta há algum tempo.

Contudo, é preciso pensar no médio e no longo prazo na hora de empreender, e se preparar para enfrentar as dificuldades que virão.

O empreendedor deve buscar algo pelo qual esteja realmente apaixonado, para que possa superar todos os desafios. E há muitos.

De acordo com grandes especialistas desta temática, os 3 pilares do empreendedorismo são: você deve amar aquilo que se propõe a fazer, ter conhecimento sobre a área e saber que existe um bom mercado.

Além disso, é muito importante saber diferenciar ideia de oportunidade.

A maioria das pessoas quando vai empreender começa a acumular ideias e às vezes tem que partir para uma outra situação.

Achar que basta apenas ter uma boa ideia e o dinheiro para investir é um grande erro, comum aos novos empreendedores.

Algumas perguntas que você deve fazer antes de começar é:

  • Quanto custa para abrir o negócio?
  • Qual será o capital de giro necessário para tocar o negócio?
  • Onde buscar capacitação profissional?

Enfim, montar um negócio não é tarefa das mais fáceis.

Entretanto, com força de vontade, planejamento, criatividade, dinheiro e persistência você tem tudo para conseguir empreender.

Veja, abaixo, 9 dicas importantes que você deverá levar em consideração para realizar o sonho de se tornar um empreendedor de sucesso.

9 dicas para quem deseja iniciar um negócio próprio

1. O passo inicial

Para Robinson Shiba, presidente do grupo Trendfoods (dono das marcas Gendai e China in Box), “foco é essencial para quem deseja empreender. Muita gente me procura pensando em abrir 200 lojas. Eu digo: não deixe de pensar, mas abra a primeira.”

Para vencer a insegurança, Shiba orienta: largue o emprego e se prepare para trabalhar um ano no ramo no qual quer empreender.

“Isso irá diminuir o risco.”

Além disso:

  • Busque inspiração constantemente para se tornar um bom empreendedor;
  • Goste de negócios;
  • Procure informações de grandes empresas que você admira;
  • Leia sobre o assunto;
  • E estude a respeito.

A inspiração pode vir até mesmo da concorrência – mas não exclusivamente dela.


25 livros para ler se você quiser se tornar rico


2. Ramo de atuação e conhecimento do cliente

Muitas pessoas querem abrir sua própria empresa para trabalhar com o que amam fazer. E isso, sem dúvidas, deve ser um dos pilares do seu projeto: o amor pelo que faz.

Afinal, qual o objetivo de enfrentar as dificuldades e inseguranças relacionadas ao empreendedorismo se não for para trabalhar com o que se gosta?

Sendo assim, antes de iniciar qualquer empresa, verifique se você realmente gosta da área, tem afinidade com ela e acordará motivado todo dia.

Os empreendedores multiplicam suas chances de sucesso quando investem em setores que já conhecem. Ainda assim, é essencial fazer uma pesquisa aprofundada da área antes de iniciar um projeto.

A primeira coisa é entender como é o setor e quais são as principais oportunidades, pontos fracos e tendências interessantes.

É importante, também, estar sempre interagindo com o mercado consumidor, principalmente nos primeiros meses do negócio.

Vá a agências, feiras e afins, todos voltados ao público que te interessa.

3. Converse com empresários do mesmo ramo

Misture-se a outros empreendedores.

Há diversos encontros de empreendedorismo, onde você poderá encontrar sócios, parceiros e clientes, e ouvir tanto histórias de sucesso quanto de fracasso.

Esta é uma boa forma de descobrir quais os custos reais do negócio.


Canvas: como criar um modelo de negócios ideal para você


4. Calcule o investimento e elabore um plano de negócio

Já com um esboço do negócio em mente, coloque no papel como vai ser estrutura.

É hora de calcular quanto investimento e qual estrutura a empresa vai demandar. Inclua estrutura física, mobiliário e pessoal.

É preciso quantificar todo o dinheiro para a abrir e manter o negócio.

Se for de longo prazo, comece a guardar dinheiro agora ou busque uma fonte de financiamento ou investidor.

É necessário fazer uma previsão do fluxo de caixa dos negócios.

Pergunte a si mesmo quanto dinheiro será preciso para abrir o negócio e em quanto tempo você obterá o retorno do investimento.

Especialistas concordam que planejamento é fundamental para o sucesso do negócio.

Dessa maneira, elabore o plano de negócios que é mais abrangente e engloba os planos operacional, de marketing e financeiro.

Ele tem a função de avaliar se o negócio é viável ou não.

Vale lembrar que você não precisa elaborá-lo sozinho/a.

O Sebrae oferece cursos gratuitos que ajudam pequenos e médios empreendedores a elaborarem esses e outros documentos essenciais para o sucesso do negócio.

Banner convidando para o Mobills

5 – Analise a localização do negócio

“Localização é tudo!”

Um dos pontos mais importantes para abrir um negócio de sucesso é saber escolher a localização.

A escolha do ponto comercial afeta diversos aspectos do negócio como o capital necessário para abrir o negócio, o fluxo de visitantes e, consequentemente, o seu faturamento.

Logo, dedique o tempo que for necessário para a escolha da localização do seu negócio, já que esta decisão é de suma importância para o sucesso da sua empreitada.

Veja o que checar na hora de definir onde abrir seu negócio:

  • Estude o público-alvo que quer atingir, a partir do produto que pretende oferecer.
  • Analise a facilidade de acesso, o número de vagas para estacionamento, o tráfego de pedestres pela região e, obviamente, a concorrência!
  • Existe uma loja de ramo bem parecido com a que você quer montar nas proximidades? Converse com os proprietários e frequente o bairro como se fosse um cliente local.
  • Pontos que ficam “no meio do caminho” do público têm maiores chances de serem bem-sucedidos!

13 excelentes oportunidades de negócios para abrir no seu bairro


6. Contrate corretamente e qualifique seus colaboradores

Infelizmente um dos ingredientes essenciais para abrir um negócio de sucesso é, muitas vezes, negligenciado pelos empreendedores: o quadro de pessoal e sua capacitação.

Em seu planejamento, não deixe de considerar o número de colaboradores que serão necessários para manter o negócio, tanto no início quanto no decorrer da operação.

Se for procurar uma parceria para abrir o negócio, busque o sócio ideal. De preferência, alguém que tenha capacidades complementares, em que você confie e possa dividir as tarefas.

É claro que inicialmente você deve contar com uma equipe reduzida, porém, mesmo assim, é fundamental planejar e principalmente dar atenção à qualificação técnica de seus funcionários.

Em um mercado competitivo como o que vivemos, uma das formas de criar um diferencial é justamente a boa formação profissional de seus colaboradores.

7. Marketing

O marketing também é essencial e precisa ser muito bem usado. Não adianta de nada ter um ótimo negócio se as pessoas não sabem que ele existe.

Você precisará separar recursos e traçar uma estratégia para a divulgação da sua empresa.

Não se esqueça de pensar na divulgação da empresa pela Internet, pois este é o meio mais influente no momento, principalmente para quem tem um orçamento apertado.

8. Atenção quanto à legislação

Você também deve levar em consideração as questões que envolvem a legislação. Esteja ao lado da lei.

Tire os alvarás de funcionamento, autorizações e documentos públicos.

Não esqueça que isso requer tempo, pois existe uma burocracia por trás de todo este processo.

As questões relativas a impostos e taxas também não podem ser esquecidas, principalmente no Brasil, onde o sistema tributário é cheio de armadilhas, que se não forem evitadas, podem até mesmo inviabilizar o seu negócio.

9 – Acredite em si mesmo e nunca pare de evoluir

Segundo o presidente e fundador do Habib’s, Alberto Saraiva, não basta apenas ter uma grande ideia, é preciso ter personalidade para empreender.

Para ele, as adversidades ajudam a criar esta personalidade.

“Quem começa do zero tem mais força de vontade para vencer. O empreendedor tem sede de fazer alguma coisa, sempre procura algo. Sempre está criando, sonhando e apostando, mas, principalmente, acreditando em si mesmo. Persistência e determinação são fundamentais para começar um negócio.”

Já Alexandre Costa, presidente da Cacau Show, acredita que para construir um negócio sustentável é necessário:

  • Ter visão e planejar metas e objetivos;
  • Dedicar-se integralmente e não desistir por causa de um “não”;
  • Reinvestir no negócio e saber lidar com o sucesso;
  • Conquistar algo novo a cada dia, e se reinventar a todo momento.

“Não tenha medo de tomar grandes decisões, cresça sem perder suas características e mantenha a chama acesa”, conclui.

Conclusão

Se você está pensando em começar um negócio, tenho certeza que essas dicas são muito proveitosas e te ajudarão a ter êxito na sua empreitada.

Outro ponto que também é muito importante e que vale a pena citar é que você não deve de maneira alguma confundir suas finanças pessoais com o patrimônio da empresa.

Caso você faça isso, as chances do negócio dar certo diminuem bastante.

Então, a sugestão é que você faça o seu controle financeiro pessoal de forma adequada, antes mesmo de iniciar sua empresa. Nesse sentido, você pode utilizar o Mobills para te auxiliar nessa tarefa.

Já para controlar as finanças da sua empresa, a indicação é que você use algum dos sistemas de controle financeiro empresarial apresentados no artigo a seguir.


LEIA TAMBÉM:

Programa de controle financeiro empresarial: 11 opções interessantes!


Curtiu as dicas para iniciar um negócio próprio? Já começou o seu? Está pensando em iniciar?

Gostou do artigo 9 dicas fundamentais para quem quer saber como iniciar um negócio próprio? Compartilhe nas redes sociais!

A sua opinião é muito importante para nós! Sugira novos temas, deixe seu comentário.